Browsing: Ricardo Santos

O período eleitoral já iniciou. Vamos juntos fazer uma política limpa e íntegra, sem compra de votos ou troca de favores porque é disso que estamos cansados e é assim que começamos a renovação política de que precisamos.dr orlando

Você que pensa assim também, venha multiplicar essa ideia por amor a São Luís.

Vereador dr. Orlando 31222

#drOrlando31222

#poramoraSãoLuís

Mateus ganhou mercado em todo o Maranhão, mas, suas mercadorias estão deixando muito a desejar…

Alguém deveria colocar urgente o número do Procon num lugar visível no Mateus que fica na rotatória do  São Cristóvão. Na manhã deste sábado, 18, muita gente reclamando com razão por conta de algumas mercadorias, em especial os tomates. Confira nas imagens abaixo:

tomate 1

Mercadorias estragadas:

Dois tipos, dois preços de tomates. Nenhum agradou os clientes…

tomate 2

Quando não estão podres, passados, estão verdes e caros…

tomate 3

 

O candidato a prefeito Raimundo Filho (PT), da Coligação ¨Unir para Reconstruir¨, tem intensificado sua campanha participando de encontros, reuniões em entidades, associações de moradores em todos os bairros e localidades do município de Paço do Lumiar apresentando suas propostas de seu Plano de Governo.raimundo f

Para o Raimundo Filho, conhecer as necessidades e expectativas das pessoas é a maneira mais correta de atender à comunidade, pois é ouvindo as pessoas que o candidato diz que a chances de acertar.

“Em nosso governo a participação popular será uma prioridade, assim como, mecanismos de controle social que estiverem ao alcance e sob a responsabilidade da Prefeitura, objetivando a participação da sociedade civil organizada na elaboração de projetos e programas sociais junto ao município, bem como no acompanhamento das execuções, e na fiscalização da aplicação dos recursos públicos.”, disse Raimundo Filho.

Ele destacou ainda, que durante essas conversas têm surgido muitas sugestões e ideias que, quando implantadas, irão melhorar a vida dos luminenses. Para o candidato, são as pessoas que sabem o que vai ou não trazer benefícios ao seu dia a dia. A intenção do gestor pode até ser boa, mas ele peca ao não consultar a população para saber o que ela pensa sobre determinada obra ou projeto. Escutar, mas principalmente prestar atenção no que o povo diz, é fundamental.

Para o vice-prefeito na chapa, Kim Lopes (PSC), a forma calorosa com que ele e Raimundo Filho têm sido recebidos durante as visitas tem servido de estímulo para a campanha e que estão no caminho certo. ¨Temos sido bem acolhidos pela população e conversar com o cidadão, ouvir seus anseios, sentir de perto as reais necessidades de cada comunidade, são passos imprescindíveis nesta caminhada”, concluiu.

 

Por José Linhares Jr

A estudante Patrícia Lélis, que veio a São Paulo para conceder entrevista à apresentadora Luciana Gimenez, da RedeTV!, compareceu na manhã desta quinta-feira, 18 de agosto, no 3º DP (Campos Elísios) para prestar um novo depoimento e terminou indiciada. Além de Patrícia, o jornalista Emerson Biazon e o promotor de eventos Marcelo Machado, citado por ela em entrevistas, também compareceram e farão denúncias contra ela, de acordo com informações do jornalista Leandro Mazzini, da Coluna Esplanada, do portal Uol.

A  jovem que acusou o pastor Marco Feliciano (PSC-SP) de agressão e tentativa de estupro é investigada pela Polícia Civil paulista por extorsão ao chefe de gabinete do deputado, Talma Bauer. “Há risco de não sair de lá. O delegado Luís Hellmeister está disposto a pedir sua prisão temporária, se cair em contradição”, pontuou Mazzini. “Uma garota chamada Kelly ‘Bolsonaro’, ex-amiga, barrada ontem na Rede TV!, vai depor contra ela”, acrescentou o jornalista.

O Gospel+ apurou que a ex-amiga se chama Kelly Cristina e concederia entrevista a Luciana Gimenez no mesmo programa, contrapondo as afirmações de Patrícia, e apresentando materiais que contradizem as alegações da estudante de jornalismo.

No entanto, segundo Kelly “Bolsonaro”, Patrícia Lélis afirmou que desistiria de conceder a entrevista se ela também participasse do programa, e a direção do Superpop aceitou recuar, já que o interesse do público, a princípio, era ver os relatos da jovem brasiliense sobre a suposta agressão e tentativa de estupro de Feliciano.

Kelly revelou ao Gospel+ que também prestou depoimento a Hellmeister e expôs pontos contrários à narrativa de Patrícia Lélis, o que contribuiu para o indiciamento da estudante por falsa comunicação de crime e extorsão.

Publicação de Kelly “Bolsonaro” no Facebook momentos antes do Superpop ir ao ar.

Publicação de Kelly “Bolsonaro” no Facebook momentos antes do Superpop ir ao ar.

Além do vídeo das câmeras de segurança do Ministério do Trabalho que foram mostrados na matéria de Roberto Cabrini, do Conexão Repórter, no SBT, a assessoria do pastor Marco Feliciano apresentou uma foto de uma reunião do deputado com o presidente Michel Temer, no dia 15 de junho, após o encontro com o ministro Ronaldo Nogueira (PTB).

Veja abaixo:

Pastor Marco Feliciano aparece do lado esquerdo, ao lado de uma parlamentar de amarelo.

Pastor Marco Feliciano aparece do lado esquerdo, ao lado de uma parlamentar de amarelo.

Campanha de Edivaldo Holanda nas ruas é feita por figurantes…

Edivaldo erra pela falta de originalidade e pelos excessos de publicidades, erros cometidos por políticos da antiguidade, políticos tradicionais.

Nas imagens das publicidades do prefeito Edivaldo, retiradas das redes sociais mostram a dura realidade de quem tenta passar alguma novidade, trabalho ou algo que valha para justificar os 4 anos que passou como gestor. mas, nada disso é visível, aliás, basta passar um rápido olhar para ver que as caras são as mesmas nas publicidades.

Edivaldo, que prometeu mudar, comete os mesmos erros dos candidatos das antigas eleições, que carregavam nas publicidades enganosas. Logo ele, que prometeu mudanças.

E assim, para vergonha de quem esperou mudanças, Edivaldo Holanda, na ausência de argumentos que justifiquem sua reeleição, tenta compensar de outra forma a performance diante do eleitorado, desta feita, apelando para a publicidade enganosa, que vai alem de imagens e sorrisos.

Como já era de esperar, gente na rua, as mesmas caras de sempre: Gente paga?

Abaixo, uma postagem do blog do Marco Déça, que compartilha da minha opinião, as imagens são claras, confira aqui:

deça

Wellington do Curso entra com um pedido de investigação contra DataM

Visivelmente perseguido pelo partido do prefeito, PDT, que age de forma desesperada para impedir o crescimento do candidato Wellington do Curso do PP, sua coligação entrará na justiça com um pedido de investigação contra a empresa DataM, que realiza pesquisas de cenários eleitorais no Maranhão.

Clic na imagem para ampliar

Clic na imagem para ampliar

Na alegando de sua peça, a coligação de Wellington salienta que na pesquisa elaborada pela DataM, e pelos contratantes, que seriam ligados ao prefeito de São Luís, a “pesquisa” não constava o seu nome, o que caracteriza uma clara indução do eleitor ao erro.

A coligação de Wellington alega ainda, que se baseou na regra do TRE, que assegura que a partir do dia 18 de julho de 2016, seria obrigatório que conste o nome de todos os candidatos registrados no Tribunal Superior Eleitoral. Sendo assim, todos os devem fazer parte de qualquer pesquisa a ser divulgada, mas, o que ocorreu foi exatamente o contrário, os nomes de Wellington (também de Zé Luís Lago do PPL) foram suprimidos da pesquisa da DataM.

Alô, TRE: Já está podendo usar a máquina pública em campanha?jerryface2

A ideia que se tem neste inicio de campanha é que o PDT, partido do prefeito de São Luís quer ganhar a eleição mostrando força. Para isso vale tudo, desde mostrar a força política que orbita ao redor de seu candidato, partidos, lideranças, mídia, uma verdadeira movimentação na cidade para impressionar o eleitorado.

No caso de Edivaldo Holanda, sua reeleição em primeiro turno, como quer o PDT, lógico que terá que mostrar força do dinheiro. isso, em plena crise financeira que o pais atravessa. Mas como fugir das exigências impostas pelo Tribunal Regional Eleitoral?

O certo é que sempre acontecem situações que fogem do controle, como, no caso, um aliado que resolveu falar a verdade e dizer quem é “a multidão” que acompanha o prefeito. E foi justamente o que aconteceu.

Recentemente um candidato a vereador do Bairro Vicente Fialho falou aos jornalistas que cobrem os trabalhos do legislativo estadual, um episódio que aconteceu num evento do candidato Edivaldo Holanda Junior. O “aliado” disse que naquele bairro “era só gente paga” que o acompanhava.

A revelação feita pelo candidato a vereador, inclusive, teria vazado em conversas de grupos de jornalistas no whatsapp, uma pena que a justiça eleitoral não tenha ouvido tamanha barbaridade. Mas, uma coisa é certa e deverá ser observada daqui pra frente pelo TRE, como são organizadas essas andanças com os candidatos, a coisa está de uma forma tão descarada, que algumas reuniões ficam lotadas de ônibus que são usados para transportar gente levadas de outros bairros, que ficam agitando bandeiras de candidatos durante os eventos.

Essas pessoas, serão eleitores de Edivaldo, funcionários públicos, ou apenas funcionários de campanha, gente paga?

(imagem retirada do blog do Marco Déça)

A noite do último sábado, 20, ficou marcada como uma noite de esperança em São José de Ribamar. Milhares se reuniram no primeiro comício em apoio ao candidato a prefeito da cidade, Luis Fernando Silva (PSDB), e ao seu vice, Eudes Sampaio (PTB). O ato cívico da coligação “Aliança Democrática Ribamararense” aconteceu em frente à famosa Praça do Cruzeiro, na Avenida Gonçalves Dias.LF_comício

Tanto nos discursos de dezenas de candidatos ao Legislativo Municipal, que disputam as eleições nas quatro coligações que apoiam Luis Fernando, quanto na vibração do público em prol da reconstrução da cidade e no forte discurso do candidato, ficou provado que a população deseja ansiosamente por um novo momento administrativo e político.

Num desabafo, Luis Fernando rechaçou as mentiras que foram espalhadas contra sua candidatura, desde a pré-campanha e que até hoje continuam a ser disseminadas por meia dúzia maledicentes. Até mesmo no sábado espalharam na cidade que o comício não aconteceria.

“Não é a voz maldosa e mentirosa de meia dúzia de maus políticos que faria com que eu desistisse da candidatura. Enquanto eu viver, São José de Ribamar estará no meu coração. Mesmo depois de ser prefeito corri atrás de recursos para a nossa cidade. E foi nesse momento que conseguimos o IFMA, o Centro Tecnológico e recursos para asfaltar as nossas ruas”, lembrou o candidato.

Luís Fernando justificou que é candidato principalmente pela sua indignação contra o caos que se instalou na saúde, educação, infraestrutura e nas políticas de geração de emprego e renda no município.LF_comício2

“São José de Ribamar precisa voltar às paginas dos jornais, das revistas e da mídia estadual e nacional com boas notícias, como aconteceu em Maio de 2010, quando a revista Veja destacou o município com o maior crescimento econômico entre as cidades que escolheram como opção de políticas econômicas a produção de alimentos. Chegamos a receber do governo federal o prêmio de melhor programa de saúde bucal entre as cidades do Nordeste Brasileiro. São essas notícias que irão voltar a ser divulgadas sobre nossa cidade, não a queda na qualidade da educação, do atendimento na saúde e sobre os buracos e lixos que tomam conta das nossas vias públicas”, asseverou.

Para o candidato a vice-prefeito, Eudes Sampaio, São José de Ribamar precisa voltar a ter dignidade. “Nosso povo precisa voltar a ter orgulho de ser ribamarense”, disse.

Além do apoio maciço da população, que espontaneamente participou do comício, fizeram questão de marcar presença os candidatos de outras cidades como Talita Laci (PCdoB – Raposa) e Domingos Dutra (PCdoB – Paço do Lumiar), além do secretário de Estado, Neto Evangelísta (PSDB) e o deputado federal Hildon Rocha (PMDB).

“Fiz questão de vir aqui declarar meu apoio ao Luis Fernando por ser testemunha do amor e da dedicação que ele tem com São José de Ribamar”, pontuou o peemedebista. (Blog do Robert Lobato)

Eleições 2016: Consórcio comunista continua usando a mesma tática que destruiu Jackson Lago nas eleições de 2010.

As eleições municipais de 2016 ficarão marcadas na história. Em várias cidades o uso de informações sendo difundidas contra candidatos, dando conta que suas candidaturas estariam com problemas na justiça, impugnadas ou problemas no TRE.

Abaixo, a nota retirada do blog Notícia da Foto de Imperatriz, mostrando o outro lado da informação que quase nunca é mostrada:

ildon

Consórcio comunista quer expulsar Wellington da eleição a todo custo.

Acabou de vazar nos grupos de whstsapp outra tentativa de melar a candidatura de Wellington do Curso.

Desta feita, o atual dono da TV Ddifusora, que jura de pés juntos que pagou com seu salário de deputado o aluguel do sistema Difusora, da família Lobão.

  • Pois bem, uma “pesquisa” de opinião teria sido contratada pela Difusora de Weverton Rocha, líder do PDT, partido do prefeito de São Luís. A tal pesquisa não mostrava o nome do candidato Wellington do Curso, na clara intenção de prejudicar o candidato.
  • Confira abaixo a imagem que vazou nos grupos de whatsapp:

IMG-20160822-WA0169

1 274 275 276 277 278 351