Browsing: Ricardo Santos

Moro: “Tornar tudo público protege Lava Jato contra obstrução de Justiça”

Do juiz Sérgio Moro, em entrevista à Folha, sobre ter tornado pública a conversa entre Lula e Dilma Rousseff relativa ao envio do termo de posse do petista como ministro:

“A escolha adotada desde o início desse processo era tornar tudo público, desde que isso não fosse prejudicial às investigações. O que aconteceu nesse caso [dos grampos de Dilma e Lula] não foi nada diferente dos demais. As pessoas tinham direito de saber a respeito do conteúdo daqueles diálogos. E por isso que foi tomada a decisão do levantamento do sigilo.

Um efeito indireto ao dar publicidade para esses casos foi proteger as investigações contra interferências indevidas. Afinal de contas, são processos que envolvem pessoas poderosas, política e economicamente. Na prática, pode haver tentativas. Então, tornar tudo público também acaba funcionando como uma espécie de proteção contra qualquer obstrução à Justiça. E isso é muito importante.

Foi seguida a Constituição. Dentro de uma democracia liberal como a nossa, é obrigatório que essas coisas sejam trazidas à luz do dia.(Antagonista)

Um grande encontro para discutir  o potencial da pesca será realizado nos próximos dias 17 e 18 de Agosto, no Maranhão. Quem anunciou a boa nova foi o secretário- adjunto da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Márcyo Costa, durante reunião com representantes do IFMA.

O secretário- adjunto, Márcyo Costa de terno à direita

O encontro contará com a participação especial do ex-ministro da Pesca, Altemir Gregolin, que será o palestrante oficial do evento. O encontro tem o objetivo de discutir e capacitar os agentes do setor da Pesca no Maranhão.

De acordo com o secretário- adjunto, Márcyo Costa, esse encontro será de fundamental importância para o setor , uma vez que servirá para capacitar os agentes envolvidos na cadeia de pescados, visando aproveitamento do potencial e valorização  de nossas riquezas naturais.

“Esse encontro será um marco para o setor da Pesca no Maranhão. Serão dois dias de muito aprendizado, capacitação, e sem dúvida nenhuma, os pescadores do Maranhão que irão participar só tem a ganhar”, destacou Márcyo Costa.

O evento ainda deverá reunir todos os agentes envolvidos na cadeia da pesca, assim como criadores de camarão e tilápia.

Rio Balsas: Outra denúncia de esgotos lançados nos rios onde população mata sede e se alimenta…

Há vários meses poluindo o Rio Balsas, um esgoto lançado por uma delegacia continua sendo jogado no local onde a população faz uso doméstico de suas águas. Se os governantes, de fato, se preocupassem com os rios já teriam agido. Mas não é o que se observa.

Abaixo, um trecho de uma denúncia feita pelo bogueiro Jorge Aragão:

O puxão de relha de Roberto Rocha em Flávio Dino:

Roberto Rocha flagrou e registrou em fotos a poluição do Rio Balsas que em parte está sendo feita por dejetos de presos da Delegacia de Balsas.

“Quem deveria dar o exemplo na revitalização dos nossos Rios é o primeiro a suja-los. Essas fotos foram tiradas ontem, dia 27/07, no fundo da delegacia de Balsas. Os dejetos de dezenas de presos caem diretamente no Rio Balsas. Um absurdo!!! Vejam na sequência das fotos quem é vítima. Uma criança tomando banho no rio”, afirmou.

 

Dutra se faz de vítima e esquece de falar a verdade sobre a bala que não matou Núbia… 

Dutra saiu às pressas de uma rádio alugada pelo comunismo no exato momento que ia prestar contas  de sua gestão à frente do Executivo Luminense.

Enquanto muita gente esperou que o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), usasse a oportunidade de esclarecer sobre alguns milhões com alugueis de máquinas e prédios no Maiobão, falou apenas que está sendo vítima de “uma campanha de ódio” feita por blogueiros e grupos de whstsapp comandados por candidatos derrotados.

O prefeito de Paço do Lumiar chegou a alegar que a policia precisa “investigar se a campanha do ódio tem ligação com atentado contra Núbia comandado por  grupo que perdeu as eleições”.

O outro lado:

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o contrário. Núbia e seus “seguranças” foram se entrometer “em briga de marido e mulher, que ninguém mete a colher”. Foi bala pra todo lado…

Ainda, segundo informações de populares colhidas no local, um sargento da PM teria reagido aos seguranças da Primeira Dama, que são Policiais Militares que andam armados. O sargente que efetuou o disparo nos seguranças armados de Núbia Dutra estaria gravemente ferido numa UTI.

Apesar do tiro ter sido de raspão, Núbia Dutra foi levada para hospitais da rede particular e não atendida na sua cidade, nem poderia, pois hospital público lá não existe. Fiquem com as palavras de Dutra sobre o ocorrido:

Nota 

Domingos Dutra, político experiente, que antes acusava e atirava pedras, deveria saber que agora é vidraça.  Sr. prefeito, a população está exercendo o direito de cobrar seus gestores. Aceite as críticas elas fazem parte da democracia brasileira.

Repetir essa mesma ladainha do Palácio dos Leões de ser vítima de ódio não vai desviar a atenção do povo.

Na televisão, as escolas estão reformadas. No jornal, os hospitais não estão superlotados e nem falta medicamento. No informativo, o esporte do Maranhão está muito bem.

Foi pensando nisso que o Governo Flávio Dino (PC do B) suplementou em R$ 9 milhões o orçamento da Secretaria de Comunicação do Estado, priorizando os gastos com a divulgação de ações de seu Governo. Tal situação foi o ponto questionado pelo deputado Wellington do Curso (PP), que repudiou a ação do Governador de jogar dinheiro fora, sem qualquer responsabilidade, na divulgação do “Maranhão da propaganda”, enquanto a população padece com a triste realidade.

“Para aplicação em 2017, o Governador Flávio Dino reduziu o orçamento das Secretarias de Esporte e Mulher e aumentou em quase R$ 15 milhões o orçamento da Secretaria de Comunicação do Estado. Agora, mais uma vez, o Governador mostra o que importa de verdade para ele, isto é, a propaganda, ao suplementar em R$ 9 milhões a Secretaria de Comunicação. É isso mesmo: para divulgar o Maranhão das Maravilhas, o Governo Flávio Dino tira do povo e investe na propaganda”, disse Wellington.

O parlamentar lembrou ainda a contradição do Governador, já que recentemente aumentou a carga tributária sob o argumento de que era necessário em um cenário de “crise”.

“Recentemente, o Governador aumentou os impostos do nosso Estado. Fizeram isso sob a desculpa de que buscavam ao equilíbrio financeiro, ou seja, equilibrar receitas e despesas. Questionamos essa postura, até porque sabemos da realidade do maranhense. Só que agora, ao contrário do que disse antes, o Governador vem e retira recursos de onde? Da dívida ativa e destina para a propaganda. Absurdo! Para fazer propaganda, Governador Flávio Dino tira do povo e coloca mais R$ 9 milhões na Secretaria de Comunicação. Governador, francamente: pergunte ao Lucas, que mora embaixo da ponte, se ele está interessado em propaganda. Lucas queria uma escola de qualidade do Ensino Médio. Queria ter uma saúde de qualidade. Pergunte a Andressa Raquel, uma jovem de 13 anos que precisou vender água na rua para disputar um Mundial em São Paulo. Ela não fez isso porque quis não. Ela fez isso porque o Governo do Estado não investe no esporte. Se ainda assim Vossa Excelência ainda tiver dúvida, pergunte à torcida do Moto, à torcida do MAC e do Sampaio. Pergunte a eles se eles preferem aquele telão em que o Governo faz propaganda ou se gostariam de receber, de fato, incentivo ao esporte. A propaganda serve apenas para o próprio Palácio dos Leões”, afirmou Wellington.

Com a autorização do crédito suplementar, a Secretaria de Comunicação passa a ter mais de R$ 67 milhões para investir no “Maranhão das Maravilhas”, em que 574 escolas foram reformadas (na televisão) e há investimento na saúde e esporte. O que se questiona é o motivo pelo qual o Governador autorizou o crédito suplementar, já que haveria apenas 04 possibilidades para esse remanejamento de recursos, sendo elas: a) variações de preço de mercado dos bens e serviços a serem adquiridos para consumo imediato ou futuro; b) incorreção no planejamento, programação e orçamentação das ações governamentais; c) omissões orçamentárias; d) fatos que independem da ação volitiva do gestor. Em suma, em nenhuma das possibilidades se encaixa o remanejamento de R$ 9 milhões só para a Comunicação.

Documento:

Em entrevista à TV Assembleia, parlamentar elenca ações realizadas ao longo do exercício legislativo iniciado em fevereiro.

Em entrevista ao programa Café com Elda Borges, conduzido pela apresentadora Elda Borges, da TV Assembleia, o deputado estadual Júnior Verde (PRB) fez um balanço das ações realizadas no legislativo estadual no primeiro semestre deste ano.

Durante o recesso, o parlamentar intensificou as viagens em municípios maranhenses, fortalecendo as bases políticas e colhendo demandas da população. Nos primeiros seis meses de 2017, sua atuação teve destaque.

Dentre as principais ações, Júnior Verde destacou a aprovação dos limites territoriais de São Luís, Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, por meio da Comissão de Assuntos Municipais; e a iniciativa inédita, que foi a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Conselhos Tutelares.

“A PEC garante a cada cem mil habitantes uma unidade da instituição, e foi um grande avanço para o trabalho realizado pelos conselheiros, em defesa das nossas crianças e adolescentes”, explicou.

O parlamentar também lembrou dos esforços para conseguir a convocação dos subjudices; da PEC, em tramitação, que garante a necessidade da recomposição anual dos agentes, considerando os aposentados ou os que deixam a atividade por qualquer motivo; além das diversas proposições em defesa dos municípios maranhenses, entre elas, a ponte de São Félix de Balsas, a estrada que liga os municípios de Vitorino Freire a Paulo Ramos, e a MA-006 que vai ligar os municípios de Pedro do Rosário a Zé Doca, interligando a Baixada à região do Alto Turi.

“Muito fizemos, mas ainda há muito trabalho pela frente”, completou.

Nuvem de fumaça: Qual a necessidade de Flávio Dino usar seu arsenal midiático para acusar José Sarney?

Para começo de conversa, sou do tempo em que poucos ousavam combater a família Sarney no Maranhão. Me assusta ver hoje tanta gente falando do velho Sarney, mas, que, outrora viviam calados.Dá pare entender, depois que o político perde todo seu poder, que aparecem “inimigos” para falar mal, atacar, até mesmo ridicularizar, como está sendo feito numa rádio alugada?

Não tenho necessidade de chutar nem defender cachorro morto. Mas, precisamos ser justos e tratar a atualidade com a devida fiscalização, que, para vergonha dos maranhenses vejo poucos se preocupando.

No jornalismo está cheio deles, na política, então, nem se fala…

Hoje em dia, nem José Sarney ou sua filha Roseana têm mandatos, estão fora do poder, mas, a metralhadora giratória do comunismo não para de disparar.

Parece até que os comunistas querem ressuscitar gente morta, fantasmas,  para levarem a culpa de coisas erradas que podem estar acontecendo no presente. Enquanto isso, verdadeiros “fantasmas” podem estar assombrando…

Temos tantos exemplos, a começar pelos “aluguéis fantasmas” que o governador Flávio Dino, o “ghostbuster” do Maranhão pagava ao membro do PCdoB durante um ano,  mesmo o prédio estando vazio: a denúncia foi parar no noticiários nacionais, reveja uma reportagem pela Rede Globo:

Teve milhões que foram roubados debaixo dos narizes de Flávio Dino e de sua Secretaria de “Transparência” que nada viram, inclusive, o LULA, secretário de Saúde, que aumentou o repasses para a empresa que roubava, disse que “não sabia de nada”. Confira aqui:

Para quem deseja passar o Maranhão a limpo, sem “nuvens de fumaças” deixarei um bom sinal de que os comunistas podem estar fazendo coisas muitos erradas para ganhar as eleições de 2018, coisas do tipo do Sarney, que usava o poder da máquina para atrair partidos, cooptar lideranças, que fazia troca de “vantagens”.

Abaixo dois exemplos:

Consulta ao Google, os verdadeiros fantasmas devem estar gindo pior que no tempo do Sarney. Onde há fumaça, há fogo.

 

Denúncia grave: Hospital de Caxias-MA contamina leito do rio que abastece várias cidades.

“A gente conhece barragem de água, mas, essa aqui é uma barragem de cocô, sangue de doentes jogados no rio”…

Dejetos humanos são lançados no leito do rio que abastece Caxias

Dono de terreno onde “rio de fezes” fica represado gravou vídeo mostrando que dejetos de hospital em Caxias é jogado in natura no leito do Rio Itapecuru, que abastece mais de 5o municípios do Maranhão, inclusive a capital, São Luís.

A denúncia foi feita pelo Sr Paulo e enviado aos grupos de whatsapp.

1 228 229 230 231 232 451