O Brasil do pós PT: Enquanto Dino se diverte fazendo campanha com a desgraça do povo pobre do Maranhão, jornalistas do Sul do Brasil no Roda Viva batem palmas…

2

Jogadores de confetes? 

Surreal: um povo pobre que é explorado tendo que pagar a conta de uma rede de emissoras gigantesca, incluindo uma emissora de rádio AM  estatal, a Timbiras, que só existe para atacar adversários do comunismo, do PT, do Lula.

É essa a “democracia” que existe no Maranhão de Flávio Dino, que aumenta impostos sobre impostos, toma carros e motos dos pobres, coloca o nome das pessoas no Serasa, e ainda se acha no direito de acusar no exterior autoridades do Brasil, como Bolsonaro e Moro.

Neto de Sarney, deputado Adriano poderia ser aliado de Flávio Dino como todos os outros Sarneysistas fizeram, mas, preferiu denunciar na imprensa local a falta de democracia do comunista que está destruindo as economias do Maranhão, que desce a ladeira rumo à  Venezuela…

Se não bastasse tudo isso, ainda aparece toda semana uma viagem nova para “dar entrevista” em várias emissoras pelo Brasil, como recentemente em São Paulo, Goiás, Pernambuco, etc.

Quem paga a conta dessas viagens?

As praias continuam sujas e contaminadas, hospitais fechados, empresas falidas.

Sejam bem vindos ao Maranhão, mas podem chamar de “Venezuela Brasileira”. Palmas para o Canal Livre,  palmas para o Roda Viva, ao  jornalismo brasileiro, que parece capenga e só quer mostrar um lado: o que exalta o comunismo dos defensores do Lula, que destruiu o Brasil.

É isso que Flávio Dino defende: a volta de um petismo que destruiu nosso povo, nossa nação. Ambos se parecem e se merecem. Dino também destruiu o Maranhão.

Ao lado, imagens retiradas das rede sociais:

2 respostas para “O Brasil do pós PT: Enquanto Dino se diverte fazendo campanha com a desgraça do povo pobre do Maranhão, jornalistas do Sul do Brasil no Roda Viva batem palmas…”

  1. Por isso eu voto no Adriano para Prefeito de São Luis. Único com coragem de mostrar a realidade do Maranhão.