Do rio de fezes lançado nas praias de uma capital roubada e atrasada, ou: o comunismo da Oligarquia Dino nada fez para despoluir as prais de uma capital do Nordeste em 8 anos?

0

Votação na internet deu um resultado midiático aos políticos do Maranhão, fora da internet, na vida real, a atuação política do grupo comunista demostra-se pífia, inexistente.

Vejam nas imagens os esgotos que desaguam nas praias, resta lamentar e perguntar: o que nossos políticos de mandato estão fazendo, de fato, pelas praias do Maranhão, seus rios, pelo Meio Ambiente, pelo povo, pelo turismo?

Vergonha: as imagens desmentindo a farsa destruidora do comunismo instalado no Maranhão…

Em primeiro lugar está o deputado de primeiro mandato, Márcio Jerry, que nunca na vida teve votação de nada, mas depois que passou pelo comando da secretaria de Estado da Comunicação e Articulação Política, que é considerada a “galinha dos ovos de ouro” dos comunistas, teve voto que dava para eleger até um governador.

Logo Jerry, que criticou em demasia o uso da maquina pública para ganhar eleições, que era uma prática “covarde”, “anti-democrática”, “corrupta” da velha “oligarquia”, que precisava mudar, etc e tal.

Mas vamos aos outros problemas:

Por décadas nossos rios e praias vem sendo destruídos. Após décadas de uma política destruidora formulada pela “oligarquia Sarney”, eis que a população acordou e trocou o grupo Sarney pelo do comunista Flávio Dino, que está há quase oito anos mandando e desmandando em todo o estado.

Em 2012, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, iniciou a era de “mando” da nova oligarquia do Maranhão, a oligarquia Dino. O prefeito Holandinha, como é chamado pela dupla Dino & Jerry é praticamente um faz de conta, aliás, ficou claro durante quase 8 anos, que só faz aquilo que Dino e CIA ilimitada mandam fazer. Cuidar das praias que é bom, nada. “Só H”, não é de luta é de H (EdiH).

Edivaldo entrou para “mudar”, mas a capital continua a mesma de sempre, aliás, até pior. Buraqueira nas vias públicas, transito tá um caos, ônibus velhos, obras esquecidas, sem falar do fatídico desfecho do milionário trem VLT,  e das praias sujas e contaminadas de nossa capital.

São Luís nos seus 407 anos é o retrato do passado, ficou presa no atraso, culpa de seus políticos. O volume de arrecadação é gigantesco, mas ninguém sabe onde vai parar tantos milhões.

Até um um ator da Rede Globo, Nelson Freitas, de passagem por São Luís, hospedado num hotel da cidade de frente para o mar gravou um vídeo falando do absurdo que vem sendo ignorado pelo grupo de Dino-Holandinha.

A prova dos crimes:

Tanto dinheiro arrecadado, mas a cidade está literalmente na bosta. Vejam nas imagens os esgotos que desaguam nas praias, resta lamentar e perguntar: o que nossos políticos de mandato estão fazendo, de fato, pelo Meio Ambiente, pelo povo, pelo turismo?

O que políticos influentes de Brasilia, como o deputado Márcio Jerry, que ganhou o destaque de “melhor deputado” faz pelo Maranhão?

Veja no vídeo: ator da Rede Globo reclama das praias poluídas: “não dá para mergulhar ao lado de cocô”.

Os comentários estão desativados.