Enfim, o fim da oligarquia de Flávio Dino?

0

Democracia sem atitude é igual tentar prender o vento.

Uma comparação se faz necessária: antes do fatídico ano de 2014, duma eleição derrotada para si própria, Flávio Dino venceu o Sarneysismo e ascendeu na política criticando outros políticos e prometendo fazer diferente, caso eleito.

Como fez José Sarney, Vitorino Freire, oligarcas da políticalha rasteira, Flávio Dino (Dinismo) vai escrevendo a cada dia com tristes atitudes sua breve história na política do Maranhão. Vamos ao caso recente:

Dinistas sofrem constantes estragos nas redes sociais…

Deixo essa tirada do blog do Marco Déça, para reflexão sobre aquilo que ainda assistiremos até o próximo ano, das estocadas dadas pelo grupo dinista em aliados próximos.

Como fez José Sarney, Vitorino Freire, oligarcas da políticalha rasteira, Flávio Dino (Dinismo) vai escrevendo a cada dia, com tristes atitudes, sua breve história na política do Maranhão.

O bom dos tempos atuais, dessa era tecnológica, é que todos observam a falta de democracia em tempo recorde.

A primeira tragédia:

Vale lembrar que a vitória de Flávio Dino, em outubro de 2014, se deu pela unidade de grupos, mas logo após o primeiro turno da eleição, tratou de passar para trás todos seus aliados, inclusive no segundo turno, deu logo um pé na bunda de Aécio Neves, sem o qual não teria vencido as eleições, pulando para o palanque de Dilma, que era apoiada pelo grupo Sarney e não queria ouvir falar de Flávio Dino.

A ideia de uma oligarquia construída a partir de uma legenda na capital dominada por Flávio Dino já ganhou o imaginário do eleitor ludovicense.

Desde 2014, Dinistas vivem “desarticulando” aliados vistos como “possíveis adversários”, uma paranoia baseada na figura do líder comunista Josef Stalin, da qual Dinistas demostraram que são apreciadores.

O problema disso é que a mascara de “democrata”  sempre cai a cada vez que fazem  aliados sentirem o peso da mão de ferro da elite comunista (stabelichment ), de tantos casos que faltou aquilo que pregava, a democracia.

Democracia ao vento, Dino não conseguirá manter seu grupo (oligarquia da capital) por muito tempo, a contar de agora, até 2020. Que o mal não demore muito a cair.

Até lá, façam boas reflexões.

Os comentários estão desativados.