Bolsonaro de Portas abertas para o Maranhão: Allan Garcês, representante do Ministério da Saúde recebe comitiva do governador Flávio Dino em Brasilia…

0

Pauta da reunião foi sobre a importância do Estado ajudar a desafogar os Socorrões municipais, valorização de seus profissionais, colocando em dia seus salários.

O encontro aconteceu nesta segunda-feira,10 de junho, com membros da SES.  O médico que é pré-candidato a Prefeitura de São Luís, atualmente ocupando a Direção Executiva do Ministério da Saúde, recebeu membros da Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão, em Brasília.

Os membros presentes, Allan Patrício, Hesaú Rômulo e João Cunha destacaram a importância da boa relação do Estado com a União e informaram que a Secretaria de Estado está disposta a estreitar estes laços. Dr. Allan Garcês ressaltou que o Ministério da Saúde procura sempre manter a boa relação com os entes federados e que ficou muito satisfeito em poder contribuir com esta boa prática.

“Deixo como sugestão ao governador Flávio Dino, que procure colocar o pagamento salarial dos médicos em dia, e procurar rever a relação de trabalho da EMSERH e OS com os profissionais da Saúde, para evitar a precarização e exploração da mão desses profissionais, pois os trabalhadores da Saúde ficam sem os direitos trabalhistas”, disse Allan Garcês.

O médico ainda sugeriu que o Estado revesse o fechamento de alguns hospitais e serviços, destacando o fechamento do serviço de Ortopedia da UPA do Araçagi, pois só quem perde é o povo. Em relação ao Serviço de Ortopedia do Araçagi, os membros da Secretaria de Saúde do Estado, informaram que teria sido uma uma medida para concentrar os profissionais no HTO, pois a demanda cirúrgica exigia um reforço da força de trabalho. Allan Garcês pontuou que o fechamento de um serviço de urgência e emergência de Ortopedia pelo Estado, como também ocorreu em Matões do Norte, sobrecarrega ainda mais os Socorrões, e deu como sugestão, em vez de fechar totalmente o serviço de Ortopedia do Araçagi, que parte da carga horária que era executada pelos Ortopedistas na UPA, fosse feitas no Centro Cirúrgico do HTO, pois desta forma se manteria a porta do atendimento de emergência em Ortopedia e ainda reforçaria o quadro de cirurgiões ortopédicos no HTO, ajudando a reduzir a demanda nos Socorrões.

Por fim, o encaminhamento destacado desta reunião foi que o Ministério da Saúde sempre estará ao lado das boas práticas realizadas por quaisquer entes federados, que venham para melhorar a saúde do povo brasileiro.

Os comentários estão desativados.