“Desesperados”, defensores de corruptos fundamentam-se em”denuncias” contra Moro, descobertas de forma ilegal por namorado do suplente de Jean Willys…

4

 Excesso de vitimismos para libertar Lula?

Brasil terá como base legal “escutas de conversas” (obtidas de forma ilegal) para justificar inocência de corruptos?

Denúncias têm ligação com suplente de deputado federal, do PSOL, que alega “sofrer perseguição” para viver fora do Brasil, na rica Europa. Companheiro do suplente que acusa ministro da Justiça de tramar contra Lula, já teria causado outros problemas pela forma de “operações suspeitas”.

Abaixo, trecho do site República de Curitiba:

Muitas ‘estranhas coincidências’ vieram à tona novamente neste domingo quando o site The Intercept divulgou conversas de procuradores da Lava Jato, obtidas ilegalmente.

Além de não trazerem de fato nada com potencial incriminatório, as conversam só relatam o comprometimento dos membros da força-tarefa da Lava Jato com um brasil livre da corrupção.

Mas então qual seria o motivo de fazerem tanto estardalhaço com uma informação colhida de maneira ilegal? É preciso lembrar que o dono do site Intercept é o jornalista americano Glenn Greenwald, marido de David Miranda, do PSOL.

Miranda foi o suplente mais sortudo de todos os tempos, pois sem votação expressiva assumiu a cadeira de Jean Wyllys na Câmara dos Deputados. Na época, conforme noticiado pelo República de Curitiba, após um pedido do senador José Medeiros, uma investigação foi aberta para apurar uma possível venda de mandato.

Além disso, o marido de Greenwald, David Miranda, já foi acusado pela Scotland Yard de terrorismo e espionagem.

 

4 respostas para ““Desesperados”, defensores de corruptos fundamentam-se em”denuncias” contra Moro, descobertas de forma ilegal por namorado do suplente de Jean Willys…”

  1. Talvez eu esteja errado, mas aquela troca de mensagens buscando um jeito de impedir a entrevista de Lula não parece atribuição de procurador ou informação federal.

  2. Não gosto do governo petista, mas os fins não justificam os meios, e pode se observar que foi criado uma força-tarefa com o objetivo de impedir a candidatura de Lula, se ele levou Haddad para o segundo turno, imagina ele candidato, tinha grande possibilidade de ser o presidente.

    • Olha, se os fins nã justificam os meios, porque a celeuma criada pelos petistas sobre o crime de hackear informações federais?