Monthly Archives: maio, 2019

Presidente escapou da facada, mas ele e sua sua família continuam sendo vítimas de ataques de esquerdistas.

Após ser vitima de facada dada por ex-Membro do PSOL, presidente eleito Jair Bolsonaro continua sendo atacado por esquerdistas  medíocres …

Em entrevista ao programa The Noite (SBT), comandado por Danilo Gentili, o presidente Jair Bolsonaro mostrou a sua cicatriz, resultado da facada que recebeu durante a campanha presidencial do ano passado.

Ao recordar o episódio, ele ficou emocionado e disse ter pensado no momento do ataque que seria apenas um soco no estômago, percebendo a gravidade momentos depois.

Ele mostrou as marcas que ficaram após as cirurgias e declarou ter reavaliado suas prioridades após o incidente.

Na entrevista, ele conversou sobre as mudanças em sua vida após a eleição, recordou momentos da corrida para o Palácio do Planalto e declarou que já havia planejado que o ato de Juiz de Fora seria o último em meio ao povo, devido à crescente popularidade. (Informações do Correios 24h)

Mobilização de parte da corrente da ala petista CNB-Construindo um Novo Brasil,  poderá fazer indicação do ex-secretário de Estado, José Antônio Heluy, com vasta aceitação nas correntes que disputam o controle da legenda no Maranhão. Zé Antonio é filho da ex-deputada Helena Barros Heluy, com abertura ampla no campo da política progressiva e até conservadora, parte dos seguimentos católicos e evangélicos.

Fiquem abaixo com trecho retirado do blog do Neto Cruz, que trouxe a revelação nesta manhã:

O PT, que é um partido que jamais ficaria de fora deste processo, tem dois nomes para a disputa:

Zé Carlos, que atualmente é deputado federal e conta com o apoio do presidente da sigla, Augusto Lobato. E com o apoio e movimentos das bases do partido surge o nome de José Antônio Heluy, nome bastante simpático, leve e que já ocupou posto de destaque no Estado enquanto ex-secretário de Trabalho e Economia Solidária.

 

Eles são bom nisso, não há como negar. Maranhão tem algo a comemorar?

Novamente as ruas ficaram vermelhas, cheias  do vazio  da educação.

Foi pela Educação?

Outra mobilização dos sindicatos foram às ruas gritar “Lula Livre”, deixando óbvio que a balbúrdia tem força: o”quanto pior melhor” dos Lulo-comunistas mostrou que tem influência nos setores da escolarização, negativando a qualidade do ensino sem cabrestos de nossas crianças e adolescentes.

Teve o grito de apoio ao banditismo. Teve a fumaça das drogas, o fogo nas camisas amarelas. Todo tipo de manifestação dos que são contra o Brasil.

Aquilo que seria uma manifestação pela educação deu lugar ao rito satânico da esquerda caviar, que pede o retorno dos sindicatos criminosos, atualmente desligados no governo Bolsonaro, sem  espaços para parasitar.

Se pra descer todo empurrão ajuda, é pra lá que o esquerdismo mobilizado pelos sindicatos pelegos, mantidos, pagos, financiados para o show de horrores, do agrado dos governantes mimados que não conseguem deixar as torcidas dos grêmios estudantis.

Eles sabem fazer. Sabem piorar. Não há como negar!

Onde estão os bons editoriais, o jornalismo sem mordaças, sem lados, novamente empurraram as torcidas e paixões secundaristas nas redações?

Tudo dominado, a versão Lulo-comunista dos governos de oposição ao Brasil deve prevalecer, temos que baixar as orelhas e fingir que os estudantes lotaram as ruas, não podemos desdizer as falácias esquerdistas.

Será isso sempre, aguentem. Eles sabem fazer.

A máquina manifestando as cores ideológicas para lotar as ruas, que vão ficar cheias de falácias, e as escolas vazias de educação. Não há como negar, eles sabem fazer, sabem piorar!

Imprensa do Maranhão espalha para o mundo inteiro a falta de pudor da política do Maranhão na atualidade. As denúncias de crimes de arapongagens praticados contra adversários políticos pelo grupo de Flávio Dino ganharam o Brasil e deverão ser investigados pela Policia Federal que mostrará a todos como age de fato o comunismo.

Fiquem abaixo com uma reportagem do blog do Marco Deça:

O brilhante advogado Abdon Marinho expôs as vísceras da espionagem comunista no Maranhão, em excepcional artigo-reportagem publicado no blog Atual7. (Leia aqui)

É inspirado neste artigo que o blog Marco Aurélio D’Eça faz agora uma retrospectiva dos últimos cinco anos de mandato do governador Flávio Dino (PCdoB) para mostrar como ele expôs autoridades, adversários e até aliados em nome dos seus interesses.

Já desde o início do governo a espionagem começou a ser usada como arma de chantagem pelas estruturas palacianas.

Foi assim que, em 19 de maio de 2016, o blog questionou o uso da estrutura da polícia para pressionar agiotas já conhecidos e proteger aliados do governador, como mostrado no post “Agiotagem: os mesmos alvos de sempre?!?”.

O post criticava operações policiais em busca de alvos que poderiam ser citados de cor – “sempre que o governador aparece em maus lençóis” – deixando outros de lado.

E ponderou:

– Bem próximos destes alvos, há gente muito mais poderosa fazendo a mesma coisa, sem ser incomodado por ninguém do governo.

Antes mesmo deste post, o blog Marco Aurélio D’Eça já questionava o uso das estruturas de investigação da Segurança Pública para revelar, em 9 de setembro de 2015 que “Operações contra agiotagem param após atingir aliados de Dino…”

Neste aspecto, é importante voltar ao artigo de Abdon Marinho, para destacar um trecho fundamental no entendimento do esquema de espionagem comunista:

– Desde a “implantação” do governo comunista no nosso estado que se tem notícias de investigações (bisbilhotagem) contra os adversários políticos dos “donos do poder” – lembrou o advogado, para ressaltar que as acusações de Thiago Bardal e Ney Anderson Gaspar contra o secretário Jefferson Portela apenas amplificaram as suspeitas ao nível de certeza.

HOJE ODIADO POR JEFFERSON PORTELA, THIAGO BARDAL JÁ FOI SEU HOMEM DE CONFIANÇA, inclusive durante período de denúncias de outros casos de espionagem comunista

HOJE ODIADO POR JEFFERSON PORTELA, THIAGO BARDAL JÁ FOI SEU HOMEM DE CONFIANÇA, inclusive durante período de denúncias de outros casos de espionagem comunista

Mas antes mesmo de Bardal e Gaspar, outro episódio – revelado no blog Marco Aurélio D’Eça, em 20 de abril de 2018, depois repercutido em todo o país – revelou que o “Governo Flávio Dino usa a PM para espionar adversários…”

As revelações dos dois delegados – que, a propósito, eram homens de confiança do próprio governo – atestaram mais tarde que a espionagem não se dava apenas sobre adversários, mas contra membros do Judiciário, políticos estaduais e federais, e até aliados que contrariassem a cúpula comunista.

E o restante da história é essa que ganhou as paginas do país…

DNA da incompetência ou, a Zorra continua na política maranhense?

Cabe a imprensa do Maranhão cobrar os políticos eleitos recentemente posições claras com relação ao estado. Sobre este aspecto, está ficando claro na política atual, que todo político que sabe criticar bem não sabe se conduzir com exemplo democrático.

Muitos que falaram dos quase 50 anos de mando da oligarquia Sarney na política do Maranhão, e estão hoje ocupando cargos públicos, em Brasilia, demonstram por atitudes que pretendem fazer pior que o Sarney. Esperamos que não, que tomem juízo e pensem no seu povo!

Abaixo, dois exemplos cristalinos de representantes que criticaram as velhas práticas dos oligarcas, mas, ao que tudo indica, atuam com essas velhas práticas que tanto criticaram.

O governo decidiu acabar com a farra de diárias e passagens de integrantes de conselhos ministeriais. Somente no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos são quase 400 conselheiros em 12 conselhos, na maioria militantes partidários. Metade dos conselheiros é de representantes de ONGs, “organizações não-governamentais” que não vivem sem dinheiro governamental, até para bancar suas viagens.

O governo pretende substituir a farra de viagens por videoconferências, aproveitando as possibilidades oferecidas pela moderna tecnologia.

No Conanda, conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, 14 dirigentes de ONGs torram R$40 mil por mês com suas idas e vindas.

Cada conselheiro de ONG recebe diárias de R$321 e mais R$95 para deslocamento, além das passagens aéreas de ida e volta para Brasília. Tem de tudo nos 12 conselhos no âmbito do Ministério da Mulher, etc, alguns superpostos e grande parte de utilidade duvidosa.

A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Sabotadores vãos pras ruas! Medo do Brasil mudar desespera Lulo-comunistas e defensores da corrupção!

Querem conclamar os “estudantes” novamente como “massas de manobras”. Ora, sindicalistas fazer povo ir pras ruas noutra sessão de “Lula Livre”, será que não cansam desta velha cantilena petista?

Educação nada: Flávio Dino tirou verbas das universidades estaduais para usar em politicalha?

Comunistas “viajando na maionese”. Dino governa pela ideologia, assim como o Maduro da Venezuela. Ambos não estão nem aí para o povo. Pior para o Maranhão, que desce ladeira rumo à “venezualização”.

Para inicio de conversa é bom destacar que no momento atual o governador Flávio Dino, que vive viajando e esquecendo os pobres das 217 cidades que estraram na Extrema Pobreza em sua gestão, para encontra-se com ex-presidentes, Lula e Fernando Henrique Cardoso. Esse mesmo Flávio Dino é incapaz de fazer um gesto ao presidente Bolsonaro pelo Maranhão, e convidá-lo para vir ao Palácio dos Leões. Loucura!

Insensíveis, são capazes de tudo para conceberem o mal. Pagam caro para impedir o avanço do Brasil.

Os aparelhos midiáticos foram todos orquestrados para outra sessão do “Lula Livre” marcado para essa quinta-feira, 30. Novamente querem encher as ruas de acusações e tentativas insanas (como nos vídeos abaixo) de boicotar o inicio de governo do presidente Bolsonaro.

Neste sentido, Flavistas não se cansam de jogar contra o Brasil, contra seu estado, contra seu povo. Foi para isso que Flávio Dino foi reeleito e levou na bagagem dois senadores e vários deputados federais e estaduais?

Acorda Povo, não sejam massa de manobra dos que defendem a corrupção e seus corruPTos.

Variadas atrações juninas do São João do Maranhão, acessibilidade, comodidade e segurança darão o tom do ‘Arraiá do Povo’ 2019, uma realização da Assembleia Legislativa do Maranhão, por meio do Grupo de Esposas de Deputados do Estado do Maranhão (Gedema). A festança, aberta ao público, acontecerá na área do estacionamento da Alema, ao lado do Complexo de Comunicação, nos dias 14, 15 e 16 de junho.

A montagem da estrutura já foi iniciada e, no espaço, haverá quatro barracas para a venda de comida típica, mesas e cadeiras, playground para a criançada e um grande palco, onde se apresentarão os grupos folclóricos maranhenses, entre outras atrações. Os alunos da Creche-Escola Sementinha e do Projeto Sol Nascente também devem se apresentar na festança junina. Amplo estacionamento e estrutura de segurança também estão garantidos.

“Convidamos a todos para prestigiarem, junto conosco, os três dias do ‘Arraiá do Povo’, que está sendo preparado, com muito carinho, para que o público possa apreciar e se divertir, mais uma vez, com a beleza e a riqueza da nossa cultura”, convidou Ana Paula Lobato, presidente do Gedema.

“O arraial do ano passado foi feito com muito carinho, muito amor e, este ano, vai ser redobrado, seguindo a determinação do presidente Othelino Neto, da Mesa Diretora e de todos os deputados que compõem a Casa. A Assembleia também se preocupa com o aspecto cultural do nosso estado, valorizando, justamente, aquilo que é muito peculiar do Maranhão, que é o São João. Dessa forma, a Assembleia, mais uma vez, organiza o arraial, com uma estrutura com toda comodidade, segurança, conforto e muita alegria para todos aqueles que vierem prestigiar”, garantiu Antino Noleto, diretor Administrativo da Alema.

O diretor contou, ainda, que, dentre as novidades deste ano, está a ampliação do circuito de acessibilidade, principalmente às barracas. “Este ano teremos uma área com mais cadeiras, mais mesas e um diferencial, que a gente tem muito gosto de realizar, que é a acessibilidade do arraial. No ano passado, isso já foi feito e, este ano, será ampliado, com um circuito completo para as pessoas cadeirantes ou com dificuldade de mobilidade. Vamos ter a barraca acessível, onde haverá acessibilidade tanto no caixa, quanto no atendimento, o que torna o arraial da Assembleia acessível a todos, um verdadeiro ‘Arraiá do Povo’”, afirmou Antino Noleto.

Os três dias de festança do ‘Arraiá do Povo’ serão transmitidos, ao vivo, pela TV Assembleia (canal aberto 51.2 / 17 TVN), rádio Alema, pelo site www.al.ma.leg.br/tv e pelas redes sociais. “A exemplo do ano passado, a TV Assembleia terá uma cabine própria para a transmissão, com equipes de reportagem no arraial, mostrando toda a festa, ao vivo. Os telespectadores e internautas terão a oportunidade de, mais uma vez, acompanhar o melhor do São João do Maranhão”, completou Edwin Jinkings, diretor de Comunicação da Alema.

A indicação do deputado estadual Dr. Leonardo Sá, que trata do pedido de correção, através de uma Lei, à portaria Nº 023/2017, da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), que garante gratuidade de passagens em transportes rodoviários e aquaviários no âmbito do estado do Maranhão, para um grupo de pessoas.

Idosos, portadores de deficiências físicas, visuais e auditivas, crianças de até 6 anos de idade, portadores de HIV, câncer, doenças crónicas renais e cardíacas, auditores, agentes do trabalho, e 50% aos estudantes seriam os contemplados.

O pedido de correção refere-se aos grupos beneficiados no transporte aquaviário, que não são os mesmos no transporte rodoviário. Na PORTARIA Nº 023/2017, passageiros portadores de doenças crônicas renais e cardíacas só tinham direito a isenção da tarifa de embarque nos transportes rodoviários, e o deputado pediu através da indicação Nº 688/2019, que seja corrigida a portaria, e que passageiros portadores de doenças crônicas renais e cardíacas também tenham o direito de gratuidade nas passagens do transporte aquaviário ferry-boat.

A indicação foi avaliada e aprovada na Assembleia Legislativa e será encaminhada ao governador Flávio Dino, para que seja transformada em Lei, e seja sancionada no Maranhão.

“O Estado Sou Eu”!

Sabem a máxima de “acusar outros daquilo que são”? Em certo estado do Nordeste, governado por esquerdista,  simples convocações de secretários para dar explicações são barradas pelos governistas, que cumprem “ordens superiores”.

A melhor definição de fascismo é a concentração de poderes nas mãos de um pequeno grupo, de um governante que governa para si. Hitler e outros ditadores fizeram isso.

Na Venezuela, em pleno  século XXI, o governante é autocrático, centralizado na figura de um ditador comunista. Entenda aqui sobre o fascismo comunista de Maduro e seus defensores. 

Detentores dos meios de comunicação, os fascistas se apossam da comunicação estatal, se não tem, eles compram ou alugam para repetir informações por unica via até serem absorvidas como verdades.  Em algumas capitais do Nordeste, o fascismos está transvestido de democracia.

O Estado manda em tudo, nos poderes. Manda calar, impede secretários de falar.

O governo está impedindo,, inclusive, que funcionários públicos que lidam com altas somas de recursos públicos sejam impedidos de falar, mandando calar quem deveria dar explicações.

São esses que calam secretários de dar explicações que acusam Bolsonaro de fascismo?

 

1 2 3 10