Tuitadas da semana: Polarização do poder, enquanto Bolsonaro desonera, comunismo aumenta gastos…

0

Bolsonaro desonerando o Brasil:

Para inicio de conversa, o governo federal demostrou que quer enxugar a máquina pública e vai vender esqueletos históricos, gargalos que só serviram de cabide de emprego para aliados. Se, de fato, a Ferrovia Norte-Sul vai dar lucros, depois de vendida é outra coisa.

Confira nas tuitadas:

Flávio Dino destacou em tuitada sua vitória sobre o grupo Sarney em livro:

Já no Maranhão, governador prefere gastar dinheiro para promover-se, há quem diga que a vitória nas urnas foi pela ojeriza popular ao antigo grupo político:

Jornalista mostra o tamanho do rombo:

Em tuitada nervosa, o jornalista e blogueiro Gilberto Leda conseguiu deixar alguns súditos do comunismo chateados. Leda mostra os gastos exorbitantes com publicidades em jornais do Sul do Brasil.

Leda foi mais ousado ao mostrar que os comunistas que acusaram por décadas o grupo Sarney por usar dinheiro público em promoção pessoal, faz uso das mesmas práticas midiáticas na atualidade, sendo o os cofres do Estado estão num buraco sem fundo:

Reforma da Previdência 

Ex-deputado Joaquim Haickel joga luz nos debates sobre a reforma:

“Diálogo”?

Allan Garcês mostra a forma clássica da velha política dialogar:

Os comentários estão desativados.