Wellington defende motoristas de vans e transporte alternativo do Maranhão

0

Na manhã desta segunda-feira (11), o deputado Wellington do Curso (PSDB) foi ao encontro de motoristas de vans que realizavam paralisação no Km-42 da BR-135, no povoado Bacabeira, a 58 km de São Luís. De acordo com os motoristas, o protesto foi motivado pela apreensão de 62 vans, na semana passada.

Na ocasião, o deputado entrou em contato com o presidente da Agência de Mobilidade Urbana, Lawrence Melo, e marcou reunião em caráter de urgência. A reunião fez com que os motoristas desfizessem a manifestação e acompanhassem o parlamentar até a MOB.

“Fomos até o local em que os motoristas de vans estavam mobilizados, atendendo à solicitação deles. Lá, tendo por objetivo conciliar os interesses tanto dos motoristas quanto do Maranhão, entrei em contato, imediatamente, com o presidente da MOB, que de pronto nos recebeu. Assim, foi suspensa a manifestação. Terminamos a reunião no início da tarde e, após mais de três horas de discussão, conseguimos encontrar soluções que atendessem a ambos, entre elas, um novo prazo para a regularização do transporte. Nosso mandato é assim: no meio do povo e com resultados”, disse Wellington.

Como encaminhamentos da reunião entre o deputado Wellington do Curso, a MOB e os motoristas, ficou decidido que será concedido o prazo de 45 dias, após a publicação da Portaria da MOB, para que os motoristas apresentem a documentação e, assim, regularizem a situação de seus veículos. Além disso, em relação às multas, o presidente da Agência Estadual comprometeu-se em avaliar os casos de forma individualizada.

Ainda na ocasião, Wellington propôs uma frente funcional organizada pela MOB para receber e prestar todo o auxílio técnico aos motoristas, o que permitirá que eles tenham amplo acesso à Agência de Mobilidade Urbana e, consequentemente, maior facilidade na regulamentação veicular.

Além disso, comprometeu-se em apresentar um Projeto de Lei que altere a Lei 7.736, entre outros pontos, quanto ao valor de multas cobrados dos motoristas. Há, também, proposta para que o governo garanta a concessão de incentivos fiscais visando à aquisição de veículos para uso exclusivo em transporte alternativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.