Comunista ficou caladinho: Sobre a primeira “privatização” de Bolsonaro: O “golpe “de Dilma, sem tuitada nem cometário de Flávio Dino…

0

O acerto de Bolsonaro não foi comentado no tuíter oficial do governador comunista. 

A nova diretoria da Petrobras assinou nesta quarta-feira, 30, acordo para venda da polêmica refinaria de Pasadena por US$ 562 milhões, que ficou conhecida como maior esquema de lesa-pátria, um verdadeiro símbolo da corrupção dos Lulo-comunistas.

Estranhamente, a notícia que trará de volta ativos para o Brasil, não foi comentada pelo governador tuiteiro, que perde horas preciosas em redes sociais, quando deveria estar tentando tirar o Maranhão da pobreza, ou melhor dizer, da Extrema Pobreza.

Abaixo, comentário do site O Antagonista:

Os comentários estão desativados.