Monthly Archives: novembro, 2018

Após corrupção desenfreada na pasta, Bolsonaro vai extinguir o Ministério do Trabalho e Emprego.

O presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro (PSL), resolveu extinguir o Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, após inúmeros escândalos de corrupção na pasta. Investigações apontaram vários esquemas de corrupção praticados por membros do Partido Democrático Trabalhista – PDT.

Uma das inúmeras ações da Polícia Federal no órgão foi a Operação “Workaholic” para desarticular um grupo de auditores, contadores e empresários que realizavam desvios no MTE. Os envolvidos participavam da quadrilha arrecadando mensalmente os valores de propinas que eram repassadas aos servidores públicos. Os desvios contabilizam  mais de R$ 7 milhões. Também foram encontrados indícios de sonegação do FGTS.

Outra operação da PF, a “Pronto Emprego” desbaratou uma quadrilha que atuava por meio da ONG Centro de Atendimento ao Trabalhador (Ceat) — inclusive um padre e a presidente da entidade, Jorgette Maria Oliveira (Braço direito do presidente do PDT, Carlos Lupi) — e um assessor do Ministério do Trabalho, lotado na Secretaria de Políticas Públicas de Emprego do MTE, capturados em flagrante por corrupção. Segundo a PF, eles pagavam propinas para facilitar aditamento a um convênio com o ministério que, desde 2009, já garantiu à ONG o repasse de R$ 47,5 milhões.

O Ministério do Trabalho é reduto histórico do PDT desde o governo Lula. A pasta era revezada por Lupi e Manoel Dias, que  é secretário-geral do partido. A pasta foi dirigida por Carlos Lupi, que, para assumir o cargo, deixou a presidência do partido, em 2007. Caiu 4 anos depois, em dezembro de 2011, já no governo Dilma Rousseff, em meio a denúncias, inclusive sobre esquema de propinas de ONGs e também sobre uso de avião alugado por dirigente de uma entidade – existem vários inquéritos abertos e em andamento contra os envolvidos. Muitos já figuram como réus no STJ e STF.

Envolvimento da sigla com problemas é recorrente

Em novembro de 2011, o então presidente do partido e ministério do Trabalho Carlos Lupi foi acusado de envolvimento com polêmico caso de desvio de dinheiro público. Lupi foi interrogado na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados, defendendo-se das denúncias.

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República recomendou a saída dele da pasta. Dias mais tarde ele entregou o cargo, após conversa com a então presidente Dilma Rousseff (PT).

Em maio de 2012, já na gestão Brizola Neto, denúncia de fraude envolvendo o órgão foi revelada pela CGU (Controladoria Geral da União), que detectou irregularidades na liberação de R$ 3 bilhões do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para imobiliárias.

Para arrematar a crise, há duas semanas, o assessor da Secretaria de Políticas Públicas do Ministério, Gleide Santos Costa, foi preso em flagrante em um hotel em São Paulo, com R$ 30 mil em espécie, que a PF suspeita ser dinheiro de propina. Surgiu então uma nova operação, a “Esopo”, que apontou o desvio de R$ 400 milhões para uma OSCIP que deveria prestar serviços de capacitação profissional em 11 Estados, o Maranhão é um destes.

Em tempo: presidente eleito acertou ou não, ao extinguir o MTE???

E mais: as investigações contra os envolvidos nos escândalos de desvios bilionários do órgão deverão ser surpreendidos com nova operação que vai ser deflagrada em 2019. (Blog do Felipe Mota)

O presidente da Câmara de Vereadores, Astro de Ogum (PR), revelou nesta segunda-feira (12), que é candidato a prefeito de São Luís em qualquer situação. “Vou mandar o recado e todos tenham a certeza que vou disputar a Prefeitura em 2020”, declarou o vereador.

Astro de Ogum disse que já deu sua contribuição como vereador, atualmente o presidente está no quinto mandato consecutivo.

O vereador ainda não sabe por qual partido vai disputar a eleição, mas que ele vai começar a pavimentar esse caminho, mesmo que não tenha apoio dos grandes grupos políticos, afinal sua candidatura nascerá do sentimento das ruas. “Será de baixo para cima”, revelou Astro de Ogum.

Após o anúncio, o presidente do PSL no Maranhão, Chico Carvalho fez o convite para que Astro se filie no partido de Bolsonaro. O presidente da Câmara revelou que vai avaliar. (Blog Diego Emir)

Na manhã do último sábado (10), o prefeito Luis Fernando Silva autorizou o início de mais obras de pavimentação. Desta vez, o bairro beneficiado, foi o Tijupá Queimado. Na localidade, o prefeito assinou Ordem de Serviço autorizando o imediato início de serviços de pavimentação e reconstrução das Rua Nova, Rua Nova 2, Rua 1 e Rua 2.

Luis Fernando incia obras no Tijupá Queimado

As vias, completamente comprometidas pelo descaso dos famigerados seis anos de destruição a que o município foi submetido, encontra-se praticamente inacessíveis para circulação veículos e locomoção dos moradores da região, mais uma realidade que será transformada.

A conselheira tutelar, Cláudia Lima classificou o momento como “festivo”, uma vez que disse que tudo que existe no bairro foi feito pelo prefeito Luis Fernando e que infelizmente durante sua ausência da prefeitura, o Tijupá Queimado foi abandonado pela gestão pública anterior.

“Esse é um momento festivo e por esta razão a comunidade está feliz. Luis Fernando foi o primeiro prefeito que olhou para nossa realidade e atendeu as necessidades básicas de nossa região, pois se temos saúde, educação foi ele quem trouxe”, desabafou a moradora.

Para o prefeito Luis Fernando a reconstrução do Tijupá Queimado assim como de todo o município é um compromisso melhora a condição de vida dos moradores. “Vamos seguir atuando fortemente na reconstrução do município e apesar de toda a dificuldade financeira que todos os municípios atravessam, não vamos parar”, finalizou o prefeito.

Nas últimas semanas, foram contempladas com esse conjunto de obras fruto de recursos provenientes de convênio com a Caixa Econômica Federal (CEF) ruas dos bairros Jardim Tropical, Maiobinha, Mestre Antônio e Tijupá Queimado. “Estamos enfrentando as dificuldades financeiras, mas mesmo assim não temos deixado de trabalhar graças as parcerias que temos firmado em favor do município”, completou o prefeito Luis Fernando, durante o evento autorizativo das obras.

Participaram ainda da solenidade o vice-prefeito Eudes Sampaio, o presidente da Câmara, Beto das Vilas, os vereadores Cristiano Pinheiro, Professor Salis, Manoel do Nascimento e Nádia Barbosa, além de secretários, lideranças e moradores do bairro.

Ameaça está fora do presídio de Pedrinhas, chama-se crime organizado… 

Prefeito assassinado por pistoleiros teve seu filho sequestrado e morto por policiais no ano de 2008, neste sábado, dia 10 de novembro, foi o próprio prefeito quem foi emboscado e assassinado com vários tiros.

Nas 217 cidades deste imenso Maranhão, o que mais se vê é violência, assassinatos, estupros de mulheres e crianças. O crime organizado, de fato, deixou de decapitar-se nos presídios do Maranhão. Porém, as mortes, tráficos, os crimes estão descontrolados aqui fora.

Só lembrando que o governador foi reeleito com as mesmas desculpas de sempre: tudo é culpa de Sarney.

Abaixo, trecho de jornal palaciano:

 

 

Resposta de Bolsonaro vai de encontro daqueles que o provocaram, cutucaram “onça com vara curta”.

Defensores do PT em pânico.

Pelas redes sociais, o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, mandou uma resposta direta aos corruptos e seus defensores. Na lista estão os esquerdistas que temem abertura da “caixa preta” da corrupção que destruiu a economia do Brasil (não foi “crise mundial”, foi roubo) durante os 13 anos de governo do PT-PMDB.

 

 

Gênio da lâmpada?

Comunistas querem sanar contas após campanha explorando o contribuinte, ou o mesmo que: bem feito para o eleitor que confiou nas mentiras dos comunistas, mesmo sabendo quem era Flávio Dino, deram provas que fazem tudo pelo poder, pois não têm planos para tirar o Maranhão da pobreza, mas, lotearem cargos públicos ocupando os poderes.

Projeto de poder:

O comunista quer tudo, faz pior que o Sarney. Nem o MAC escapou:

Querem maior prova? Flávio Dino fez, com o uso do governo, senadores, deputados federais, estaduais, prefeitos, vereadores, quer fazer o próximo presidente da OAB, se duvidar, até presidentes do Sampaio Correa e Moto Clube, não duvidem se já tenha colocado algum aliado no MAC (Maranhão Atlético Club). Te cuida, Sérgio Frota…

Genial? Ora, um gestor que não muda, nada de novo acrescentou ao maranhão, a não ser aumentar impostos, tomar bens (carros e motos), dificultar o comércio ( fechar micro empresas) em beneficio dos grandes, como foi visto durante quatro anos que o Mateus dominou o mercado.

A dura realidade fora das propagandas enganosas: o Maranhão aos poucos retorna ao normal: pobreza, miséria, fome, destruição sem fim.

A solução genial? Aumentar impostos, explorar, enganar, empobrecer o povo, como fizeram em Cuba e na Venezuela. Essa é a dura realidade, isso é o comunismo. Parabéns, eleitores: a conta chegou!

Após derrame milionário para fazer sua bancada de aliados, o comunista já se prepara para explorar (ainda mais) o povo pobre do estado que entrou na Estrema Pobreza, o Maranhão.

Esse é o comunismo que explora e destrói vidas piorando ainda mais o Maranhão. Abaixo, trecho do blog do Jornal O EMA:

 

Por proposição do Deputado Zé Inácio (PT), foi publicado nesta quinta-feira 08/11, no diário da Assembleia Legislativa a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que irá investigar as denúncias de irregularidades nos imóveis construídos pela empresa Cyrela no Maranhão.

O Requerimento de nº 129/18, que originou a comissão, é de autoria do Deputado Estadual Zé Inácio (PT). Na próxima segunda-feira 12/11, será realizada reunião da comissão para eleição do presidente, vice, relator e elaboração do plano de trabalho.

“A abertura da CPI é um clamor da população que nos buscou na Assembleia, após várias ações judiciais já tramitarem para reparar os danos sofridos, mas precisamos aprofundar essa investigação sobre a Cyrela que tem descumprindo os direitos dos consumidores”, disse Zé Inácio.

No Diário da Assembleia já consta a lista dos deputados que irão compor a CPI. A comissão será composta por sete parlamentares e sete suplentes, que deverão no prazo de 120 dias apurar as responsabilidades e irregularidades dos empreendimentos nos condomínios Jardim Toscana e Jardim Provence, no bairro Altos do Calhau, Vitória, no bairro Forquilha, e Pleno Residencial, no bairro Jaracati, que apresentaram imensuráveis falhas e problemas na construção dos empreendimentos como: vazamento de gás, irregularidades no sistema elétrico, hidráulico, revestimento cerâmico e infiltrações.

A justiça cada vez mais obesa e o povo do Brasil cada vez mais explorado:

Eunício Oliveira, do MDB ao lado do presidente Temer, ambos se despedindo, mas antes de sair vão deixar uma surpresa para quem fica.

O sentimento é o mesmo, não importa se é da direita ou esquerda, quando chegam ao poder, só fazem piorar a vida do povo.

Que o novo chegue e traga mudanças!

 

Maranhão no vermelho:

Um gestor de verdade traz lucros. Mas, como era esperado, o Estado pobre do Maranhão, governador por comunistas, até agora, só trouxe prejuízos ao povo pobre, cada vez mais pobre.

Um gestor de verdade não causa ônus, nem precisa onerar, argolar a população com medidas exploradoras, aumentando impostos, tomando bens, forçando empresas fecharem, nem usa dinheiro de autarquias para compensar perdas dos cofres públicos (pedaladas).

Entenda um pouco dos prejuízos do Maranhão na reportagem abaixo:

Antaq proíbe Emap de realizar transferência de recursos ao Estado do MA

Governo Flávio Dino teria transferido irregularmente mais de R$ 140 milhões da empresa para os cofres do Tesouro Estadual

(Atual-7) A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) baixou uma resolução onde proíbe a Empresa Maranhense de Administração Portuária, que gerencia o Porto do Itaqui, de realizar, por quaisquer meios, a transferência ao Estado do Maranhão de recursos de sua receita tarifária, oriundas do Convênio de Delegação nº 016/2000 — que deu ao Estado, por meio da Emap, autoridade portuária para administrar e explorar o Itaqui, do Cais de São José de Ribamar e dos Terminais de Ferry-Boat da Ponta da Espera, em São Luís, e do Cujupe, em Alcântara.

A determinação foi assinado pelo diretor-geral da Antaq, Mário Pova, no último dia 17, após Reunião Ordinária realizada pela Diretoria Colegiada no mesmo mês, e publicado no Diário Oficial da União (DOU) dois dias depois, quando entrou em vigor.

“O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS – ANTAQ, no uso da competência que lhe é conferida […] resolve: […] Determinar à Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP que se abstenha, até final decisão, de realizar, por quaisquer meios, a transferência ao Estado do Maranhão de recursos de sua receita tarifária, oriundas do Convênio de Delegação nº 016/2000”, diz trecho do documento.

A deliberação, diz a resolução, foi tomada no bojo do processo n.º 50300.006065/2018-90, que corre em sigilo, e fortalece a suspeita da transferência supostamente irregular de mais R$ 140 milhões da Emap pelo governo de Flávio Dino (PCdoB) aos cofres do Tesouro Estadual.

O ATUAL7 solicitou por e-mail à assessoria da Emap e ao Governo do Maranhão um posicionamento sobre o assunto e aguarda retorno.

Segundo o advogado Thiago Brhanner Costa, que atua pelo escritório Pedro Leonel Pinto de Carvalho & Advogados Associados, autor de uma ação popular que tramita na 3.ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Maranhão contra a manobra e pela devolução dos recursos tomados da Emap, a própria União, por meio da Secretaria Especial de Portos da Presidência da República e da própria Antaq, já se manifestou no sentido de que o Executivo estadual não pode sequer criar normas para o Porto do Itaqui, tampouco gerir recursos provenientes da exploração e administração da área.

“[O convênio] estabelece de forma clara a destinação da remuneração proveniente da referida exploração. Depreende-se do aludido Convênio que a receita portuária deverá ser administrada pela EMAP, cabendo a esta aplicar toda remuneração obtida através da exploração EXCLUSIVAMENTE ‘para o custeio das atividades delegadas, manutenção das instalações e investimento do Porto e demais áreas delegadas’”, destaca o advogado na ação.

Mistério:

Como o comunismo conseguiu falir o Estado com tantos recursos?

Após ser reeleito, o rombo apareceu.

Pergunta-se: quando o comunista vai mostrar a cara e falar da situação financeira do Estado?

Os técnicos financeiros do governo repassaram dados importantes dos cofres públicos aos deputados, uma avalanche de interrogações se voltaram contra o Palácio dos Leões, sob a égide da Foice e do Martelo, que praticou um comunismo retrogrado em quatros anos da gestão de Flávio Dino, que foi reeleito e colocou uma gigantesca bancada de aliados no poder nas eleições deste ano.

Abaixo, trecho da reportagem do Edgar Ribeiro:

Confira no link abaixo e confira na íntegra a reportagem e tire suas conclusões:

Clic aqui e confira: 

1 2 3 4