Monthly Archives: outubro, 2018

Época de boa musica, sem ideologias, partidarismos, nem separações.

Uma antiga musica dessa banda que balançou os anos 80 sem a intromissão petista. À época, fazia sentido ouvir musica dos “gringos” “burgueses”.

A família é sagrada, quem lutar contra as crianças vai cair nas mãos do Deus Eterno. 

Um recado aos comunistas: deixem as crianças, não tentem ferir a inocência delas.

O governo “socialista” falhou quando deveria cuidar da economia do Brasil e tentou se entrometer em assuntos da família. É verdade que existem movimentos que agem contra a família, as crianças e o casamento. Aliás, essa é a principal pauta da atualidade, uma aberração política crescente que tira o foco do mais importante, que é cuidar da pobreza para se entrometer em assuntos domésticos.

Como confiar num Haddad “verde e amarelo”, que diz que não fez o “kit gay” para as escolas?

c

Como confiar num homem de “duas caras”?
Era vermelho e virou “verde e amarelo” negando o kit gay…

O PT desmoralizou a política, com a maioria de sua liderança presa por corrupção, o PT de Lula está querendo eleger o próximo presidente. Detalhe:  de dentro da cadeia. Existe coisa mais diabólica? Ainda bem bem que Deus existe,mesmo que os comunistas não acreditem.

Quem tirou Lula, Dilma, Haddad foi o Deus Eterno, Jesus Cristo é Pedra que quebra e destrói os soberbos. Quem se levanta conta a sagrada família, quem intenta contra a inocência das crianças  receberá merecido castigo.

Fechando essa breve reflexão com as palavras do Cid Gomes: “Babacas, é por isso que vocês vão perder”.

P.S. Não precisei falar em Bolsonaro, afinal, o texto é sobre o castigo dos soberbos.

Lutemos pelas crianças, por um Brasil de pessoas humildes, que defendam a família.

Até o dia 28 de outubro, uma boa eleição.

 

Sabotagens do PT, Lula continuará na cadeia:

Haddad pedindo votos para Flávio Dino no primeiro turno motivou apoio do Clã Sarney para Bolsonaro no segundo turno.

O site O Antagonista diz que houve sabotagem de Lula ao PDT cearense, também ao MDB maranhense. Lula desconcertou  Ciro para beneficiar Haddad, que cresceu e foi para o segundo turno com Bolsonaro.

No Maranhão, no segundo turno, Roseana Sarney e todo Clã deram o troco para Lula-Haddad.

Só lembrando que o Ciro Gomes ficou conhecido nestas eleições pela promessa de “soltar Lula”, caso eleito presidente. Pois é, não deu para Lula.

Abaixo, trecho de O Antagonista:

Maragatuno cearence detona papudinho sulista: “vai perder babaca”.

Para quem se elegeu senador bancado pela máquina pública e com o discurso do ódio, de chamar Temer de “Golpista” sem fazer ao menos uma criticazinha ao esquerdismo corrupto do PT, pedetistas tiveram que engolir à seco a critica feita aos petistas e corruptos que aceitam a imposição do ex-presidente Lula cabeça baixa.

Abaixo, Cid Gomes, senador eleito pelo PDT do Ceará mostrando que não baixa a cabeça e, diferente de muitos comunistas que batem palmas para os corruptos, Cid lavou a alma dos cearenses e demais brasileiros nordestinos. Cabra macho.

Fascistas incitam atos de intolerâncias em SP.

Durante um evento do PSOL em São Paulo, Guilherme Boulos, candidato derrotado a presidente pelo PSOL, incitou, ao lado da Presidenta do PT, partido de Fernando Haddad e outros aliados de Lula, usarem de violência contra Jair Bolsonaro e sua família.

No vídeo, os petistas aliados de Haddad gritavam palavras de ordem contra o candidato do PSL, que recupera-se de uma facada deferida por um ex-membro do PSOL recentemente. No vídeo não causou estranheza a presença de petistas aplaudindo a atitude extrema, comprovando o desespero e falta de democracia.

Flávio Dino monta palanque para Haddad e se prepara para atacar Bolsonaro.

“Reportagem” da Difusora requentando ataques a Bolsonaro feitos pelo tuíter oficial…

Os ataques pessoais que beiram total falta de controle partiram do comunista nas redes sociais, logo após, passaram para as emissoras alugadas, blogues, sites, e rede de rádios e TVs, etc.

Demostrando descontrole e desespero, Flávio Dino pretende”gazetar” serviço nesta segunda-feira, 15, para “dar entrevista” (pool de emissoras), através da rádio estatal para atacar Jair Bolsonaro. O governador reeleito, que acabou de sair de uma eleição que consumiram muitos milhões dos cofres publícios, deveria estar preocupado em tirar o Estado do atraso e a população da pobreza (Extrema Pobreza), ao que tudo indica, não desceu do palanque, e passou a atacar um político bem avaliado nas pesquisas.

Na manhã desta segunda-feira, 15 de outubro de 2018, as emissoras alugadas pelo seu grupo político (que há dois anos estão sendo usadas para atacar adversários políticos) passaram a “noticiar” conteúdos contra Bolsonaro.

Confira abaixo um trecho desta manhã:

Advogados que integram o Movimento “A Ordem é Reconstruir” informaram, através de nota, que pretendem ajuizar, até a próxima semana, ação judicial contra o comando da Seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA).

A demanda terá como escopo a inércia da entidade, quanto aos pedidos de impugnações, de um dos membros da Comissão Eleitoral, responsável em conduzir o processo eleitoral, marcado para o dia 23 de novembro.

No dia 21 do mês passado, os causídicos protocolaram documento impugnando o advogado Sérgio Victor Tamer, que foi escolhido como membro da Comissão Eleitoral, pela atual gestão da Ordem, conforme edital de convocação para o pleito, divulgado no último dia 17.

As impugnações foram assinadas pelos advogados Valdir Rubini, Itamargarethe Corrêa Lima, Claudia Roberta Divino, José Roberto Cutrim, Daniele Mendes Ferreira, Itamarcia Almeida, Itallana Corrêa, Maria Luzinete, Ionara Pinheiro, Adriano Santos Araújo e Pedro Michel.

Os defensores alegam que o advogado deve se abster de participar da condução das eleições, em função de ser sócio do Centro de Estudos Constitucionais e de Gestão Pública (CECGP), empresa que mantém convênio com a atual gestão da entidade.

Diante do impasse e da falta de respostas, ocasionando o descumprimento do prazo estipulado no Art. 6º, inciso IV, do Provimento nº 146/2011, os impugnantes devem ajuizar na Justiça Federal, na próxima semana, uma ação de obrigação de fazer com pedido de tutela de urgência, com base no do art. 300, do CPC/015.

“Quando a lei fica silente em relação aos prazos, devemos nos valer da exegese para uma interpretação análoga à outros dispositivos legais similares.

Ora, se os prazos para as impugnações de membros da Comissão Eleitoral, para defesa dos impugnados e para proclamação da decisão, devem ser os mesmos dos capitulados no Art. 6º, inciso IV, do Provimento nº 146/2011 (03 e 05 dias), estamos justamente aplicando a analogia e fazendo uma boa interpretação do Direito.” diz a advogada Ionara Pinheiro, uma das impugnantes.

“Ouçam a voz das ruas”, “O novo tem que nascer”, Deixar brotar o novo dos escombros do velho”…

Roberto Rocha declaração de apoio a Jair Bolsonaro presidente:

Vem de um dos grandes pensadores da esquerda, Antonio Gramsci, a famosa frase que diz: “a crise consiste precisamente no fato de que o velho está morrendo e o novo ainda não pode nascer”.

Plenário do Senado

O Brasil vive essa transição, para tempos ainda incertos. Mas a população já deu uma demonstração de que não aceita que o velho continue dominando a política.

Como querer que o líder de um partido comande os destinos da nação, de dentro da prisão? Como esperar que esse partido eleja os chefes dos três poderes? Esse foi o triste legado do PT, que ainda acena com brilhantes conquistas sociais, mas é incapaz de fazer uma simples autocrítica sobre os escândalos que envergonharam o País.

Nossa democracia passará o teste decisivo sobre sua solidez. Temos instituições e mecanismos para que prevaleçam todas as cláusulas jurídicas de nossa Constituição. Essa é a lição que o eleitor vem dando, ao valorizar a democracia e a alternância de poder.

Manifesto meu voto em Jair Bolsonaro, sem pedir nada em troca, mas apenas me associar à vontade geral do povo, para que brote o novo dos escombros do velho.  E que os derrotados, tanto o PT quanto o PSDB, ouçam o clamor das ruas e refaçam seus destinos.

Roberto Rocha

Senador da República

1 2 3 4 5 8