Novos senadores pelo Maranhão ainda nem assumiram e já demostram que pretendem ser “paus mandados” de Flávio Dino…

3

Ainda vivemos a velha política, como nos tempos do coronelismo?

O novo senador eleito, Weverton Rocha, que vivia jogando indiretas e piadinhas, estaria tentando levar para o STF um processo por “homofobia” contra o senador Tucano Roberto Rocha. Weverton, que corre e grita “pega ladrão” deveria ter cuidado ao pisar os pés na suprema corte.

Servilismo? A classe política maranhense não pode se deixar, novamente, ser tratada como marionetes do governador. Já basta os que não foram reeleitos por terem votado pelo aumento dos impostos na legislação de 2014 a 2018. Esses apenas repetiram aquilo que foi feito por décadas atrás.

Os novos senadores eleitos pelo Maranhão, respectivamente nesta ordem: Eliziane Gama, logo depois, Weverton Rocha, não podem cair neste erro, mandato é do povo, para o povo.

Weverton Rocha, nem sequer assumiu seu mandato de senador, já demostra que pretende fazer: perseguir adversários de Flávio Dino, e quem sabe, afastar possíveis adversários do comunista ou seu, já que não esconde que quer ser governador. Confira abaixo o mais novo absurdo da politicalha comunista:

A evangélica parece que se complicou toda com sua igreja. Já o pedetista, demostra que vai usar o senado para atacar o tucano, Roberto Rocha, que é devidamente explicado pelos Leões vermelhos da Pedro II. Rocha é visto como ameaça aos planos de Flávio Dino de tornar-se liderança absoluta no Maranhão.

Confira:

Depois de ser chamada pelo beiço a apoiar o candidato de Lula (que está preso pela PF), o petista Fernando Haddad. Eliziane Gama é uma representante do seguimento cristão no Planalto, que demostrou que pretende se submeter, tudo indica que, às ordenanças do patrão, chefe, ou, segundo se fala nos bastidores do poder local: “o mandato de senador é de Flávio Dino”. Se Eliziane Gama foi eleita para servir aos anseios do comunismo, não da bancada evangélica, não deveria ter pedido votos nas igrejas.

 

 

 

3 respostas para “Novos senadores pelo Maranhão ainda nem assumiram e já demostram que pretendem ser “paus mandados” de Flávio Dino…”

  1. Torço por RR, afinal o candidato com melhores propostas era ele, mas como articulador deixou a desejar no momento que não filiou Braide e o lançou como candidato pelo PSDB, tinha real possibilidade de ir para o segundo turno, só RR não vislumbrou essa possibilidade.

  2. RR tem que se preparar para a eleição de deputado estadual em 2022, se quiser ainda ter mandato, pois saiu muito mais fraco do que entrou nessa eleição, perdendo até para a bolsominion, Maura Jorge, e mostrando a fraqueza de seu partido, que só elegeu um deputado estadual.

    • RR mete medo em muita gente, mas não se preocupe, ele sabe se superar, senão não estaria hoje no senado.