“Fake News”? Mais um processo contra Weverton Rocha foi aceito pela Justiça

1

Mesmo posando de bom moço, o deputado federal e candidato ao Senado Federal pelo PDT, Weverton Rocha, foi surpreendido nesta quarta-feira, 19 de setembro, com decisão do Juiz Nelson Loureiro dos Santos da 6ª Vara de São Luís. O magistrado acatou a Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF) pelo crime de improbidade administrativa.

Justiça aceita mais um processo contra Weverton Rocha

Isso significa que Weverton terá que responder pelos problemas encontrados nos repasses de recursos federais do FNDE ao Estado do Maranhão, em 2008, exatamente na época em que ele era o Secretário de Esporte e Juventude do Estado do Maranhão.

Segundo o magistrado, “os argumentos trazidos pelos requeridos [entre eles, Weverton Rocha] em suas defesas preliminares não são suficientes para afastar desde logo a ocorrência de ato de improbidade, sendo necessário o avanço da causa para a fase instrutória”.

O mais irônico é que, ainda nesta quarta-feira, o candidato de Flávio Dino (PCdoB) publicou em sua página no Facebook um recorte de jornal que acusa o deputado estadual e candidato ao Senado Federal pelo PSDB, Alexandre Almeida, de virar uma “metralhadora de denúncias”.

No comentário sobre o texto assinado por Weverton, o pedetista diz que “não adianta vir com fake news que o povo do Maranhão está atento. Para cada notícia difamatória, temos trabalho e verdade para mostrar”. A decisão da justiça de hoje não parece nenhuma “fake news” e pode ser conferida através de consulta pública aqui.

Entenda o caso

A reação ocorreu depois que Alexandre Almeida divulgou nas redes sociais um vídeo (veja) em que dois jovens fazem uma pesquisa na rua e demonstram aos eleitores, através do aplicativo Detector de Ficha de Políticos, a quantidade de processos pelos quais Weverton Rocha responde.

Com apenas 38 anos, o pedetista já responde por cinco ações diferentes de crimes contra a Lei de Licitações, improbidade administrativa e dano ao erário.

Weverton Rocha respondeu dizendo que “a diferença [entre os dois] é que a gente tem a nossa militância para responder por nós. Sei apanhar, mas também sei bater”.

Veja a lista de processos que Weverton responde:

Inquérito nº 3621/ Ano: 2013 / STF

É investigado em inquérito que apura crime na Lei de Licitações quando era secretário de Esporte do MA. Segundo denúncia, Rocha teria favorecido empresa na contratação para reforma e ampliação do Ginásio Costa Rodrigues em São Luís (MA), praticando dispensa irregular de licitação. A denúncia foi recebida.

Inquérito nº 3394/ Ano: 2012 / STF

É alvo de inquérito referente à crimes de peculato, corrupção passiva e ativa. Segundo denúncia, quando era assessor especial do Ministério do Trabalho e Emprego, Rocha teria praticado desvio de verbas por meio da contratação irregular de ONGs pela pasta. A investigação foi enviada para a Seção Judiciária do Distrito Federal (DF).

Ação Civil de improbidade administrativa/ TRF

De acordo com a denúncia, quando assessor do Ministério do Trabalho, Rocha teria se beneficiado de fretamento de jatinho custeado por entidade social que mantinha convênio com a pasta.

Ação Civil pública Nº 37418-04.2009.8.10.0001/ Ano: 2009 / TJ

Com dano ao erário. É acusado de, quando secretário de Esporte, ter usado verba pública para reformar o campo de futebol da Associação dos Delegados da Polícia Civil (ADEPOL).

Ação Civil de improbidade administrativa Nº 0039385-25-2012.4.01.3700/ Ano: 2012 / TJ

É alvo de Ação Civil de Improbidade Administrativa movida pela Ministério Público Federal. (Blog do Ludwing)

Uma resposta para ““Fake News”? Mais um processo contra Weverton Rocha foi aceito pela Justiça”

  1. Agora vão começar falar a verdade sobre esse desesperado que ta batendo na irmã Eliziane Gama