Monthly Archives: julho, 2018

Lula Livre a todo custo?

PGR faz calar até o “professor de Deus”.

Que o Brasil é o pais da impunidade todos sabem. Vez por outra uma luz no fim do túnel parece brilhar, como nas palavras da Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, questionando a soltura do Lula por uma canetada dada por um desembargador fez no domingo, a pedidos de políticos, assinaram o pedido três deputados federais do PT.

Pegou mal ao político conhecido pela alcunha de “professor de Deus”, que tenta invalidar a prisão de Lula, que foi julgado e condenado por tribunais (colegiados), com provas adquiridas por investigações de forças tarefas da Polícia Federal, MPF, MPU, etc.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o estado do Maranhão é um dos 03 estados brasileiros que aumentaram o preço de referência da gasolina em uma variação de 10,75%. A conduta de Flávio Dino já reflete no aumento do preço da gasolina no Maranhão, o que fez o deputado Wellington solicitar que o governador aja com responsabilidade e reduza o ICMS no estado.

Ao se pronunciar, o deputado Wellington evidenciou que Flávio Dino vai na contramão do que um Governo responsável faria, já que, em um cenário de crise financeira, o governador aumentou preço de referência da gasolina.

“O governador Flávio Dino é o mesmo que aumentou os impostos no ano passado, prejudicou a parcela mais pobre do nosso estado com o aumento de impostos que nós votamos contra. Eu votei contra o aumento de imposto e aumentaram os impostos do combustível, da energia elétrica. E quem mais padece com isso é a população mais pobre, é a população mais carente. E vejam o absurdo: depois da greve dos caminhoneiros, três estados aumentaram o preço da gasolina e o Estado do Maranhão aumentou o preço da gasolina 10,75%. Tanto que nós pedimos ao Governador Flavio Dino, tanto que nós imploramos ao Governador Flávio Dino, tanto que nós lutamos para que o Governador Flávio Dino reduzisse o preço do combustível, reduzisse o preço da gasolina. E o que o Governador fez? Massacrou a população, aumentando o preço da gasolina”, disse o deputado Wellington.

Mercantilismo político-eleitoral-governista?

Abaixo, dois casos descritos pela imprensa maranhense comprovando uso eleitoral das estruturas públicas, mas a Justiça Eleitoral (TRE) que está processando jornalistas finge não ver, falar ou ouvir nada. O que é pior, fingem-se de mortos próximo de uma importante eleição…

POLÍTICA COMO NEGÓCIO. Josimar com Roseana; e o mesmo gesto ao lado de Flávio Dino

ELEIÇÕES 2018: Flávio Dino avisa que sem o PT na coligação com o PCdoB petistas terão cargos tomados.

Isso significa que até “dinopetistas” como Chico Gonçalves (Direitos Humanos), Lawrence de Melo (MOB) e até o próprio Augusto Lobato, que é assessor especial do governador, deverão entregar seus postos. Candidatura própria, chapa camarão e coisas do tipo, nada disso vai garantir os cargos nem mesmo aos mais dos leais e fiéis “dinopetistas”: todos terão seu cargos tomados para que o Palácio dos Leões possa usá-los para atrair novos aliados.

O governador Flávio Dino (PCdoB) já deixou claro para o presidente estadual do PT, Augusto Lobato, que se o partido não coligar pela reeleição do comunista os petistas perderão todos os cargos, sinecuras e penduricalhos que têm no âmbito do Governo do Estado.

Isso significa dizer que não vai adiantar apenas a fração “dinopetista” brigar pela coligação com o PCdoB: o PT terá que seguir com os comunistas de qualquer jeito mesmo não tendo qualquer espaço na chapa majoritária.

Resumo da opereta: ou o PT vai pelo beiço com o PCdoB ou nadica de nada de cargos, sinecuras e penduricalhos no “Governo de Todos Nós”.

A regra é clara! (Do Blog do Robert Lobato)

Leilão Partidário…

Josimar de Maranhãozinho se aproxima de adversários de Flávio Dino para arrancar do comunista questões de seu interesse, em troca do apoio do Partido da República; e conseguiu

POLÍTICA COMO NEGÓCIO. Josimar com Roseana; e o mesmo gesto ao lado de Flávio Dino

Tido como um dos membros mais controversos da Assembleia Legislativa, o deputado Josimar de Maranhãozinho (PR) fez jus à fama e resolveu por o seu partido em uma espécie de leilão eleitoral.

Insatisfeito com o governador Flávio Dino (PCdoB) – por conta da não liberação de recursos de seu interesse – Maranhãozinho saiu a negociar sua legenda com tantos quantos pré-candidatos pode alcançar nos últimos dias.

Mas o jogo do deputado tinha apenas um objetivo: jogar na parede o próprio Flávio Dino.

Com estilo arrojado para os padrões políticos maranhenses, Josimar – que fez carreira nas regiões do Gurupi e do Alto Turi, duas das mais tensas do Maranhão – usa dos meios possíveis que dispõe para alcançar seus objetivos políticos.

E foi para cima de Flávio Dino.

Sua arrojada ação deu resultados: o governador comunista chamou o parlamentar ontem, em Palácio dos Leões, para tratar das articulações para formação da aliança que vai embalar seu projeto de reeleição.

E pelo semblante do deputado ao deixar a casa do comunista, a conversa foi o que se pode chamar de “excelente” para ele.

Os leilões partidários às vésperas de convenções eleitorais são praxe no frágil processo político brasileiro, sobretudo com legendas sem qualquer definição ideológica, conteúdo programático ou doutrina definida, como é o caso do Partido da República.

E obviamente, Flávio Dino deve passar por outras pressões do tipo da de Josimar de Maranhãozinho, tendo que abrir as portas e os cofres do Palácio dos Leões.

E quem vai pagar a conta, claro, é o povo do Maranhão…

(Marco D’éça)

Já era madrugada desta quarta-feira quando o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória 827/18, que muda dispositivos relativos à jornada de trabalho dos agentes comunitários de saúde e de combate às endemias.

Entre as novidades consta o aumento do piso salarial da categoria em 52,86% ao longo de três anos.

“É uma conquista significativa pois há quatro anos essas duas categorias não tem reajustes dos seus salários”, argumentou Hildo Rocha, um dos parlamentares da bancada federal do Maranhão que mais trabalhou pela aprovação da MP.

Saúde preventiva

Hildo Rocha destacou a importância do trabalho desenvolvido no dia-a-dia, pelos agentes de saúde e de combate às endemias.

“São eles que vão de casa em casa, fazem o acompanhamento das vacinações, fazem a saúde preventiva. O sarampo está voltando. Sem o trabalho desses profissionais não irá demorar muito tempo para que essa e tantas outras doenças se alastrem Brasil afora. Portanto, é nosso dever proporcionar melhores condições de trabalho para que eles possam realizar as suas atividades com maior eficácia”, argumentou o parlamentar.

Ex-juiz Flávio Dino perdeu para concursados na Justiça, mas não cumpre ordem judicial…

Vários candidatos do concurso da PM-MA de 2017, que foram.aprovados dentro do número de vagas, ms que tiveram alguns erros, decidiram entrar na justiça e conseguiram liminar, porem, o governador Flávio Dino não cumpriu nenhuma das liminares da justiça.

“Nós fizemos todas as etapas do concurso, mas por erro da banca organizadora fomos eliminados. Agora o governador nomeará dois mil candidatos que fizeram o curso, sendo que nós precisamos fazer o curso para obtermo nossa nota final no concurso e nossa classificação.

Estamos sendo totalmente lesados. Gastamos com exames, viagens e etc”, disse um dos candidatos.

O grupo soma um total de 150 pessoas, todas com liminares  concedidas desde abril, mas, o ex-juiz, que, foi gogozar no tuiter que “decisão da justiça tem que ser cumprida” até hoje não cumpriu a ordem da justiça, confira na tuitada abaixo:

Para tentar justificar Lula Flávio Dino cita a Justiça, porém, o mesmo não atribui a frase “ORDEM JUDICIAL DEVE SER CUMPRIDA” ao seu estado, pois cerca de 150 candidatos aptos no concurso da Polícia Militar ganharam judicialmente o direito de adentrar ao Curso de Formação de Soldados, mas não tiveram suas liminares cumpridas.

Liminares estas que geram multas exorbitantes ao estado, porém, o governador decidiu não convocá-los e muito menos se pronunciou sobre o caso dos candidatos Sub-judicies de 2017.

Abaixo, ordem judicial descumprida pelo ex-juiz Flávio Dino:

 

O vereador Estevão Aragão (PSDB) cobrou, na última sessão plenária, a oficialização de uma data para a convocação do titular da Secretaria Municipal de Obras e Recursos Públicos (SEMOSP), Antônio Araújo, para prestar esclarecimentos à Câmara de São Luís a cerca dos constantes alagamentos nas principais vias da capital, decorrentes das fortes chuvas.

Vereador Estevão Aragão

Estevão Aragão lembrou à mesa diretora da Casa Legislativa que o pedido, de autoria do vereador Cezar Bombeiro (PSD), foi aprovado pelos parlamentares desde maio deste ano. “Peço que a mesa marque a data da vinda do secretário de Obras, assim que retornarmos as atividades. Precisamos de explicações urgentes sobre a infraestrutura de nossa cidade”, disse.

Ação

No mês passado, após denúncias de moradores, a Prefeitura chegou a ser acionada pelo Ministério Público por falta de asfalto em ruas dos bairros Jardim São Cristóvão I e II, além do Ipem São Cristóvão nas áreas de São Cristóvão e Cidade Operária.

O MP pediu asfaltamento, recuperação, drenagem e esgotamento sanitário, já que foi constado pela Coordenadoria de Obras, Engenharia e Arquitetura órgão, que a pavimentação alegada pelo município foi somente a aplicação de lama asfáltica, o que seria um reparo provisório.

Diário do Poder

Polícia e órgãos da Justiça ignoram graves ameaças ao juiz da Lava Jato

Estes são alguns dos tweets com ameaças de morte ao juiz federal Sérgio Moro.

A armação petista para tentar a soltura do ex-presidente Lula, domingo, fez ressurgir com força ameaças de morte ao juiz federal Sérgio Moro nas redes sociais. “Gente, temos que mandar matar o Moro”, diz um dos posts no Twitter, associando-se a outros como o que exorta os adoradores curitibanos de Lula a “ir ali e matar o Moro”, outro pediu um “assassino de aluguel” uma mulher promete: “Eu vou matar o Moro”. Outra promete festa e cerveja de graça no dia que matarem o juiz. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A coluna procurou o Conselho Nacional de Justiça, a Justiça Federal do Paraná e a Polícia Federal. Ninguém quis falar sobre as ameaças.

No Brasil costumam subestimar ameaças públicas de morte, mas, pelo sim, pelo não, o juiz Sérgio Moro tem proteção federal 24 horas por dia.São dezenas de mensagens de ódio. O Twitter diz ter “política rigorosa” contra isso, mas não respondeu aos questionamentos sobre o assunto.

A Ajufe, entidade de juízes federais, curiosamente não se impressiona. Sua assessoria informou que “não há indicativo de posicionamento”.

Por iniciava do deputado Cabo Campos (PEN), foi realizada, nesta terça-feira (10), no Plenário Nagib Haickel, Sessão Solene em homenagem aos 70 anos de fundação do Estado de Israel. Presidida pelo deputado Vinícius Louro (PR), a sessão contou com a presença do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley; do secretário de Estado de Relações Institucionais, Luís Carlos Porto (representando o governador Flávio Dino); do secretário municipal de Agricultura e Pesca, Ivaldo Rodrigues (representando o prefeito Edivaldo Holanda Júnior) e dos pastores Zezinho e Mário Porto, entre outros.

“Nós temos de saudar o embaixador Yossi Shelley não somente pelo respeito religioso, mas, também, porque ele está trazendo benefícios para o Maranhão, a partir de parcerias com o Governo do Estado,  município e iniciativa privada”, disse Cabo Campos, destacando os projetos nas áreas de dessalinização e agronegócio.

Cabo Campos mencionou o evento realizado ontem (9), no auditório do Sebrae, com a presença do embaixador e de prefeitos da Baixada Ocidental maranhense, quando foram discutidas possíveis parcerias entre os municípios e Israel.  “O que de concreto isso trará para o Maranhão, nós só saberemos no futuro. O que temos de concreto é a parceria com o Governo do Estado em relação ao projeto de dessalinização, uma tecnologia israelense para tirar o sal da água salgada. Há, ainda, projetos importantes na área do agronegócio”.

Segurança pública

O sistema de segurança pública de Israel é elogiado por vários países. Prova disso é que os maiores exércitos do mundo são treinados naquele país.  “Nós sabemos que Israel é um país de ponta na área da segurança pública. Os policiais do BOP do Rio de Janeiro, por exemplo, fazem cursos lá. Logo, por que não mandar os nossos agentes para treinarem lá?”, disse Cabo Campos, anunciando que apresentará projeto de lei para tentar viabilizar a parceria.

O deputado Vinícius Louro parabenizou a iniciativa do deputado Cabo Campos e expressou satisfação em presidir a sessão. “O embaixador já recebeu o título de ‘Cidadão Maranhense’ e foi homenageado com a ‘Medalha Manuel Beckman’. Nada mais justo do que mais esta iniciativa”.

O embaixador agradeceu a gentileza. “Eu estou feliz de estar aqui e agradeço por esta oportunidade”, disse, informando que esta é a terceira vez que vem ao Maranhão e que já tratou de parcerias com o Governo do Estado para o tratamento da água salgada e discutiu ainda a questão da parceria na área da segurança pública.

O secretário Ivaldo Rodrigues ressaltou que o embaixador é uma autoridade querida do Maranhão. “Uma comissão maranhense esteve em Israel no mês passado, fazendo contatos na Feira de Tecnologia e de Agricultura (Agritec). Eu acho que essa  homenagem é justa, levando-se em consideração, principalmente,  a importância desse país, não somente do ponto de vista religioso, mas sobretudo, no que diz respeito à agricultura  e à tecnologia, pois eles têm o que há de melhor para oferecer  ao mundo inteiro”, observou Ivaldo Rodrigues.

1 2 3 4 7