Monthly Archives: julho, 2018

Por meio do projeto “Ouvindo o Maranhão”, o deputado estadual Wellington do Curso recebeu diversas denúncias de que o Governador Flávio Dino não efetuou o pagamento dos benefícios de vários aposentados do Estado, previsto para o último dia 30. Além dos inativos, há relatos que alguns servidores ativos e pensionistas também não receberam seus pagamentos.

Segundo as denúncias, muitos aposentados que se dirigiram às agências bancárias no dia do pagamento ficaram surpresos ao acessarem suas contas e constataram a falta do mesmo sem qualquer motivo. Também estão nessa condição, diversos professores ativos e pensionistas, porém, desde o acontecido, o Governo e Secretária de Gestão e Previdência não deram nenhuma explicação sobre o atraso.

“Homens e mulheres que dedicaram suas vidas ao serviço público estadual e à educação pública, que agora são aposentados, não merecem ter seus pagamentos atrasados após tanto trabalho. Além dos aposentados, alguns pensionistas e professores ativos estão com atrasos ou erros em seus pagamentos. Essas pessoas merecem sequer uma explicação sobre o que está acontecendo, pois estamos falando de direitos, dos seus pagamentos para garantir seu sustento e de suas famílias! Por isso solicitamos que o Governador Flávio Dino e SEGEP adotem providências para resolver o problema e efetuarem os pagamentos devidos. Flávio Dino, pague os aposentados do Maranhão”, disse o deputado Wellington.

No mesmo palanque de Flávio Dino estão membros do PT de Lula e do PMDB de Michel Temer chamados por Jerry e Weverton de “golpistas”:

Na foto dos aliados de Flávio Dino, Jerry e Weverton Rocha, os golpistas: André Fufuca (que é aliado de Michel Temer, Eduardo Cunha e Sarney), Eliziane Gama, que votaram pelo IMPEACHMENT de Dilma Rosusseff.

Fufuca aparece abraçado ao funcionário Palácio dos Leões, Augusto Lobato, que ganhou cargo de assessor especial por ser presidente do PT de Lula no Maranhão.

Foi golpe?

Flávio Dino jura de pés juntos que não cooptou petistas, sarneysistas. Só lembrando que o deputado André Fufuca (PP) que votou pelo IMPEACHMENT de Dilma, foi beneficiado recentemente por uma secretaria de Estado do Maranhão e, do nada, resolveu participar do palanque comunista.

Quem ocupava o cargo público ocupado por um aliado de Fufuquinha, o petista Márcio Jardim  ex-secretário do governo, que foi expulso pelo governador, tivesse vergonha na cara não viveria defendendo a gestão comunista, que no Maranhão desrespeita Lula e o PT, governando com “golpistas”.

Como se observa, antigas práticas ainda permanecem neste Maranhão que teima em não” mudar”.

 

“Só a luta muda a vida”

O maranhense Hertz será vice-presidente da operária Vera Lúcia à presidência

Em evento nesta quarta-feira, 04 de julho, o PSTU fará o lançamento das pré-candidaturas de Vera Lúcia, e o maranhense Hertz Dias, para disputar a presidente do Brasil.

O professor Ramon Zapata para governador e Preta Lu e Saulo Arcangelli ao Senado.

Boletim médico do Hospital São Domingos sobre o estado de saúde do deputado federal Zé Reinaldo (PSDB), internado ontem no início da noite após sofrer um acidente na estrada do município de Barreirinhas.

COMUNICADO

Informamos que o ex-governador e deputado federal José Reinaldo Tavares deixou a unidade semi-intensiva e já foi transferido para um apartamento do Hospital São Domingos, em São Luís, onde deverá permanecer somente até amanhã internado, sem graves sequelas.

Na oportunidade, o parlamentar agradece pelas inúmeras manifestações de solidariedade e apoio recebidas após o acidente de carro sofrido na tarde de domingo (1), nas proximidades do município de Barreirinhas.

São Luís, 2 de julho de 2018

É possível?

Os opostos se atraem.

É possível sim.

A razão tem razões que a própria razão desconhece

Em qual situação? Mostrar que é possível um outro Maranhão.

Um do PT e o outro do PSDB.

Roberto Rocha e Robert Lobato.

No Maranhão uma boa convivência entre PT e PSDB

Um com CENTO E CINQUENTA MIL VOTOS, o outro militante, com muita letra e ideias em foco, precisava desenvolver, isso foi em 2006 e a parti daí tudo começou de vez.

Siameses.

Não são dias, não são apenas anos, dias e meses, é uma luta de resistência.

Quando o Jackson Lago caiu, eu e Roberto Rocha, Roberto e eu fomos firmes, resistimos e apoiamos o Jackson quando quase todo mundo desapareceu.

PT E PSDB, como pode ser?

Não são antagônicos?

Não.

São do Maranhão.

São harmônicos.

Do sertão, estão a muito esperando essa ocasião para lhe dizer que é possível um outro Maranhão.

Não tenha medo de sair dessa situação.

Tem outra cor.

Tem outro caminho.

Tem um outro Maranhão.

Do Senador Roberto Rocha, o melhor Senador e o melhor jornalista do Maranhão, pra mim, Robert Lobato.

O Maranhão é muito maior, não é apenas de um ou de dois só.

O Maranhão é o amor de todos nós.

Tem uma terceira via.

Ainda temos possibilidades.

Você quem escolhe.

Eu acredito que sairemos da mesmice, se não dermos mole. (Arara News)

A peregrinação que a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) inicia terça-feira (03) por 11 municípios está cercada de expectativas sobre como será sua recepção num dos maiores colégios eleitorais do estado, Caxias, onde, até semana passada, tinha como principal aliado o prefeito Fábio Gentil (PRB), que nesta segunda-feira (25) surpreendeu o meio político ao manifestar apoio à reeleição de Flávio Dino (PCdoB), provocando estragos no seu grupo e no da família do ex-deputado Humberto Coutinho (falecido em janeiro deste ano), que era a principal aliada do governador

Ex-deputado Zé Gentil, pai do prefeito Fábio Gentil, que apoia Flávio Dino, continua como principal
aliado da ex-governadora no município de Caxias

Roseana pode criar um desconforto no seio da família Gentil, pois, apesar da manifestação do prefeito, seu pai, o ex-deputado José Gentil, pré-candidato à Assembleia Legislativa, é um dos principais aliados da ex-governadora. No mês de maio, era uma das lideranças mais destacadas no lançamento da pré-candidatura da emedebista em São Luís, e foi a ausência mais notada no encontro de Fábio Gentil com Flávio Dino, a quem o prefeito se apresentou com mais de uma dezena de líderes políticos do município.

O ex-prefeito Paulo Marinho, outro aliado de Roseana e que foi um dos articuladores para a formação do grupo que elegeu Fábio Gentil em 2016 contra o então prefeito Léo Coutinho, apoiado por Flávio Dino, numa postagem em sua página no Facebook, disse que não pode seguir o prefeito nesta empreitada, mas manteve o compromisso de trabalhar pela eleição do seu pai a deputado estadual. Marinho é pai do vice de Fábio Gentil, Paulo Marinho Júnior, pré-candidato a deputado federal.

Outro aliado de Roseana em Caxias, Antônio Bitencourt Albuquerque, o Catulé (presidente da Câmara Municipal), lançou o filho, Catulé Júnior, primeiro suplente de senador na chapa de José Reinaldo Tavares (PSDB), que apoia o senador Roberto Rocha ao Governo do Estado. (Maranhão hoje)

Comunista milionário? 

Que mudou, antes das eleições de 2014 era liso, hoje tem dinheiro sobrando? Enquanto esbanja poder, começa faltar dinheiro nos cofres. Como estão as contas do governo, o governador comunista pode falar?  Na atualidade só se fala em milhões, cada aluguel, cada obra é na casa dos milhões. Mas pode ser ainda pior.

Que Flávio Dino traiu seus principais aliados que estavam juntos em 2014, e hoje está usando a máquina publica de forma desesperada ninguém tem dúvidas.  Flávio Dino demostra seu total desespero ao trazer desafetos para seu palanque, ao mesmo tempo que expulsa aliados.

Como explicar que Zé Reinaldo, Waldir Maranhão, Roberto Rocha, o então prefeito de Barreirinhas,  Léo Costa, o próprio senador Aécio Neves que deu tempo de TV e veio de Minas Gerais empenhar seu apoio ao comunista, mas foram “jogados para escanteio” assim que Flávio Dino soube do resultado do TRE que tinha sido eleito?

O recado de 2016…

Na capital o candidato comunista foi um fiasco. Edivaldo Holanda Júnior só foi reconduzido ao cargo devido muito derrame da máquina estatal. Fato.Não foi apenas na capital.

O recado de 2016 mostra que Flávio Dino foi derrotado nas principais cidades: Imperatriz, Pinheiro, Barreirinhas, Santa Inês, até em Caxias, mesmo o candidato da oposição lutando contra o presidente da Assembleia e governo (duas máquinas potentes).

A julgar pelas eleições de 2016, dos candidatos derrotados pelo Palácio dos Leões, Flávio Dino não hesitará em fazer tudo que antes condenava para não perder (outra vez).

Calar a imprensa:

Assim como tentar comprar ex-desafetos políticos, como Fábio Gentil em Caxias, governador comunista tenta processar jornalistas, radialistas e blogueiros.

Eu, Ricardo Santos, que sempre apoiei a esquerda maranhense, me empenhei em criticar o governo de Roseana Sarney por anos, estou sendo processado pelo governador Flávio Dino, devido as criticas feitas à forma como vem conduzindo o Estado: aumentando impostos, tomando carros e motos da população,  arrecadando milhões e milhões, inclusive, usando cifras altíssimas dos portos para cobrir supostos rombos, sem falar que tudo isso próximo de uma importante eleição, onde seu grupo político disse que “vai fazer tudo” para não perder as eleições.

Tudo que fiz foi perguntar como estão os cofres públicos e pedi para Flávio Dino mostrar as contas do governo, mas, parece que preferiu me processar e tentar calar.

Rombos nas contas?

Para justificar o aumento abusivo de impostos, Flávio Dino justifica que o Estado está sem dinheiro, mesmo recebendo mais de 2 bilhões deixados em caixa pela gestão passada, sem falar dos empréstimos bilionários que a Assembleia Legislativa na atual gestão aprovou.

Onde foi parar tanto dinheiro? 

1 11 12 13