Estevão Aragão cobra convocação de secretário de Obras para explicar alagamentos em São Luís

2

O vereador Estevão Aragão (PSDB) cobrou, na última sessão plenária, a oficialização de uma data para a convocação do titular da Secretaria Municipal de Obras e Recursos Públicos (SEMOSP), Antônio Araújo, para prestar esclarecimentos à Câmara de São Luís a cerca dos constantes alagamentos nas principais vias da capital, decorrentes das fortes chuvas.

Vereador Estevão Aragão

Estevão Aragão lembrou à mesa diretora da Casa Legislativa que o pedido, de autoria do vereador Cezar Bombeiro (PSD), foi aprovado pelos parlamentares desde maio deste ano. “Peço que a mesa marque a data da vinda do secretário de Obras, assim que retornarmos as atividades. Precisamos de explicações urgentes sobre a infraestrutura de nossa cidade”, disse.

Ação

No mês passado, após denúncias de moradores, a Prefeitura chegou a ser acionada pelo Ministério Público por falta de asfalto em ruas dos bairros Jardim São Cristóvão I e II, além do Ipem São Cristóvão nas áreas de São Cristóvão e Cidade Operária.

O MP pediu asfaltamento, recuperação, drenagem e esgotamento sanitário, já que foi constado pela Coordenadoria de Obras, Engenharia e Arquitetura órgão, que a pavimentação alegada pelo município foi somente a aplicação de lama asfáltica, o que seria um reparo provisório.

2 respostas para “Estevão Aragão cobra convocação de secretário de Obras para explicar alagamentos em São Luís”

  1. Quis dizer 11ecopontos. Antes de qualquer intervenção , completo que no caso de Ribamar, a recomendação do M PÚblico é de 2016″, mas ainda consta no site da Prefeitura. Ainda assim fiz uma denúncia pessoalmente na Promotoria de Ribamar, com 50 assinatura exigidas, conforme protocolo de 07/11/2017. É triste coisas tão simples, que nao oneram nem geram novas despesas, pelo contrário, combate ao crime ambiental, gastas menos na saúde pública e privada, além de multas a infratores como receita. O MP do Maranhão no ultimo ranking estava em penúltimo lugar do Brasil, a frente somente de Sergipe, principalmente pela péssima qualidade de nossso gestore, deputados e vereadores que nao fiscalizam a lei, o que acaba sobrecarregando MP com coisas simples de resolver.

  2. Bravo Riardo desculpe o extenso comentário, mas o caso merece.
    Que o vereador continue assim, é mais fácil e útil fiscalizar do que criar penduricalhos como leis sobrepostas que só complicam. A lei deve ser cumprida e não comprida. Falta cobranças nas áreas de saude e educação, mas vou sugerir o programa a de mobilidade urbana lei 12587/2012, não é tão somente um asfalto tipo fita isolante nem ônibus poluentes muito menos dança de meios fios pra lá e pra cá,. Ao primeiro chuvisco , tudo alagado, asfalto fita isolante descolado e pintura de meio fio some. Lei 12305/2010 Politica Nacional de Residuos Sólidos não e tão somente criar 11 economatos ou levar o lixão para outro município, falta muito, inclusive combater a poluicao sonora,retirar cães famintos e infectados das ruas, combater intensivamente a poluição sonora, tudo isso crime ambiental. Só lamente que o prefeito de Ribamar parece antessala de S Luís, câmara negligente e omissa, animais que oneram a coleta de lixo, obras de pouca qualidade, combate a poluicao sonora inexistente, mesmo com nova resolução do contran, 624/2016, e recomendação administrativa do MP de Ribamar, encaminhada ao Prefeito, Câmara, Séc Meio Ambiente, Fórum, 13 batalhão, Delegacia Policia Civil, Séc de Transito,etc.Mesmo com 50 assinaturas, mesmotrazendo prejuízo a todos, moradores, famílias, desportistas, turistas, crianças, idosos, enfermos, comercio em geral, inclusive imobiliário,barracas de prais, etc. OMaranhao com toda expectativa em novos gestores, gerou um arrependimento em massa, onde se criou um novo ditado “A esperança é a ÚNICA que morre.