Monthly Archives: julho, 2018

Diferente da versão comunista, a vitória de 2014 só foi possível graças aos aliados que depois foram traídos.

Tucano fala de sua alian√ßa que possibilitou a vit√≥ria do comunismo no Maranh√£o e das persegui√ß√Ķes e trai√ß√Ķes sofridas dos ent√£o aliados.

Fl√°vio Dino delegou poderes para um desqualificado perseguir aliados e transform√°-los em advers√°rios.

Segundo o senador Roberto Rocha do PSDB, o ex-secret√°rio de Estado da Comunica√ß√£o, M√°rcio Jerry¬† foi o respons√°vel de expulsar ( trair),¬† atrav√©s de persegui√ß√Ķes v√°rios pol√≠ticos do Maranh√£o, al√©m dele,¬† A√©cio Neves, Z√© Reinaldo e Waldir Maranh√£o, etc.

Abaixo, um trecho de entrevista onde o senador da Rep√ļblica exp√Ķe sua ruptura com o grupo comunista:

Com liderança confirmada no seguimento da contabilidade, João Felipe do PT, confirmou  sua pré-candidatura durante entrevista na Rádio Difusora AM- 680, no programa Passando a Limpo, do apresentador Osvaldo Maia, que é líder de audiência no horário.

ELEI√á√ēES 2018 ‚Äď Pr√©-candidato Contador Jo√£o Felipe concede entrevista ao Passando a Limpo com Osvaldo Maia na Difusora AM

Jo√£o Felipe discorreu sobre suas propostas e o motivo de lan√ßar seu nome ao cargo e da necessidade o empresariado maranhense e Profissionais da Contabilidade de terem um representante na Casa do Povo. ‚ÄúSomos mais de 7 mil profissionais em todo o Estado‚ÄĚ, afirmou Felipe durante a entrevista.

Também se fizeram presentes os Contadores Nilton Prazeres e Neto Cruz, entusiastas e simpatizantes do projeto de pré-candidatura do colega Contador.

Ouça na íntegra a entrevista no blog do Neto Cruz: AÚDIO

Habemos prefeito!

Glórias a Deus, nosso irmão Edivaldo Holanda lembrou de limpar a cidade.

Nossa Lagoa da Jansen, esquecida pelos governantes parece que, enfim, após longo período de esquecimento está ganhando uma limpeza básica.

Ah, prefeito Edivaldo Holanda, lembre de mandar fazer a poda das árvores desse importante cartão postal da cidade, quem sabe assim os eleitores de Weverton Rocha que é de seu partido, o PDT, que vão passar pela Lagoa para ir parao lançamento de sua candidatura a senador, possam ter uma boa impressão da cidade.

J√° estava na hora!

O presidente da C√Ęmara Municipal de S√£o Lu√≠s, vereador Astro de Ogum (PR), deu inicio nesta quinta-feira (12), um dia ap√≥s o inicio do recesso parlamentar relativo aos trabalhos do primeiro semestre deste ano, a uma incurs√£o nas comunidades da capital maranhense. Trata-se da abertura de uma s√©rie de atos pol√≠ticos que visam consolidar as pr√©-candidaturas de seus apoiadores na cidade.

Embora não seja candidato a nada, o presidente Astro começou o corpo corpo com um almoço pela zona rural.

Assessores e lideranças comunitárias acompanharam o chefe do legislativo, que começou o seu corpo a corpo, com um almoço na casa de Mariana Rodrigues, uma importante liderança do bairro Calebe, na zona rural de São Luís.

Astro explicou que vai percorrer as comunidades para come√ßar a construir, junto √† sociedade, solicita√ß√Ķes de a√ß√Ķes que ser√£o apresentadas aos pr√©-candidatos no per√≠odo da campanha eleitoral, para contemplar planos de governo ou propostas de campanha.

“Gostaria de agradecer as minhas amigas Mariana e Renata, que me convidaram para um almo√ßo aqui na comunidade do Calebe. Esse convite j√° havia sido feito desde o in√≠cio do ano, mas esperei a chegada do recesso parlamentar relativo aos trabalhos do primeiro semestre deste ano, para poder cumprir essa de muitas outras agendas”, declarou.

Considerado um dos l√≠deres pol√≠ticos da capital, Astro de Ogum vem sendo bastante assediado por populares. Na zona rural n√£o foi diferente. Quando o parlamentar chegou ao local de compromisso, foi tietado por jovens, crian√ßas e moradores da comunidade. Em todas as ocasi√Ķes, Astro foi cercado para tirar fotos e ouviu elogios por sua gest√£o na C√Ęmara de S√£o Lu√≠s.

Mariana Rodrigues, secretária de finanças da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar-Fetraf/MA, que mora na comunidade Cabele, destacou a visita do Astro e falou que o parlamentar é um dos mais presentes na zona rural, sempre lutando para resolver as dificuldades que os moradores da região têm enfrentado.

“J√° tem uns tr√™s anos que conhe√ßo o Astro [de Ogum], mas j√° o conhecia de nome pelas a√ß√Ķes dele na zona rural. Sempre que termina uma campanha, os pol√≠ticos somem, mas o vereador Astro √© um dos mais presentes na zona rural, sempre lutando para resolver as dificuldades que os moradores da regi√£o t√™m enfrentado”, declarou.

Para o agricultor Ant√īnio Carlos Gamboa, a visita do presidente da C√Ęmara foi de grande import√Ęncia para discutir v√°rias demandas em favor da agricultura familiar na capital e serviu para fortalecer ainda mais as pol√≠ticas p√ļblicas que foram tratadas.

“O vereador Astro √© um dos mais presentes nas comunidades da zona rural. O encontro de hoje serviu s√≥ para refor√ßar mais ainda o que todos n√≥s j√° sabemos. Eu o conheci recentemente, mas minha m√£e sempre o apoiou. N√£o tenho nada do que reclamar, quero apenas agradec√™-lo pelo apoio aos agricultores e √† zona rural‚ÄĚ, disse.

Depois do almoço, Astro se reuniu com alguns moradores e seguiu para outros compromissos na capital maranhense. Além do Calebe, o chefe do legislativo também visitará outras comunidades, antes da retomada das atividades parlamentares no próximo dia 2 de agosto.

Dando continuidade ao resgate da educa√ß√£o de Vit√≥ria do Mearim, a prefeita D√≠dima Co√™lho, cujas reformas e amplia√ß√Ķes de diversas escolas municipais foram efetuadas e entregues quando no anivers√°rio de 185 anos do munic√≠pio, com um ambiente prazeroso aos professores e alunos, al√©m da aplicabilidade correta dos recursos do Fundeb e do FNDE, chegou a vez da escola municipal Maur√≠cia Fernandes Jardim no Povoado Escondido, mostrando, com isso, que √© preciso d√° condi√ß√Ķes de ensino/aprendizagem nos povoados.

A prefeita Dídima Coêlho vem aplicando corretamente os recursos constitucionais do Fundeb, buscando atender as exigências do Ministério da Educação.

‚ÄúA minha administra√ß√£o est√° na luta por uma educa√ß√£o de qualidade ao meu povo, isso com escolas que transmitam um ambiente prazeroso, valorizando o corpo docente e respeitando o corpo discente, cujo foco e a¬† qualidade do ensino/aprendizagem est√£o empenhados na forma√ß√£o de cidad√£os cr√≠ticos e questionadores‚ÄĚ, afirmou a prefeita D√≠dima Co√™lho.

Apesar da raquítica oposição em São José de Ribamar alardear que o prefeito Luis Fernando (PSDB) anda mal das pernas, em termos de aprovação popular, não é isso que se percebe na realidade.

Durante visita aos mais de sete circuitos do São João ribamarense, foi possível ver o prefeito sendo abraçado por populares, frequentadores dos arraiais e comerciantes. Mas além disso, outro fato fortalece ainda mais essa tese.

Preocupado com sua reeleição, o governador Flávio Dino faz questão de convidar o prefeito ribamarense para seus eventos. Na semana passada, por exemplo, não se contentou em apenas ter o prefeito presente em sua solenidade no Palácio Henrique de La Roque: elegeu Luis Fernando para falar em nome dos prefeitos, mesmo com o presidente da Famem presente no evento.

Segundo apurou o Blog do Robert Lobato, Flávio Dino tem uma pesquisa sobre a avaliação dos prefeitos da Ilha. E ao contrário do que diz a minguada oposição liderada pelo desastroso ex-prefeito de São José de Ribamar, a avaliação dele é a melhor possível chegando acima dos 80%.

Fl√°vio Dino: Aplausos para Luis Fernando.

E isso faz todos sentido quando se avalia as andan√ßas de Luis Fernando nos arraiais, sua presen√ßa efetiva nas audi√™ncias p√ļblicas sobre a atualiza√ß√£o do Plano Diretor, bem como as visitas constantes aos bairros do munic√≠pio, mesmo com os problemas deixados pela administra√ß√£o o passada, o que por si s√≥ j√° gera demandas hom√©ricas para o atual gestor.

Enfim, Luis Fernando aproveitou os festejos juninos para testar a sua popularidade.

E passou no teste.

O resto √© choro das vi√ļvas de um passado que n√£o mais voltar√° mais √†s terras ribamarenses.

Aos que esperam, o an√ļncio de Z√© Reinaldo ainda ecoa no sil√™ncio.

Mesmo passando por v√°rias crises no tucanato, ainda assim o an√ļncio de apoio a Roberto Rocha por Z√© Reinaldo nunca aconteceu.

Muitos aliados de Flávio Dino que foram expulsos da convivência do poder foram unanimes em dar as mãos contra a gestão comunista. São vários que investiram tudo numa aliança com Flávio Dino, que deveria ser grato, mas, preferiu passar como traidor.

Z√© Reinaldo, ap√≥s levar p√© na bunda de Fl√°vio Dino e ter sua candidatura de senador esvaziada pelos dois famosos le√Ķes eleitorais da Pedro II,¬† tinha tudo para ser respeitado na classe pol√≠tica, mas fez gestos desonrosos aos novos aliados do PSDB que esperavam uma justa retribui√ß√£o.

Ora, o campo comunista se notabilizou pelas brigas de egos inflamados, de desconfian√ßas e trai√ß√Ķes. Talvez por isso mesmo todos que foram expulsos da conviv√™ncia palaciana pela paranoia comunista devessem fazer diferente, mas demostraram o contr√°rio, alguns, no caso, o Z√©, preferiu calar.

Deixo abaixo uma importante matéria que poderá explicar muito bem essa triste realidade da política, que poderá marcar o processo eleitoral de 2018 com crises severas, quando deveria acontecer justamente o contrário.

H√° equ√≠vocos e maledic√™ncias sobre a situa√ß√£o do deputado federal Jos√© Reinaldo Tavares no PSDB e, por conseguinte, em rela√ß√£o a sua pr√©-candidatura ao Senado Federal. H√° jornalistas e blogueiros que agem por falta de informa√ß√Ķes e outros por pura m√°-f√© mesmo.

O Brasil inteiro sabe que ex-governador foi rejeitado, humilhado, defenestrado e subestimado pelo governador Fl√°vio Dino (PCdoB).

Sem opção partidária nem no campo governista e muito menos no grupo Sarney, sobrou apenas o PSDB para acolher José Reinaldo Tavares. Foi recebido com honras pelo tucanato local e nacional assinando a ficha de filiação no gabinete do senador Roberto Rocha, presidente estadual do partido.

√Č verdade que Z√© Reinaldo chegou defendendo a candidatura do deputado estadual Eduardo Braide para governo e sugerindo at√© que Roberto Rocha desistisse a favor do pr√©-candidato do PMN.

Sereno, Roberto chegou a dizer olhos nos olhos do deputado que poderia pensar em abrir para o pr√≥prio Jos√© Reinaldo pela sua hist√≥ria e pelo que representa para a classe pol√≠tica maranhense, mas que n√£o via qualquer razoabilidade de, uma vez ter sido deputado estadual, tr√™s vezes deputado federal, vice-prefeito de S√£o Luis, ser senador no meio mandato, presidente de um dos maiores partidos do pa√≠s e com um candidato a presidente da Rep√ļblica competitivo, abrir m√£o de sua pr√©-candidatura a favor de Braide.

Então José Reinaldo se filia no PSDB e fica mais quieto sobre a candidatura Braide.

Mas eis que de repente, sabe-se lá por qual motivo, o deputado volta com a tese pró-Braide quando sabe que o seu partido tem pré-candidato!

Desde que se filou ao PSDB, não há sequer uma declaração contundente e firme de José Reinaldo em apoio e defesa do nome do pré-candidato ao governo Roberto Rocha. Nadica de nada!

√Č essa postura, digamos, vacilante de Z√© Reinaldo que fomenta especula√ß√Ķes do tipo de que ele n√£o ser√° mais candidato a senador ou que est√° a servi√ßo de agentes externos ao PSDB.

Nem mesmo das agendas de viagens dos pré-candidatos do seu partido José Reinaldo tem participado. Aliás, tem ignorado solenemente as agendas.

Assim como ‚Äú√† mulher de C√©sar n√£o basta ser honesta, deve parecer honesta‚ÄĚ, n√£o basta Jos√© Reinaldo ser candidato, deve parecer candidato.

Mas do jeito que vem conduzindo a sua pr√©-campanha parece que realmente Jos√© Reinaldo est√° jogando fora a √ļltima oportunidade que lhe resta para ser senador da Rep√ļblica.

E, como sabermos, na política não há vácuo.

Alguém ocupa o espaço…

Vem c√°, n√£o era esse Fl√°vio Dino que reclamava do uso da maquina p√ļblica para garantir elei√ß√Ķes no Maranh√£o?

Até a semana passada os pátios do Governo estavam lotados de tratores e máquinas, que foram distribuídos pelo governador aos prefeitos.

O ano de 2018 (ano eleitoral) foi marcado pelo derrame de máquinas e tratores para os 217 municípios do Estado.  Parece até que o governador quer mostrar que com esse tipo de derrame pretende segurar os prefeitos e vereadores do interior, uma prática antiga da politica praticada no maranhão que pensávamos que fosse ter fim na gestão ideológica do governador comunista Flávio Dino.

Al√©m de ambul√Ęncias, Fl√°vio Dino chamou prefeitos e lideran√ßas para o pal√°cio para “doar” viaturas da pol√≠cia.

Quero Minha moto de Volta:

Depois da bem bolada campanha Global que pediu aos telespectadores dos telejornais da Rede Globo, que enviassem vídeos gravados em seu celulares para dizer qual o Brasil querem para o futuro, o s maranhenses, sobretudo os que tiveram seus bens ( carros e motos) apreendidos pela Companhia de Transito criada pelo governador comunista, especializada em tomar carros e motos da população para serem leiloados.

Abaixo, um trecho dos blogues do Robert Lobato e Leonardo Cardoso mostrando como vai funcionar a campanha:

Funciona assim: Você que teve sua moto confiscada pelo governo Flávio Dino e está revoltado com tal situação, grave um vídeo a partir do seu celular, na posição horizontal, mandando o seu protesto e pedindo que a sua moto seja devolvida para que você possa voltar a trabalhar normalmente.

No vídeo, diga ainda o seu nome e a cidade onde você mora.

Os videos devem ser enviados para os WhatsApps: (98) 98419-6594, Robert Lobato; (98) 98126-5888 Leonardo Cardoso, e eles ser√£o publicados por estes dois blogs e outros espalhados pelo estado todo.

Então não perca tempo e mande ainda hoje o seu vídeo exigindo a sua moto de volta.

OBS: Os donos de carros que tiveram seus veículos confiscados pelo governo Flávio Dino também podem enviar os seus vídeos.

 

1 2 3 7