Pedrinhas, o pesadelo comunista que não ressocializa ganhou destaque na mídia do Brasil…

4

Quem diria, Pedrinhas voltou ao cenário nacional:

“Ou eu matava ou iria morrer, preferi matar”, disse o assassino profissional Jhonatan.

Arma branca dentro de Pedrinhas foi a causa da morte de um presidiário sob os cuidados do Estado.

Ressocialização de “faz de conta”:

Como pode uma arma branca ter sido usada pelo assassino profissional, Jhonatan Sousa,  para assassinar alguém que, segundo Jhonatan, poderia matá-lo?

Uma armas branca foi usada para matar um preso sob os cuidados do Estado.

Pelo visto o “esquema de separar por facções” as alas do Presídio não está surtindo o efeito desejado. As constantes denuncias de familiares dos presidiários são de que o governo cedeu às exigências dos bandidos, que conseguem tudo que querem para ficarem quietos,  sem motins. As exigências vão desde a entrada de aparelhos de celulares, televisões, bebidas, prostitutas, etc.

Não é segredo para ninguém que as decapitações do Presidio de Pedrinhas foram usadas em grande escala para denegrir a então governadora Roseana Sarney e exaltar o ex-juiz federal, Flávio Dino, que prometendo “mudar o Maranhão”, vindo eleger-se em 2014, mas, de fato, nada mudou.

Ressocialização?

Quem tem a chance de “fugir” pela porta da frente com os indultos oferecidos pela Justiça, foge para bem longe desse “pesadelo” chamado Pedrinhas.

Depois de três anos e várias denúncias de favorecimento às facções dentro do Presídio de Pedrinhas, um detento que é assassino profissional, diz que “matou para não morrer”.

4 respostas para “Pedrinhas, o pesadelo comunista que não ressocializa ganhou destaque na mídia do Brasil…”

  1. À quanto tempo Complexo de Pedrinhas não é notícia, fazia uns 18 meses que não acontecia morte no Sistema Penitenciário Maranhense, graças ao trabalho dos Agentes e Inspetores que hoje estão no comando das Unidades Prisionais, No Governo Roseana também houve avanços no Sistema Prisional, porém uma escolha errada dela, orientado por quem via ou ver o Maranhão como um trampolim político, fez ela escolher o Sanguinário Delegado, que retirou todos os Agentes e Inspetores de dentro das unidades os colocou apenas pra fazer escolta, deixando os presídios a mercê de sua trupe, aí o que se viu foi as facções mandando dentro do presídios, presos com previlégios, liberações ao arrepio da lei, tudo isso com conivência da Polícia Civil, OAB e MP. Esse governo optou por…

    • Só acho que muita coisa está sendo escondida do povo, por exemplo, os familiares dos presidiários reclamam que há benefícios aos lideres de facções e outras coisistas negociadas para que não aconteçam rebeliões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.