Escambo eleitoral: vale tudo, vale até meia passagem em troca de votos?

1

O escambau é aqui no Maranhão…

Seria mera coincidência que os esforços dos políticos para “melhorar a vida” do povo só acontecem em época eleitoral?

Estado governado por comunistas, o Maranhão continua sinônimo de politicagens, mentiras, terra de muro baixo, onde eleições sempre foram compradas, negociadas.

Anedotário: atitude do governador foi parar nas redes sociais como piada…

 

“Quando a esmola é grande até o cego desconfia”.

Os esforços dos políticos para melhorar a vida do povo, teimam em acontecer apenas  em época eleitoral. Comunistas agem como políticos tradicionais: em tempos de eleições, usam estruturas públicas até em beneficio político.

Seria coincidência que as catracas dos ônibus  fossem liberadas há exatamente 10 meses de uma eleição para “agradar” eleitores do Enem? Se o governador (que também age como prefeito) quisesse “liberar as catracas” porque não fez logo que assumiu, há exatos três anos atras?

Se quisesse, mandaria seu prefeito que está debaixo do braço, Edivaldo Holanda Jr., trazer de volta a meia passagem aos domingos (domingueira), que há 3 anos fez acabar esse importante programa social que servia à população justamente para beneficiar os empresários dos transportes?

Abaixo, a notícia sobre o fim da “domingueira” que foi um importante programa social que foi desativado há três anos atrás pelos comunistas:

Nota:

A prática do “escambo” foi a troca de mercadorias ou serviços sem fazer uso de moeda num passado remoto em países do velho mundo.

Uma resposta para “Escambo eleitoral: vale tudo, vale até meia passagem em troca de votos?”