Monthly Archives: outubro, 2017

Durante a inauguração do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), em São José de Ribamar, evento que contou com a presença do ministro da Educação, Mendonça Filho, o governador Flávio Dino (PCdoB) fez questão de realçar a contribuição do prefeito Luis Fernando para o desenvolvimento da educação não só do município ribamarense, mas de todo o Estado.

Flávio Dino lembrou do período no qual Luis Fernando foi secretário de Educação do Estado, no governo de José Reinaldo Tavares, quando ele levou para todos os municípios maranhenses o Ensino Médio, além de implantar uma das experiências mais exitosas no âmbito do município, já na condição de prefeito de São José de Ribamar: a rede de ensino em tempo integral.

“Na prefeitura de São José de Ribamar, Luis Fernando trouxe experiências de extrema importância ao implantar o Liceu Maranhense I e II com recurso e esforço próprio. Hoje temos a alegria e por meio de parceria do Governo do Estado, avançarmos para o Liceu III, bem como duas escolas de tempo integral, além de outras obras de igual valor social e econômico para o desenvolvimento do município e de todo o Maranhão”, finalizou o governador.

Na mesma linha de reconhecimento, o ministro agradeceu ao prefeito Luis Fernando pela contribuição na construção do IFMA no município, ao viabilizar a área para a construção do equipamento. “Todos sabemos do empenho do prefeito Luis Fernando Silva para que esse sonho fosse concretizado, tanto esforço para que o instituto viesse para esse município quanto na viabilização do terreno. Esta rede de educação técnica é muito forte e por essa razão o Campus instalado aqui hoje é uma conquista que vai atender estudantes em toda a região”, disse o ministro.

Para o prefeito Luis Fernando, a obra tem uma importância vital para toda a região metropolitana, pois o IFMA constrói um futuro melhor para a juventude e vai muito além que uma política pública. “A cidade precisava muito disso como um fator de desenvolvimento, como instrumento de ascensão social, pois os jovens terão uma oportunidade maior de êxito na garantia do conhecimento”, completou.

O IFMA – A sede definitiva do Campus São José de Ribamar do IFMA tem 4.420,99 m² de área construída e dispõe de nove salas de aula, sete laboratórios, sala de multimeios, biblioteca, setor administrativo, lanchonete e área de vivência e tem capacidade de atendimento de até 1.200 alunos de forma presencial.

Atualmente, o Campus da rede federal já atende 910 alunos e oferece cinco cursos técnicos de nível médio: Administração, Eletroeletrônica, Informática para Internet, Programação de Jogos Digitais e Redes de Computadores.

O Campus São José de Ribamar também oferta cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), e já capacitou cerca de 320 trabalhadores em cursos técnicos. Recentemente também passou a oferecer educação à distância, com abertura de 50 vagas do curso de Informática.

Na última sexta-feira o deputado Zé Inácio esteve na cidade de Bequimão para acompanhar o lançamento do programa Id Jovem (Identidade Jovem) no município.

Zé Inácio discursa durante o evento em Bequimão

O programa que foi criado durante o governo da presidenta Dilma, irá beneficiar cerca de um milhão de jovens brasileiros, sendo mais de três mil só no município de Bequimão, garantindo a esses o pagamento de meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos. Além da reserva, por viagem, de duas vagas gratuitas em cada veículo, comboio ferroviário ou embarcação do serviço convencional de transporte interestadual de passageiros.

“Esse é um importante programa que irá garantir aos jovens bequimaoenses maior acesso a cultura, seja por meio de eventos culturais ou através de viagens para outros estados.”.

A ID Jovem é destinada às pessoas com idade entre 15 e 29 anos, pertencentes à família com renda mensal de até dois salários mínimos e inscritos no Cadastro Único do Governo Federal.

O Secretário Nacional de Juventude, Assis Filho, o Prefeito Zé Martins, o Vice, Magal, o Secretário Municipal de Assistência Social, Josmael Castro, o Secretário Municipal de Esporte, Kel Pereira, a Secretária de Cultura, Dinha Pinheiro e o Presidente da Câmara Municipal, Amarildo Paixão  também participaram do lançamento.

Abaixo, um breve texto que sintetiza a cena política atual. Para quem prometeu mudanças, mas, preferiu agir da mesma forma que o José Sarney, enganando o povo pobre do Maranhão. 

Com Flávio Dino, Maranhão prossegue entre os piores Estados do Brasil

Desde sempre o Maranhão assisti a eleições em que a palavra chave é mudança. Palavra mágica, uma vez que nunca é acompanhada de um projeto para desenvolver o Estado. Aí está o governo do comunista Flávio Dino, que dizia iria mudar tudo e vai chegando ao fim sem mudar absolutamente nada.

Como seus antecessores, Dino sentou na cadeira de governador sem um projeto mínimo de desenvolvimento para um dos Estados mais atrasados do país. Quando terminar o mandato em 2018, que está logo ali, o que veremos é uma fotografia amarelada pendurada na parede. É o velho Maranhão de sempre. Em alguns setores, para ser sincero, as coisas até pioraram.

Em 2006, em artigo no jornal Diário da Manhã, eu escrevia que havia a necessidade de dividir o Maranhão por regiões de produção. Queria dizer: fazer um mapa das potencialidades de cada município e o Estado facilitar o desenvolvimento dessas potencialidades. E dizia o óbvio: só o desenvolvimento tem o poder de acabar a pobreza, gerando empregos em larga escala. E o Estado não tem capacidade de desenvolver um Estado, mas, sim, de facilitar esse desenvolvimento. Era o que eu chamava de choque de capitalismo.

Passados 11 anos, nada foi feito. Estado e municípios ainda são os maiores empregadores e os maiores compradores. O círculo de dependência desgraçadamente prossegue. E nada nos faz ver um horizonte melhor.

Flávio Dino, o salvador da pátria de araque (como todos salvadores de pátria), não sem razão tenta desconstruir candidaturas adversárias que tenham algum fôlego. Sem mudanças reais a mostrar, sonha com um Fla-Flu: ele contra Roseana Sarney. Assim manteria acesa a chama da ideologia de pés descalços do sarneísmo versus antissarneísmo. Quando não se opera mudanças reais, há a necessidade de retirar velhos esqueletos do armário. E o Maranhão prossegue chafurdando no atraso e na pobreza. Só para se ter uma ideia: o Estado encontra-se entre o 10 piores do Brasil para se investir. (Blog do  Kenard)

 

Medidas tomadas pela atual gestão ribamarense representam os primeiros passos concretos para o fim do famigerado “Lixão do Timbuba”

A prefeitura de São José de Ribamar deve resolver de forma definitiva no próximo dia 5 a destinação final do lixo coletado diariamente nos seus quase 400 mil km² de território, sendo grande parte dele totalmente urbano. De acordo com aviso publicado nos diários oficiais, do Município e da União, está marcado para o dia 5 de outubro a “Contratação de empresa especializada para execução de serviços de natureza contínua de manejo dos resíduos sólidos e limpeza pública”.

Terceiro maior município do Maranhão, em população, a questão da coleta dos resíduos sólidos e sua destinação final, se agravou nos últimos seis anos pela falta de uma solução definitiva por parte da gestão passada, que deixou de cumprir as exigências do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, cujos termos definia o ano de 2014 para que estados e municípios preparassem medidas que garantissem o destino adequado ao lixo que não pode ser reciclado, evitando a poluição do solo, do ar e, consequentemente, a situação degradante de vida dos catadores.

Em vez de apresentar solução para o problema, a prefeitura de São José de Ribamar, na gestão anterior, optou por travar uma luta na Justiça contra as inúmeras ações de autoria do Ministério Público, que exigia o cumprimento da Lei dos Resíduos Sólidos (12.305/ 20100). Vários TAC’s (Termos de Ajustamento de Conduta) foram descumpridos e diversas liminares foram alcançadas, adiando o cumprimento da legislação e a consequente solução para o problema que ganhou repercussão nacional, em virtude do lixão, localizado nas áreas do Canavieira, Timbuba e Pau Deitado, funcionar irregularmente, manter catadores atuando de forma desumana, além de expor a população da região a sérios problemas de saúde.

Desde o dia primeiro de janeiro, no entanto, a atual gestão ribamarense, sob o comando do prefeito Luis Fernando, tem tomado todas medidas para resolver definitivamente o problema e tirar de vez o município das páginas negativas do noticiário local, regional e nacional. Por meio de uma primeira licitação, realizada em julho, a prefeitura contratou espaço para destinação final do seu lixo no aterro sanitário de Rosário, da empresa Titara S/A.

E com a nova licitação, que acontecerá no dia 5, para contratação de empresa especializada na “execução de serviços de natureza contínua de manejo dos resíduos sólidos e limpeza pública”, a primeira parte do problema estará definitivamente resolvida.

De acordo com o prefeito Luis Fernando, ouvido pela reportagem, todos os serviços de coleta dos resíduos e seu transporte até Rosário estão contemplados nesta nova concorrência. “Após concluirmos esta nova etapa, partiremos para um novo momento do trato com o lixo produzido em São José de Ribamar, deixando de levá-lo para o lixão do Timbuba e posteriormente tratando de erradicar finalmente esse famigerado espaço que, de fato, tem gerado uma situação vexatória para a nossa cidade, mas que, já está com os dias contados”, garantiu o prefeito (JORNAL PEQUENO).

Pré-candidata do Podemos diz que a população maranhense não quer mais voltar ao passado e muito menos  permanecer no presente de ilusões.

Maura Jorge se consolida cada vez mais no interior

A ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, reafirmou sua candidatura a governadora e descartou qualquer articulação que a ponha como candidata a vice de outro nome na disputa.

– Sou pré-candidata ao governo do Maranhão porque o povo do meu estado quer isso. Portanto, estou apenas seguindo a voz do povo que me quer para governar o Maranhão – garante a pré-candidata.

O blog do jornalista Mário Carvalho levantou a possibilidade de Maura vir a compor a eventual chapa de Roseana Sarney (PMDB) como vice, o que é descartado pela ex-prefeita.

De acordo com Maura Jorge, “o Maranhão não quer mais voltar ao passado, mas também já se desiludiu com o presente”.

– O povo quer uma alternativa que fuja desse debate que só interessa a dois grupos – diz a pré-candidata. (Do blog do Marco Déça)

É sempre assim. Basta esses os comunistas serem confrontados com a realidade dos fatos para logo ameaçarem os opositores de processo e partirem para intimidação, típico de gente de ideologia autoritária.

O secretário de Estado Clayton Noleto (Infraestrutura), deu demonstração de que inteligência emocional não é lá o seu forte. Explica-se.

Tudo começou quando este humilde blogueiro compartilhou num grupo de WhatsApp, ontem, um post do blog do jornalista Aquiles Emir intitulado “Obras do Mais Asfalto são executadas sem que sejam levados em conta os critérios mais simples de engenharia”, em que o colega denuncia “a falta de qualidade e má utilização de material e equipamentos para preparo da base que recebe a camada asfáltica”.

Pronto! Foi o suficiente para fazer o secretário responsável pela execução do programa Mais Asfalto perder as estribeiras, ameaçar de processo os blogueiros e deixar o grupo de WhatsApp formado basicamente por moradores da cidade de Imperatriz e Região.

A fúria do secretário foi tamanha que fez uso até colocações chulas como a de pedir que os blogueiros “retirassem a bunda da cadeira e fossem conhecer as obras do Mais Asfalto” (Rsrsrs).

É sempre assim. Basta esses os comunistas serem confrontados com a realidade dos fatos para logo ameaçarem os opositores de processo e partirem para intimidação, típico de gente de ideologia autoritária.

Ah, antes que esqueça: assim que Clayton Noleto vazou do grupo o seu chefe imediato, Márcio Jerry (Articulação Política e Comunicação), também vazou.

Confira no novo blog do Robert Lobato:

GOVERNO DE MEDÍOCRES, RAIVOSOS E DESQUALIFICADOS

Por Sousa Neto (Facebook)

O secretário de Segurança do Governo Flávio Dino foi para o Facebook para me agredir, talvez pensando que eu ia revidar na mesma moeda. Engano dele! Comportamentos agressivos, visivelmente, devem ser tratados pela polícia ou por ajuda médica, o que não é o meu caso.

A postura do secretário, que não é a de um homem verdadeiramente público, é apenas a expressão de uma pessoa arrogante e desequilibrada, que se acha superior, partindo para o ataque quando se ver confrontado com a verdade (e ao que parece está doendo).

Deveria aprender com as críticas e cumprir com as obrigações dele, já que a Segurança do Estado anda mal das penas, ao contrário de ter se tornado um ‘mero’ entregador de chaves de viaturas policiais para prefeitos. Certamente, deve pensar que, com isso irá garantir um mandato de deputado que ele nunca alcançou.

Daí, talvez, tenha saído o motivo da agressão: se sentir superior a mim, e por isso, arrogantemente (como sempre foi sua postura), entender ser merecedor de uma vaga de deputado que deveria ser dele.

O Pateta, cão antropomórfico do Walt Disney, pelo menos não morde e é bondoso, coisa que o secretário já demonstrou não ser, já que usa a Secretaria apenas com o objeto egoísta de obter um mandato eletivo, quando deveria ter a bondade de cuidar da segurança dos cidadãos, dando o devido respeito ao cargo que ocupa, e, sobretudo, aos policiais que estão nas ruas, todos os dias, em defesa da sociedade.

Já era de se esperar o comportamento de um secretário desqualificado e raivoso, de um governo medíocre.

A arrogância, a superioridade, o egoísmo, o desprezo pelo cargo e pela polícia; e a agressividade do secretário de Segurança não vão me intimidar. As críticas e a defesa da causa da Segurança dos maranhenses e dos policiais continuarão. (Do blog do Caio Hostílio)

“Eu tenho um vice-prefeito que me ajudou muito na campanha e ele é o meu candidato a deputado federal. É cedo para se falar, mas eu não tenho o que esconder”.

O prefeito do município de Caxias, Fabio Jose Gentil (PRB) reuniu-se nesta sexta-feira (29), com amigos e aliados próximos para definir o projeto de lançar seu vice-prefeito, Paulo Marinho Júnior (PMDB), a deputado federal pelo município da Princesa do Sertão.

O anúncio aconteceu no bairro Vila Arias, durante uma confraternização com aliados. Segundo o prefeito da cidade, “ninguém anda só. Eu como prefeito, é impossível administrar [sozinho] uma cidade desse tamanho. Eu preciso de vereadores, eu preciso de secretários, eu preciso do povo”, ressaltou Gentil.

O jovem Paulo Marinho Júnior não participou do anúncio, mas, ficou muito feliz ao saber do apoio.

1 12 13 14