Emendas: Lobão diz que críticas de Dino são “falatório irresponsável”

0

O senador Edison Lobão (PMDB) resolveu reagir à reclamação do governador Flávio Dino (PCdoB), que, nesta quinta-feira (19), resolveu reclamar nas redes sociais que os membros do Maranhão no Senado estão se recusando a assinar emendas parlamentares de bancada para destinar R$ 160 milhões a municípios do Maranhão.

Para Lobão Flávio Dino é um irresponsável…

Por meio de nota, Lobão afirmou que “Flávio Dino mente ao dizer que os senadores do Maranhão têm a intenção de prejudicar os municípios do estado negando-lhes recursos para a saúde pública”.

Ele acrescentou que não cabe aos senadores arrecadar recursos, sugeriu que o governador não cumpre bem seu papel de gestor ao tentar criar polêmica onde não há e pontuou que nunca negou ajuda ao governo Flávio Dino.

“Já em anos anteriores não recusei solidariedade ao governo Flávio Dino, assinando emendas que lhe favoreciam. Acho que o governador empregaria melhor o seu tempo cuidando dos interesses legítimos do povo em vez de dedicar-se com tanto ardor à promoção de selvagens lutas políticas”, completou.

Para ele, qualquer informação diferente “é falatório irresponsável”. (Blog do Gilberto Leda)

Leia a nota:

O Governador Flávio Dino mente ao dizer que os senadores do Maranhão têm a intenção de prejudicar os municípios do estado negando-lhes recursos para a saúde pública.

Os parlamentares não arrecadam recursos, nem são gestores de tais meios financeiros. Os deputados e senadores pedem, solicitam, subscrevem as chamadas emendas parlamentares demonstrando total interesse no sentido de ajudar os municípios.

A responsabilidade real de resolver os problemas de saúde pública, de saneamento, de rodovias é, isto sim, do governo do estado e supletivamente do governo federal e dos próprios municípios, infelizmente estes enfrentando graves dificuldades neste momento.

Já em anos anteriores não recusei solidariedade ao governo Flávio Dino, assinando emendas que lhe favoreciam.

Acho que o governador empregaria melhor o seu tempo cuidando dos interesses legítimos do povo em vez de dedicar-se com tanto ardor à promoção de selvagens lutas políticas.

O que se trata nesta fase é de recursos federais. Pois que sejam destinados pelo governo federal à saúde e a outras políticas públicas através dos seus ministérios.

O resto é falatório irresponsável.

Os comentários estão desativados.