Núbia Dutra não respondeu o óbvio: uso de capangas…

0

Através de mensagem, a Primeira Dama de Paço do Lumiar, Núbia Dutra, apareceu em vídeo nas redes sociais pedindo para “refletir e homenagear a vida”, “socorrer as pessoas e não filmar tragédias”.  

Enquanto isso, apenas o sargento que foi ferido a bala pelos “capangas” de Núbia Dutra recebeu mandado de prisão.

Não é apenas o secretário de Segurança Jefferson Portela (PCdoB), que precisa dar esclarecimentos. O Comando da PM precisa se posicionar sobre o caso onde um policial foi ferido mortalmente por outro policial que, segundo os comentárias naquela cidade “fazia serviço de capanga” para a Primeira Dama do município de Paço na hora da troca de tiros.

Já pensou se a moda pega e todo secretário de Paço do Lumiar contratar policiais armados para fazerem “segurança”? O prefeito comunista trouxe de volta a Paço do Lumiar antigas práticas do “coronelísmo”? Domingos Dutra também precisa esclarecer, sob pena de manchar a legenda do governador Flávio Dino, o PCdoB, que tem se esforçado ao máximo para demostrar que o Maranhão está mudando antigas práticas de tempo dos coronés.

Até agora perguntas continuam sem respostas sobre o caso de “capangas” na região metropolitana de São Luís. Ao que parece a Primeira Dama Núbia Dutra, que exerce cargo municipal de secretária, pagava policiais militares para fazerem sua segurança armada.

Abaixo, imagens da secretária Núbia sendo escoltada pelas ruas de Paço com seus “capangas”:

 

Os comentários estão desativados.