Monthly Archives: maio, 2017

Incertezas…

As boas notícias da economia do começo da semana passada deram a impressão de que tudo ia melhorar. Mas, de repente um site da Globo trouxe uma notícia bombástica: O presidente Temer havia sido gravado por um empresário altamente beneficiado nos governos passados, o maior tomador de dinheiro do BNDES, teria feito um acordo com o Ministério Público e entregue gravações de conversas que teria feito com o presidente, conversas essas que seriam altamente comprometedoras para o presidente Temer. Este, teria mandado o empresário continuar a dar dinheiro a Eduardo Cunha em troca do silêncio dele.

Aquilo paralisou imediatamente o Congresso. As sessões de votação foram encerradas nas duas casas, sob intensa gritaria dos partidos de oposição que exigiam a renúncia do presidente e mudança da constituição para permitir eleição direta já, para escolha de um novo presidente. Era oportunista a motivação, pois vislumbraram uma oportunidade única para a volta de Lula ao governo.

Tudo parou no país aturdido pelas revelações. O boato corria solto. E só se falava na certeza da renúncia do presidente. Temer pediu a gravação e como não a recebia resolveu fazer um pronunciamento em que afirmou que não disse nada daquilo e que não renunciaria.

Mais tarde com a liberação da gravação viu-se que realmente Temer não disse o que a Globo afirmou que ele disse. Não há evidência de que teria mandado pagar nada para Eduardo Cunha ficar calado. A jornalista Vera Magalhães, com grande peso no jornalismo opinativo, da Folha de São Paulo, em uma importante declaração de humildade que só a engrandece, disse estar arrependida por ter tomado como verdadeiras as notícias difundidas pelo blog da Globo, e ter difundido, com veemência, aquela notícia sem checar todo o seu conteúdo, no que resultou no que chamou de efeito manada, em que com um estouro a manada corre desembestada, levando tudo em frente.

No sábado a Folha de São Paulo divulga que pericia das fitas mostrava que haviam sido manipuladas e o Presidente em pronunciamento disse que iria pedir a paralisação da investigação, que o Supremo autorizou sobre ele, até que seja feita perícia oficial das fitas. Nada disso arrefeceu a onda de ataques cerrados ao presidente. É assim mesmo que tem que acontecer, isso é normal, ou existe alguma coisa poderosa por trás disso tudo?

Existe um ditado que diz alguma coisa assim: “Existe algo mais no céu do que os aviões de carreira”. Se tem não sei, mas é bom ficar atento, pois “eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem”.  Se as delações forem aquelas divulgadas e nada mais existir me parece não haver motivos para cassar o presidente. Mas, hoje ninguém sabe e vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos.

De qualquer maneira não há alternativas à Constituição. Assim falou o Decano do Supremo Ministro Celso de Melo e os Comandantes Militares. Mudar a constituição em tempos de crise para atender desejos de grupos ou de pessoas não é um bom caminho. Nunca dá certo. A última tentativa foi a instituição do parlamentarismo como alternativa para aceitar a posse do presidente João Goulart. Três meses depois um Plebiscito acabou com a tentativa insólita e restituiu os poderes do presidente, mas não arrefeceu a crise, que continuou até o rompimento institucional de 64.

Se o presidente tiver que sair do cargo teremos que cumprir a Constituição ou então a crise continuará e envolverá o país em grandes instabilidades. E tudo tem que ser resolvido logo, ou ficaremos envolvidos no agravamento da crise econômica que sempre é má conselheira.

O país hoje não tem dialogo para valer. Ninguém respeita ninguém e aos gritos tenta-se desclassificar o interlocutor. Ninguém ouve ninguém e isso torna mais difícil achar as soluções que precisamos, tanto para a crise política como para a crise econômica e social. Tudo isso vem da pregação irresponsável do “nós contra eles” dos últimos treze anos.

E logo quando precisamos tanto do entendimento e do diálogo.

 

Você que está errado ao tirar um veículo caro de uma loja de carros em São Luís.

Este relato é apenas uma pequena crônica sobre o trânsito ludovicense: caótico, cheio de irresponsáveis e mal educados, gente que parece que tirou sua CNH por correspondência, ou apenas pagou sem saber o real significado de “direção defensiva”, para poder sair às ruas e causar acidentes.

Brasileiro é apaixonado por carros, temos isso no sangue. Parece que todos nossos esforços são para comprar, conseguir pagar suas mensalidades, manter seus impostos e até  licenças para rodarem nas ruas e avenidas (todas esburacadas e mal cuidadas da capital do Maranhão).

Observe essa imagem: espero que o exemplo do fiat uno fique guardado em sua memoria:

Não estou dizendo aqui que o fiat uno fez isso, nem foi o causador do acidente. Nem quero entrar no mérito de que um velho fiat uno pode ter sido o principal causador dos estragos em dois carros novos e de luxo em São Luís. O azar foi dos motoristas da  Pajero e da BMW e de todos os motoristas de nossa cidade. Sim, azarados.

Os donos da Pajero e BMW, e todos que compram carros em São Luís, via de regra, terão que se conscientizar que ao sair da loja seus carros alem de desvalorizados pelo salitre de uma cidade praiana, estarão sujeitos a todos os azares de uma verdadeira trilha off-road, como bueiros sem tampas, buracos e crateras, verdadeiros obstáculos em vias públicas, que deveriam ser tapadas constantemente pelo dinheiro dos (altos) impostos que pagamos ao tirar nossos carros das concessionárias.

Ah!,  se por sorte, você, azarado motorista, olhar pelo retrovisor um motoqueiro “passando voado” pelo seu retrovisor esquerdo, por favor dê passagem, senão seu carro vai sofrer sérias avarias; riscos, ou mesmo, ter espelhos quebrados.

No mais, encarar o transito de nossa Grande Ilha é atenção redobrada, ter que “dirigir por dois”, neste caso, espero que o exemplo do fiat uno fique guardado em sua memoria. Boa sorte. Você vai precisar.

 

E agora, Lula? Outro perito desqualifica os áudios feitos pelo dono da JBS para incriminar o presidente Michel Temer…

Advogados do presidente Michel Temer encomendaram análise do perito Ricardo Molina sobre o grampo feito pelo empresário Joesley Batista, da JBS. O laudo afirma que a gravação é “prova imprestável para fins judiciais”.

O perito diz que o áudio contém dezenas de pontos de descontinuidades, pontos de clipping e ruídos de mascaramentos.

“Em qualquer processo corriqueiro esse tipo de gravação é descartado por possuir demasiados indícios de possível edição.” Segundo Molina, para além do que ele chama de “indícios muito consistentes de edição”, “vale lembrar que grande parte da gravação, mais especialmente no que diz respeito às falas do presidente, é ininteligível, dificultando, quando não impossibilitando a definição inequívoca dos contextos de cada fragmento”.

A Folha teve acesso a uma versão preliminar do laudo de Molina. A versão final do estudo será apresentado ainda nesta segunda (22) pelos advogados do presidente e o próprio perito.

Na última sexta (19), a Folha publicou laudo do perito Ricardo Caires dos Santo, que apontava mais de 50 pontos de edição no grampo feito por Joesley. O jornal “O Estado de S. Paulo” também encomendou perícia e publicou que o especialista encontrou 14 pontos de edição no áudio.

Indício mais alardeado do arsenal da JBS contra o presidente, o áudio de Joesley agora será periciado pela Polícia Federal. O órgão diz que não há prazo para concluir a análise. (Folha de SP)

Em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), A Prefeitura de São José de Ribamar promoveu no último dia 17 deste mês, o Seminário de Crédito para micro e pequenas empresas do município.

Na oportunidade, além de apresentar informações importantes sobre as opções de financiamento e linhas de crédito que o banco oferece ao pequeno empreendedor da região, o prefeito Luis Fernando ainda sancionou a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas aprovada pela Câmara Municipal e que legitima ainda mais a partir de agora ações de estímulo ao setor.

“É o crédito que faz o nosso pequeno empreendedor respirar e, portanto, investir no sentido de acreditar conjuntamente que o negócio vai dar certo e consequentemente empregar. Aliás, as pequenas empresas são as que mais empregam no país e por isso aceleramos o processo para, num tempo recorde, já termos aprovado e hoje sancionada a lei”, comemorou o prefeito que anunciou ainda qualificação profissional por meio de cursos profissionalizantes em parceria com o SENAI e SENARC .

Ganho, que o presidente do Sebrae, João Martins, acredita ser de extrema importância para o empresário local.

“Em menos de sessenta dias do recebimento da proposta de lei, o prefeito Luis Fernando encaminhou para a Câmara, o que houve imediata apreciação e aprovação. Hoje além de oportunizar o Seminário, ainda temos sancionada a lei que torna ainda mais favorável o ambiente para questões legais que alcancem o empresário e ele por sua vez investir com segurança

O Seminário que contou com a participação de dezenas de empresários e autoridades, apresentou linhas de financiamento, opções de taxas de juros e prazos de pagamento mais estendidos, o que de acordo com o técnico do BNDS, Eliezer Cordeiro Nascimento, “são instrumentos de crédito para serem usados como forma de alavancar o crédito local”.

Bate boca e xingamentos…

Através de um vídeo compartilhado nos grupos de whatsapp, o deputado Sérgio Frota aparece discutindo com alguns transeuntes num shopping da cidade. Frota teria arrancado com seu possante e  passado por cima de alguns cones de transito do shopping, onde acontecia um evento.

Ainda, segundo o vídeo feito por transeuntes, que observavam toda a situação, tudo teria acontecido pela imprudência do deputado Sérgio Frota (PSDB), que estaria furioso após a derrota de seu time, o Sampaio Correia, que perdeu em casa para o CSA de Alagoas.

Apesar do susto, e do stress do líder boliviano, ninguém ficou ferido.  Confira abaixo o vídeo:

Estado paralelo metendo o terror…

Uma ação audaciosa promovida por um grupo de bandidos fortemente armados resultou na fuga de pelo menos 26 presidiários do complexo de Pedrinhas.

Após explodirem o muro do Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas (CDP), o grupo resgatou alguns presos, na ação houve troca de tiros, e pelo menos 2 presidiários teriam morrido no local.

Dos 26 presos que fugiram, a polícia já teria capturado 7  fugitivos.

Abaixo, imagens da redes sociais:

Para resgatarem presos, os bandidos explodiram muro do presídio de Pedrinhas…

O Presidente da Agência Executiva Metropolitana (Agem), Pedro Lucas Fernandes, esteve em Belém esta semana representando o governador do Maranhão, Flávio Dino, durante o Encontro de Especialistas (Expert Group Meeting – EGM), para discutir as diretrizes para a implementação de um sistema articulado de fundos públicos e privados que permitam o financiamento de uma nova geração de operações territoriais integradas.

Foram dois dias de evento, com debates sobre as possibilidades de formação do Ecossistema de Fundos.

Pedro Lucas Fernandes ressaltou que é importante unir esforços pelo desenvolvimento harmônico e sustentável de pessoas que vivem na região

Cerca de sessenta especialistas de diversas instituições públicas e privadas, além do governador do Pará, Simão Jatene, discutiram a implementação da Nova Agenda Urbana, que é um documento com diretrizes e objetivos para alcançar sustentabilidade e qualidade de vida nas cidades, elaborado pela Organização das Nações Unidas para assentamentos urbanos (ONU Habitat). A intenção é identificar fontes de financiamento de projetos e promover maior integração e sinergia entre as ações.

A participação das agências multinacionais foi outro ponto importante do evento, visto que isso possibilitou definir uma agenda que deve pautar os órgãos financiadores e orientar a implantação de projetos na Amazônia.

Ao final do evento foram montados grupos para uma discussão mais afinada das propostas e possibilidades de investimentos e de ações propostas durante as reuniões.

O presidente da Agência Executiva Metropolitana ressaltou que é importante unir esforços pelo desenvolvimento harmônico e sustentável de pessoas que vivem na região.

“Nosso estado tem um território diversificado e também faz parte da região amazônica, por isso tem interesse nesses assuntos que contribuem não apenas com um crescimento isolado, mas reflete em todo o Brasil e nos países ao qual tem abrangência da região amazônica. Todos devem contribuir para uma vida melhor, com mais qualidade e esse caminho passa pela sustentabilidade. Fiquei entusiasmado com este encontro, porque podemos avançar nas formas de gestão e governança”, disse Fernandes.

“O Maranhão também apontou a importância de incluir os Estados da Amazônia Legal brasileira nos trabalhos para definição da Governança Regional do ecossistema de fundos, como forma de reforçar a participação brasileira na construção, gerenciamento e nos resultados desta iniciativa. Também foram discutidos indicadores de desenvolvimento para as cidades e assentamentos humanos na Amazônia, respeitado a sua diversidade e especificidades. Neste tema as discussões indicaram a necessidade de pleitear, junto aos órgãos das Nações Unidas, uma abordagem diferenciada, regional, para os indicadores relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), adotados na Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (2015)”, concluiu José Antônio Viana Lopes, técnico da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (SECID), que também representou o Maranhão.

PMDB tem sido alvo constante de investigações na Policia Federal,Temer está com os dias contados assim como seu companheiro de partido prefeito Fred Maia.

A prefeitura de Trizidela Vale, gerida por Fred Maia (PMDB), é uma das prefeituras que está na na mira do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF), segundo pedido da procuradora Regional da República, Valquíria Oliveira Nunes, o MPF e a PF abriram investigação para apurar as denúncias contra Fred Maia.

O pedido de investigação feito pela procuradora foi baseado no relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF).Segundo a policia federal e com base no relatorio do “Denasus”o prefeito de Trizidela do Vale juntamente com assessores especializada em fraudar os cofres publicos, consta nos autos desvio da saude em 2013 que superam R$ 600 mil da saude através de empresas fantasmas.

O combate a CORRUPÇÃO se dará no Brasil em todas esferas, federal, Estadual e Municipal. Aguardem as próximas BOMBAS. (informações  do blog do Neto Ferreira)

No mundo todo, principalmente no Brasil,vermes pensando que são majestades.

A letra de Renato Russo continua fazendo todo sentido. Há mais de vinte anos atrás o rock já denunciava:

E vocês armam seus esquemas ilusórios continuam só fingindo que o mundo ninguém fez, mas acontece que tudo tem começo, se começa, um dia acaba, eu tenho pena de vocês…

E as ameaças de ataque nuclear bombas de nêutrons não foi Deus quem fez.

Alguém, alguém um dia vai se vingar vocês são vermes, pensam que são reis…

Nota: o vídeo é original, antigo, mas vale a pena curtir a mensagem.

Lixo e contaminação ainda são um grande problema na feiras e mercados da capital do Maranhão.

Numa operação realizada pelo Ministério Público e Polícia Militar, foram interditados dois matadouros de suínos, dois homens presos e 32 animais levados do local, pois estavam em chiqueiros sujos e escondidos, aguardando a hora do abate.

Porcos e vísceras espalhados no chão próximos duma vala de esgoto…

No local muito sujo, algumas  vísceras e carcaças espalhadas pelo chão conforme foto. Os abatedouros ainda ficavam ao lado de uma vala por onde corre o esgoto ao ar livre.

Os abatedouros ficavam localizados entre os bairros do João Paulo e Coroado na capital. A carne era vendida principalmente na feira do bairro João Paulo, em São Luís.

Segundo a promotora da Promotoria do Consumidor, Lítia Cavalcanti, os abatedouros funcionavam de forma clandestina, sem nenhuma higiene e fora de todos os padrões sanitários.

“Baratas, uma situação sanitária péssima, ratazanas porcos criados em valas de esgoto. Consumidor se coloca nessa situação de risco, sem saber de onde vem [a carne]”, disse. (Do G1, com edição)

1 2 3 11