Monthly Archives: Março, 2017

“De olho na escola”: foi esse o nome dado ao projeto desenvolvido pelo deputado estadual e professor Wellington do Curso (PP). Apesar de já ser desenvolvido pelo parlamentar há algum tempo, foi na última sessão plenária que ele anunciou o Projeto e disse estar à disposição de pais de alunos, professores e pessoas que buscam uma educação pública de qualidade.

Somente um uma semana o professor Wellington visitou mais de 04 escolas da capital do Maranhão e denunciou a falta de infraestrutura, aguardando até o presente momento que Prefeitura e Ministério Público adotem providências.

“Estudei a minha vida inteira em escola pública. Quando eu vejo uma sala de aula toda pichada, com janelas quebradas ou o teto desabando é como se eu estivesse ali. Estamos lidando com o futuro do nosso Maranhão e enquanto a educação não for vista como prioridade não teremos um Estado desenvolvido. Não poderia me calar diante de tantas denúncias de pais de alunos, de professores e dos próprios estudantes. Visitaremos quantas escolas solicitarem e cobraremos ações que façam a diferença na vida das pessoas. O meu compromisso é com a educação”, disse Wellington.

O Projeto “De olho na escola” percorre as escolas públicas do Maranhão. Para solicitar uma visita, basta encaminhar a solicitação ao Gabinete Móvel ou direcionar a solicitação ao Gabinete na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Enfim, o líder do bando…

Segundo o blog do Robert Lobato, o principal suspeito de liderar uma quadrilha, o blogueiro Marcelo Minard, sabe-se lá por qual razão, sequer ficou preso, ou seus pertences nas dependências da emissora de Edinho Lobão, a Difusora, que está alugada para o deputado Weverton Rocha, foram revistados no furor da “Operação Turing”.

Marcelo Minard, que seria o mentor intelectual de um grupo de blogueiros, será afastado da Difusora, por estar seriamente envolvido nas investigações da PF. Abaixo, fique com um trecho retirado do Robert Lobato:

Marcelo Minard, que seria o mentor intelectual de um grupo de blogueiros, foi  afastado da 12 Fusora, por estar seriamente envolvido nas investigações da PF.

A Operação Turing, deflagrada pela Polícia Federal na semana passada e que chegou a deter vários blogueiros da capital maranhense, desembarcou também no Sistema Difusora, mas precisamente nas ondas da Rádio Difusora FM. Explica-se.

Um dos principais programas da emissora é o Ponto&Vírgula, que vai ao ar semanalmente na parte da tarde.

Apelidado de “Sorvete” por ser só água com açúcar, o Ponto&Vírgula é ancorado pelo blogueiro Antonio Marcelo Rodrigues da Silva, vulgo Marcelo Minard, que aparece mais enrolado do que namoro de cobra na Operação Turing. Aliás, Minard é apontado como o ‘cérebro’ da vagabundagem investigada pela PF, mas, como um milagre que só o juiz federal José Magno Linhares Moraes pode explicar, acabou se safando da prisão.

Mudanças

Em off, o superintende do sistema Difusora, jornalista Zeca Pinheiro, tem dito a colegas que terá que fazer mudanças no programa Ponto&Vírgula por conta do envolvimento de Minard na Operação Turing. A tendência é que o blogueiro seja substituído por outro apresentador.

Na avaliação de Zeca, a relação próxima de Minard com o governo Flávio Dino (PCdoB) e principalmente como deputado federal Weverton Rocha (PDT), compromete a continuidade do apresentador na Rádio Difusora, pois a imagem da emissora seria associada a um profissional indiciado em crimes de formação de quadrilha, extorsão, corrupção ativa e passiva.

Segundo apurou o Blog do Robert Lobato, as mudanças propostas por Zeca Pinheiro ainda não têm data para ser implementadas, mas tudo indica que é uma questão de pouco para isso acontecer.

Basta ver que o Ponto&Vírgula já não é o mesmo desde a Operação Turing. Antes dela, o apresentador Marcelo Minard e seus “miquinhos amestrados” não respeitavam ninguém, salvo agentes do Governo do Estado e da prefeitura de São Luis.

E é isso que Zeca Pinheiro agora se vê obrigado a mudar.

Ainda mais depois que o “chefe” e atual proprietário do Sistema Difusora, deputado Weverton Rocha, virou réu no Supremo Tribunal Federal.

Virou moda no Maranhão: Comunista só querer viajar de avião?

Visivelmente preocupado em fazer bases políticas, o deputado Othelino Neto (PCdoB), parece que tem pressa. Vive sendo visto cortando os céus do estado em aviões e helicópteros. Nada contra, afinal, Othelino é vice-presidente da Assembleia, um parlamento que tem no seu histórico a fama de gastar dinheiro em viagens aéreas.

Mas não é só ele, toda a cúpula comunista adora viajar. O problema é que o comunismo sempre condenou esse tipo de viagem, mas agora, parece que não querem mais viajar de carro, só de avião ou helicópteros.

Por causa disso, o comunismo está virando sinônimo de mentira. Basta lembrar que os deputados que hoje mandam na política, que condenavam essa prática, vivem viajando…

Abaixo, uma imagem do deputado comunista Othelino Neto,  numa de suas viagens:

Politico bom de briga, que não vive de “pires na mão” dia e noite no Palácio bajulando o governador. 

Quem vai herdar?

Dos antigos políticos, Edivaldo Holanda talvez seja o único com mandato e ainda na ativa. “Holanda é um político duro,mas de coração mole”. Talvez seja essa a melhor definição já direcionada ao antigo deputado, por um senador maranhense.

Ainda na manhã de ontem, 28 de março de 2017, vários jornalistas e blogueiros foram cumprimentar o deputado Edivaldo Holanda, pai do prefeito Edivaldo Jr (Holandinha), na saída da sessão da Assembleia Legislativa. Holandão estava esgotado, a votação estendeu-se quase ao meio dia, ainda assim, abraçou cada jornalista que o recepcionou na saída.

Edivaldo sabe porta-se bem no meio político, apesar de ter passado por várias conjunturas e governos: já acusou e defendeu Sarney, esteve na situação ou oposição, era admirado e respeitado por todos. Esta é a forma de fazer política de Holanda, talvez a melhor herança a ser deixada.

Do lado de Flávio Dino três nomes para duas vagas…

Para as duas vagas do Maranhão, atualmente três nomes são cogitados pelo governo comunista ao senado, sem falar dos candidatos do grupo Sarney, que até agora não mostrou a cara sequer para disputar ao governo.

Três deputados federais com grande visibilidade na esfera federal se posicionaram como pré-candidatos ao senado: José Reinaldo (PSB), Weverton Rocha (PDT) e Waldir Maranhão(ainda no PP). A população espera um nome que possa trabalhar a favor do povo e não atrapalhar o desenvolvimento, com vícios e dogmas políticos, que foi o perfil dos senadores até antes das eleições de 2014 o senado.

Mas, vamos aos nomes:

Perfil:
Zé Reinaldo votando pelo Impeachment de Dilma, Waldir Maranhão tentando anular votação dos deputados que afastaram Dilma, e Weverton Rocha, ainda na época das vacas magras, quando não tinha sido feito gente pelas mãos quem desrespeitou depois…

Para ilustrar essa postagem, um apanhado dos três nomes mais cogitados para a disputa senatorial de 2018 no palanque do governador Flávio Dino.

Dos três, foi o ex-governador José Reinaldo o único articulador político que foi capaz de derrotar o Sarney no Maranhão nas eleições estaduais de 2006, dando pela primeira vez a oportunidade de o Maranhão ter alternância no governo durante quatro décadas.

Pesa sobre Zé Reinaldo a paternidade de Flávio Dino na carreira política, quem  impulsionou sua candidatura a deputado federal, prefeito e governador.

Weverton Rocha: Bastante conhecido no sub mundo das agremiações estudantis (Umes, Ubes) Weverton chegou ao governo do pedetista Jackson Lago, através da indicação da então Primeira Dama do Estado, Clay Lago, a mesma que, quando viúva foi desrespeitada pela turma de Weverton no episódio que a afastou do partido que ajudou éfundar .

Depois de assumir a presidência da legenda pedetista no Maranhão, Weverton passou a ser liderança estadual, e deputado federal em Brasilia, de onde atual como faz tudo de Carlos Lupi, Ciro Gomes e por tabela, Dilma Rousseff.

Waldir Maranhão, que cresceu na esfera federal a partir das eleições de 2010, e de lá não desgrudou mais de Dilma.

Em 2010, teve rejeitada prestação de contas pelo TRE do Maranhão referente às eleições do mesmo ano para deputado federal por recebimento de recurso de fonte não identificada.

Em 17 de abril de 2016, Waldir Maranhão votou contra a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff. Em 5 de maio de 2016, assumiu a presidência da Câmara dos Deputados interinamente, após afastamento provisório de Eduardo Cunha, de onde tentou (via orientação comunista) anular a eleição dos deputados pelo afastamento de Dilma.

A partir deste feito, Waldir Maranhão que foi condecorado como “herói do povo brasileiro” por Flávio Dino, e desde então tem sido visto nos palanques do governador comunista.

Resta ao eleitor analisar quem deverá ter o voto de confiança. Dos três, quem tem o perfil político que busque desenvolver nosso estado, e não apenas seu patrimônio particular, como foi feito durante décadas.

 

Morte no nascedouro: Weverton Rocha deverá sair de cena para abir caminho ao candidato a senador de Lula e Flávio Dino… 

Maragatuno sofreu golpe mortal na corte superior, teria o dedo dos cumpanheiros, Lula e Waldir Maranhão?

Enquanto Weverton Rocha sofre vergonha nacional pela Rede Globo, Waldir Maranhão recebe dinheiro e está sempre nos palanques de Flávio Dino…

Durante a noite desta terça-feira, 28, o Jornal Nacional da Rede Globo exibiu uma reportagem mostrando as irregularidades praticadas nas gestão do então secretário de Esportes e Juventude, Weverton Rocha (PDT), apontadas pelo MPF.

Por causa da acusação, o Supremo Tribunal Federal (STF), acabou por aceitar a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal e tornou réu nesta terça-feira (28).

Weverton Rocha, que é deputado federa pelo PDT-MA, foi um doa mais vorazes a xingar o atual governo de GOLPISTA. Para tanto, Weverton Rocha, que é por tabela um aliado do PT de Lula e Dilma, deverá desta feita, abandonar sua pré-candidatura a senador para abrir a vaga da disputa para o deputado Waldir Maranhão, que é apontado como o favorito por Lula e Flávio Dino.

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do senado aprovou, na manhã desta terça-feira, 28/03, o projeto PLS 51/15, de autoria do senador Roberto Rocha, que inclui o Mato Grosso e parte ocidental do Maranhão na zona de aplicação do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO).

Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária.Em discurso, senador Roberto Rocha (PSB-MA).Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado.

Atualmente, o Mato Grosso e a parte ocidental do Maranhão já estão incluídos na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). No entanto, os instrumentos de desenvolvimento regional disponíveis para o Mato Grosso são os do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), e para o Maranhão, os do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE).

De acordo com Roberto Rocha, o realinhamento previsto no PLS 51/ 15 é sobretudo, uma questão de coerência. Em seu projeto, o parlamentar propõe, ainda, que a inclusão das novas áreas no FNO ocorra sem prejuízo de sua participação nos fundos do Centro-Oeste e do Nordeste.

Com a aprovação do PLS 51/15, dois diferentes fundos regionais atuarão na parte ocidental do Maranhão, dando oportunidade para linhas de financiamento no setor produtivo mais identificadas com a realidade de produção da região.

Após aprovação na CAE, o projeto segue, agora para a Câmara de Deputados Federais.

Exploração:

O perfil de esquerdista faz do governador Maranhense errar o alvo. Faz politicagens quando deveria ser gestor.

Foi para isso que o Maranhão votou em Flávio Dino, para aumentar impostos? Esperávamos mais de quem se promoveu às custas dos erros do grupo Sarney. É esta a mudança, nos levar para o fundo do poço?

Aumento de impostos de Flávio Dino gerou discussão na Assembleia Legislativa durante a sessão de ontem, espera-se que hoje, os deputados teleguiados de Flávio Dino aprovem outro absurdo.

Lei votada no apagar das luzes de 2016, poderá complicar mais ainda a situação das pequenas empresas. Os deputados-marionetes, que traíram o povo, deverão votar hoje uma lei que favorecer o Supermercado Mateus, ao mesmo tempo que promoverá uma quebradeira nos comerciantes menores.

Aumento de impostos, esperar o que de um comunista? 

Grande feito de Flávio Dino poderá ser a quebradeira de pequenas empresas. Já pensou um político levar nas costas uma marca dessa?  O pior que o Maranhão caminha para uma grande quebradeira.

Enquanto perde e oportunidade de melhorar nossa economia, o governador comunista, que brinca de governador, mais parece que baixou um espírito de presidente venezuelano, pra quebrar de vez a economia do Maranhão. Só lembrando que nem Sarney nem a filhota Roseana conseguiram fazer isso…

Aumento de impostos: depois de prejudicar, governador quer remediar…

Após aprovarem aumentos de impostos na calada da noite, deputados governistas tentam convencer que aumento de impostos é solução, e não o grande problema do desenvolvimento social.

Complicou geral, tudo porque o governado comunista, Flávio Dino tenta convencer, mas, apesar das tentativas ele só está piorando a vida do povo.

Exploração, aumento de impostos e políticalha…

Se não bastassem os aumentos de impostos, o uso eleitoreiro das estruturas públicas, ainda tem o envio de verbas para aliados do PT.

Abaixo, uma postagem retirada do blog do Gilberto Leda mostrando que o maior investimento de Flávio Dino é na politicagem:

Além de assaltos, desconforto, passageiros sofrem com a violência dos motoristas…

Vídeo mostra uma briga entre motoristas.

Absurdo total, motoristas mal educados brigando no meio da rua em pleno horário de pique na capital de São Luís. Tem coisa pior que andar em ônibus lotado? Sim, motorista estressado, briguento, mal educado…

Confira abaixo o desespero dos passageiros de um ônibus em São Luís:

 

Por José Reinaldo Tavares

O Maranhão é um estado surpreendente pelas imensas possibilidades que possui. E isso impressiona mais quando ouvimos técnicos de fora, como também, pessoas experientes que conhecem um pouco do nosso estado.

Sim, crescemos ouvindo isso, que o Maranhão inexoravelmente seria um grande estado, pois a natureza nos legou tantos recursos naturais que forçosamente isso nos levaria ao desenvolvimento. Só que, esqueceram de nos avisar, que mesmo assim, teríamos que lutar muito, sem denodo, para transformar toda essa pujança em desenvolvimento. Mas, continuemos relatando o que ouvimos.

Quando a comitiva de especialistas indianos esteve nos visitando para conhecer e tirar dúvidas do projeto da refinaria e do polo petroquímico, na minha ida semanal para Brasília encontrei um dos membros mais graduados da comitiva indiana no avião, que estava iniciando uma viagem para a África do Sul, e aproveitamos a nossa viagem para conversar. Para sintetizar, a conversa de duas horas de até Brasília, destaco esse trecho: “nunca vi um lugar melhor para fazer uma refinaria. Vocês tem lugares muito bons, não só para a própria refinaria, como para construir terminais portuários, com área suficiente para instalar a tancagem exigida pelo projeto, vocês tem a água necessária para o projeto, além de localização e infraestrutura adequada para a distribuição da produção”. Eu não me surpreendi, pois penso igual, mas é muito bom ouvir de um técnico de alto nível, experiente e viajado, o olhar de um estrangeiro e investidor.

Continuando, nós temos um Centro de Lançamento, em Alcântara, que veio para cá porque estamos muito próximos a linha do Equador. E como esta região gira mais rápido que as demais, permite grande economia nos lançamentos espaciais, o que é uma grande vantagem nesse rico mercado de bilhões de dólares. Por causa dele veio o ITA e se conseguirmos fazer andar o Programa Espacial, como seguramente irá acontecer, vamos ter aqui, como consequência, um grande centro tecnológico, que poderá ter importância global. É de se frisar que nunca demos o valor devido a presença do Centro no Maranhão. Deveríamos dar.

Temos em São Luís um centro histórico maravilhoso, tão importante que foi elevado a Patrimônio Cultural da Humanidade, que entretanto está meio abandonado, sem grande influência na vida diária da cidade, perdendo a importância que teve na história de nossa capital, e que sempre nos diferenciou de muitas capitais nordestinas. Só que ali temos áreas ociosas, charmosas, e no subsolo, passam cabos de fibra ótica, que estão quase sem uso.

Conversando com Ana Maria Gazola, que já foi reitora da Universidade Federal de Minas Gerais, uma das maiores do país, além de ter sido secretaria de Educação de Minas onde deu um impulso vigoroso a qualidade do ensino público no estado, falando sobre a ociosidade do centro histórico e da presença dos cabos de fibra ótica, ela me disse: Zé Reinaldo e porque vocês não fazem ali uma cidade digital, como existe em Recife e em Natal? Isso permitiria preparar pessoal especializado nesse setor da economia que será cada vez mais importante, agora e no futuro próximo? Muitos jovens preparados em Recife estão sendo requisitados pela Califórnia que lhes oferece gordos empregos, concluiu ela. Já pensaram o que é ter aqui um polo de alta tecnologia integrado ao mundo, atraindo empresas inovadoras para cá, garantidas pela presença dessa mão de obra?

A Ex-Ministra da Agricultura, Kátia Abreu, que disse gostar muito do Maranhão, me disse: vocês precisam resolver com urgência um problema que afeta o desenvolvimento do agronegócio no estado. Os títulos de terra no Maranhão não são confiáveis e assim os bancos não os aceitam como garantia, como é em todo o lugar, e não emprestam o dinheiro para o plantio. Existe uma solução para isso, disse-me ela, é fazer as discriminatórias e levar ao SPU que emitirá um documento que substitui o título. Produtores de Mato Grosso, me disseram que os bancos não estavam aceitando esses papeis por acharem que eles não lhes davam ainda a segurança requerida. Na semana passada fui ao SPU onde encontrei-me com o Secretário, que aliás trabalhou comigo na Sudene e ele me disse que o problema estava resolvido com a MP-759, já enviada ao Congresso pelo presidente Temer, e que garante toda a segurança jurídica ao título da SPU.

Agora cabe a nós fazer as discriminatórias.

Esses mesmos produtores me falaram que outra grande carência no estado é a necessidade de adaptar novas sementes para serem produzidas no estado, usando a Embrapa. Precisamos muito de pesquisas. Mas, como a Embrapa não tem dinheiro suficiente eles criaram no estado um fundo privado que recebe 2% de todo o saco de semente vendido e isso lhes permite contratar a Embrapa e lhes dar os recursos necessários para o trabalham que precisam fazer. Não é à toa que hoje são os maiores produtores de soja do mundo. Me disse mais: a Índia quer importar 30 milhões de toneladas por ano de lentilha, grão de bico e um tipo de feijão e essas leguminosas permitem um lucro muito maior ao produtor do que a soja. Nós temos aqui, em Balsas, a Fapcem, que tem feito um bom trabalho de pesquisa custeada pelos produtores da região. Mas, é preciso mais.

Tenho muito mais coisas para contar nesse sentido, ouvindo pessoas de outros estados que tem um olhar de admiração pelo nosso estado. Mas, se o fizer, o artigo ficaria longo demais.

Mas, se quisermos transformar o nosso estado na potência sonhada por muitos, não há outro jeito. Temos que trabalhar muito.

Grajaú está em festa. Sábado tomou posse o oitavo Bispo da história do município. Assumiu Dom Rubival Cabral Brito com 47 anos de idade.

Parabéns Grajaú.

1 2 3 4 15