Todos no saco vermelho: Prisão de reitor da Uema, decisão unanime do TJ para aumentar impostos…

0

Estado policial: Como nos tempos do Sarney, desembargadores e juízes demostram ficar contra a população.

Comunistas justificam decisão absurda da Justiça contra a população como Vitória ao grupo Sarney. Tem mais: Sabem qual foi a desculpa dada pela mídia palaciana sobre a decisão unanime dos promotores e juízes? Que o Estado poderia quebrar se não tivesse o aumento de impostos.

Como assim, o Maranhão não está diferente do RJ e RS?

Onde foram parar os empréstimos de mais de um bilhão?

Um gestor de verdade tem que gerir, fazer ter renda, e não explorar ainda mais, aumentando a carga tributária. Esse governador nada mais é que um politiqueiro, joga com o poder para se perpetuar no governo. Absurdos do Maranhão comunista:

Que tipo de gestor pega um estado como o Maranhão, que foi deixado com as economias em dia, sem débitos, com dinheiro em caixa, sem rombos (a exemplo do RJ e RS), e se vale da desculpa de recorrer ao aumento de impostos, sacrificando ainda mais a população pobre, para não “quebrar o estado”? Abaixo, um recorte do Gilberto Leda:

Pasmem, decisão do TJ favorável ao aumento de impostos, que prejudicará a população do estado, também foi justificada pelos comunistas como uma vitória política sobre a OAB, que segundo a mídia palaciana, está representada na pessoa do presidente, Thiago Diaz, como um “sarneisysta”.

Ora, qualquer entidade que fique a favor do povo, como fez a OAB, merece aplausos da população, que, diferente do TJ, entende que o povo sofre com a injusta e desumana carga de impostos, que pagamos aos obesos cofres do governo, que nunca retornam em benefícios à população, pelo contrário, fazem sumir em “investimentos” quase sempre obscuros…

Sem falar que, os comunistas conseguiram onerar ainda mais a maquina pública fazendo empréstimos de mais de um bilhão para as próximas gerações (20 anos) pagarem as irresponsabilidades feitas na gestão atual, em nome da “causa” dos comunistas. Que aconteceu, esqueceu a “mudança”?

Vejam quantos absurdos:

Prometendo mudar o maranhão, Flávio Dino ganhou as eleições no ano de 2014, mas, esqueceu de ser gestor para assumir a forma de ditador.

Só para lembrar, até pouco tempo o Maranhão era comandado pelo Palácio dos Leões. Sarney usava seus tentáculos para ditar ordens e comandar os outros Poderes, assim, Executivo, Legislativo e Judiciário se submetiam às ordenanças dos oligarcas.

Some-se a isso, a absurda prisão imediata de um reitor da sucateada Uema, que tem sido parceira de um programa de revitalização da águas, idealizada por um político concorrente ao governo comunista…

Nos dias atuais, pós “mudança”, qualquer semelhança seria mera coincidência?

Estado Policial?

reitor estaria sofrendo perseguição?

Os comentários estão desativados.