Monthly Archives: janeiro, 2017

O segundo mandato.

Nosso simpático prefeito precisa de fato cumprir suas metas. A principal delas, passados 4 anos, que os cortes sejam feitos, que dessa vez consigam enxugar a máquina pública.

Para a “mudança” de fato acontecer em nossa cidade a “politicagem” não poderá travar sua gestão. Em outras palavras, Holanda precisa ter pulso forte, destravar a Comunicação e outras “porteiras” entregues aos “comunas”.

Na imagem abaixo, um anuncio tardio: Várias secretarias que foram usadas apenas como “penduricalhos” para contemplar “aliados”, que nada fizeram pela cidade.

O PDT, seu partido atual,  não poderá ser tão voraz, sedento, como foi no “primeiro tempo da partida”. Edivaldo Holanda deverá se preocupar com seus planos para o futuro, começar desde já traçar um rumo para 2018. O jovem Edivaldo, se tiver o tino do pai, nessa política de morte, deverá pensar na sua sobrevivência política, pois no canibalismo comunista o que não faltam são nomes e planos para um futuro próximo que não contempla Holanda.

 

 

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) solicitou, ainda, durante as atividades parlamentares no final de 2016 na Assembleia Legislativa, que os prefeitos eleitos de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PC do B), e de São José de Ribamar, Luís Fernando (PSDB), anulem os contratos firmados com a empresa Odebrecht Ambiental, responsável pelo fornecimento e tratamento da água e esgoto dos municípios.

A solicitação do deputado Wellington é em virtude da péssima prestação de serviços e, ainda, do aumento exorbitante nas tarifas cobradas pela empresa e das inúmeras reclamações da população dos dois municípios.

“Atendendo às inúmeras reivindicações, desde 2015, nós realizamos duas audiências públicas com o objetivo de ouvir a população e, então, apresentar ações que atenuem a maldade e o desrespeito com a população, caracterizada no aumento exorbitante nas tarifas e na prestação de serviços da Odebrecht. A primeira audiência aconteceu no dia 15 de setembro de 2015, na Escola Erasmo Dias, em Paço do Lumiar, e contou com a presença de mais de 800 pessoas, inclusive com a participação do prefeito eleito, Domingos Dutra (PC do B). Já no dia 23 de setembro, do mesmo ano, discutimos a mesma problemática, só que agora na Unidade de Ensino Cidade de São José de Ribamar-CAIC, no município de São José de Ribamar. Ouvimos a população dos dois municípios. Ainda assim, infelizmente, os antigos gestores não se posicionaram quanto à essa solicitação. Esperamos agora que os novos prefeitos atuem em defesa do povo e, então, analisem a possibilidade de rescindir esse contrato”, afirmou Wellington.

As solicitações do deputado Wellington foram formalizadas na Assembleia Legislativa do Maranhão e devem ser encaminhadas, de forma oficial, por meio de indicações, aos novos prefeitos de São José de Ribamar e Paço do Lumiar.

Uma das táticas do comunismo é tentar desqualificar quem não concorda com seus métodos. Quem faz criticas ao governo comunista é logo taxado de “sarneisista” e outras ofensas.  

Minha opinião é que no afã de crescerem politicamente os COMUNISTAS estão fazendo o mesmo percurso do Sarney, que investido de poder criou uma gigantesca estrutura política usando a máquina pública. Ora, quem pode negar que em dois anos o partido comunista, PCdoB, cresceu muito mais que em dez anos atrás?

Um breve histórico das redes sociais na política do Maranhão ainda no período de sua formação, no período jurássico, quando já “agitava” as redes sociais. Mas, como no comunismo tupiniquim não basta ser súdito, tem que idolatrar,  alguns seguidores do Dinismo chegam ao extremo de entrar nas páginas pessoais de quem ousa criticar o semi deus do comunismo, Flávio Dino.

Há exatos 15 anos atrás. Como sempre faço em minhas páginas, desde os antigos Orkut, MSN, FLOGS, bate papo UOL, tudo ainda na fase da internet 1.0. Naquele tempo ganhei notoriedade por ser um combatente ferrenho contra as tiranias governistas, no tempo,  lutava praticamente sozinho contra os bajuladores do sarneísmo, portanto tenho um histórico político diferente do que falam os tiranos atuais.

Ainda na virada do ano de 2016, relembrei minhas cobranças aos logradouros públicos, que, infelizmente, muitos estão abandonados, a exemplo da Concha Acústica, relembre aqui:

Pois bem, um desavisado súdito do Comunismo tratou logo de me chamar de ser Sarneisista, por discordar do abandono, ainda hoje, do local e passou a me atacar. Quer dizer que quem fica contra Flávio Dino é obrigado a ficar do lado do Sarney?

Que lógica mequetrefe…

Aos desavisados, quero dizer que posso não concordar com as práticas do comunismo atual, mas tenho um histórico de lutas contra o Sarney.

Minha opinião sobre o “semi deus” Flávio Dino é a mesma que tinha de Roseana Sarney são iguais em tudo, querem o poder a todos custo. Aliás, vejo que estão fazendo o contrário daquilo que anunciavam, e hoje,  no afã de crescerem politicamente estão fazendo o mesmo percurso do Sarney, que investido de poder criou um estrutura política usando a máquina pública.

Ora, quem pode negar que em dois anos o partido comunista, PCdoB, cresceu muito mais que antes de assumirem o poder?

Antes eu era esquerdista, flertava com o comunismo, mas, como não bajulo, pelo contrário,  faço criticas, fui perseguido e chamado de ser “Sarney”.

Abaixo, um registro de meu antigo blog, que foi censurado e apagado por não concordar, nem poder criticar o comunismo de Flávio Dino e Márcio Jerry.

A urucubaca deu sinais logo nas primeiras horas de 2017, que não quer sair de Paço…

A posse do prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra, está sendo considerada um verdadeiro desastre político. A culpa, segundo observadores de plantão, seria de uma rixa com uma vereadora do PCdoB, atual partido de Dutra.

Por causa disso, seu candidato à presidência da Câmara perdeu de 9 para 17 votos,  elegendo o vereador Marinho do Paço (Pros) que derrotou o candidato do comunista, vereador Jorge Brito (PSDB).

Segundo relatos das redes sociais, Dutra usou o nome do governador Flávio Dino (PCdoB) e de secretários de Estado, mas sequer conseguiu emplacar um de seus aliados na Mesa Diretora.

O ano acabou mas deixou uma grande dúvida: Dinheiro para segurar Dilma na presidência saiu de onde?

A melhor coisa que aconteceu no Brasil durante o ano de 2016, sem dúvida alguma foi a Lava Jatos. Além do afastamento de Dilma, teve a prisão de Eduardo Cunha e vários empreiteiros pegos na Operação.

Antes do afastamento da presidenta Dilma Rousseff, aconteceram tentativas de evitar seu impeachment ainda no nascedouro, algumas dessas tentativas inusitadas teve a presença de alguns governadores do Nordeste, que viajavam constantemente para Brasilia, onde o presidente Lula esteva “negociando” com deputados na tentativa de impedir o impeachment, como mostrado em várias reportagens. Confira abaixo:

 

A Federação dos Municípios do Maranhão estará sob nova direção a partir do dia 16 de janeiro, quando acontecerá nova eleição.

Com a posse do novo prefeito de São José de Ribamar, caiu o presidente, agora ex-prefeito, Gil Cutrim (PDT) e toda chapa de substitutos.

Segundo o estatuto da entidade, que estabeleceu que mandato da atual diretoria termina no dia 31 de dezembro; além disso, 18 dos 25 diretores – incluindo presidente, seus dois vices e o secretário-geral – encerraram suas gestões municipais também na noite do dia 31 de dezembro de 2016.

Na linha sucessória de Gil Cutrim estavam os ex-prefeitos: o primeiro vice-presidente: Hernando Macedo, o segundo;  Filuca Mendes, e o secretário-geral;  Sérgio Albuquerque. Para piorar, a página da Famem na internet que consta o estatuto foi suprimido o parágrafo 6, que consta a principal clausula. De toda a diretoria da federação, apenas sete dos atuais continuam como gestores até a eleição, prevista para o dia 16 de janeiro. (Marco Deça, com edição)

Já era esperado o desconforto causado nas redes sociais: 2016 não foi chato, foi baixo…

O simples fato de cobrar os governantes para que cumpram seu dever, papel este que antes era exercido pelos combativos jornalistas, mas que hoje, a grande maioria se encontra à beira da falência moral, ao ponto de se deixarem patrulhar como se fossem folhetins de uma ridícula “boticaosfera”. 

Quer dizer que cumprir seu papel social virou chatice? Cobrar  políticos sem deixar-se manipular é coisa de um recente passado, pelo visto.

Pior é quem usa estruturas públicas para ordenar detonações contra desafetos e manchar a reputação de políticos, como visto nas eleições de 2016, ano que  a baixaria eleitoral foi para o nível do esgoto através do abuso dos meios de comunicação promovida por quem anunciou a “comunicação democrática”.

Por causa da baixaria, que comprometeu pessoas honradas , a exemplo de Eliziane Gama, Wellington do Curso e Braide, que foram escrachados pela baixaria e acabaram perdendo a eleição.

É contra isso que luto, por isso não me calarei, mesmo sendo chamado de “chato”.

2017 será chatíssimo!!!

Avante, contra as baixarias da ratosfera!

Sortudo do Maranhão que “dormiu pobre e acordou rico”, será o único que em 2017 não vai se preocupar com o “Mais Impostos” do governo comunista.

Diferente dos que mamam no governo, um apostador maranhense que dormiu pobre e acordou rico está entre os ganhadores da Mega da Virada. O sortudo é um morador da paupérrima cidade de Trizidela do Vale, que receberá cerca de R$ 36.824.758,22 milhões.

Seis apostas acertaram os seis números do concurso 1.890 da Mega Sena da Mega da Virada, que ocorreu na noite deste sábado (31) em São Paulo. O prêmio total foi de R$ 220.984.549,30.

As dezenas sorteadas foram: 05 – 11 – 22 – 24 – 51 – 53.

Os premiados são de Salvador (BA), Fortaleza (CE), Trizidela do Vale (MA), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS) e Fazenda Vilanova (RS). Em Campo Grande, um bolão de dez cotas levou o prêmio -cada um receberá R$ 3,6 milhões.

1 11 12 13