Monthly Archives: dezembro, 2016

Aos amantes da bela cidade, São Luís, que estão distantes, deixarei estas saudosas e inesquecíveis imagens.

√öltimo por do Sol de 2016, visto da Lagoa da Jansen, apelidada atualmente de “a Pra√ßa Vermelha”.

Que o ano de 2017 traga Mais Amor aos cora√ß√Ķes dos governantes, que possam tratar a coisa p√ļblica com menos rancor. Ao fundo, esquecida, a Concha Ac√ļstica, lugar de shows que ficou abandonada.

Fechar o ano com dinheiro na conta é um verdadeiro presente de natal!

√Č para isso que serve um senador: Para pagar o mal com o bem. O senador Roberto Rocha (PSB), diferente daquilo que dizem¬† os comunistas, tem demostrado que cargo p√ļblico deve ser ocupado para fazer o bem. Mas, se algu√©m ainda tem d√ļvidas para que serve um senador de verdade, olhem abaixo:

 Serve para enviar dinheiro para beneficiar o município e  Estado em quase 1 milhão de emenda parlamentar (verba federal) para projetos de agricultura da Zona Rural de São Luís.

rob-rocha1

“Lisura” total…

Causou desespero geral no cupinzeiro quando saiu a decis√£o do juiz federal Carlos Madeira de bloquear mais de R$ 4 milh√Ķes de recursos provenientes da multa de repatria√ß√£o.cupim-s

O dinheiro deveria cair nos cofres da prefeitura nesta sexta-feira, no pen√ļltimo dia da gest√£o cupiniana. Na Secretaria de Administra√ß√£o e Finan√ßas era intensa ontem a movimenta√ß√£o de v√°rios ‚Äút√©cnicos‚ÄĚ prontos para distribuir os recursos por meio de ‚Äúpagamentos a fornecedores‚ÄĚ.

O dinheiro n√£o caiu e frustrou os planos da cupinzada. Tanto num apartamento luxuoso no condom√≠nio Cidade de Bordeaux como no ainda mais pomposo Murano o choror√ī foi grande.

E o choro foi maior ainda porque ‚ÄúDon Bigodin das Contas‚ÄĚ foi visto saindo do gabinete do seu ‚Äúamigo‚ÄĚ Carlos Madeira, antes da decis√£o, que nem tomou conhecimento da ‚Äúvisita‚ÄĚ e preferiu tomar a decis√£o mais prudente.

√Č, Don Bigodin, como diria um velho amigo, os tempos mudam!

Pol√≠tica a toque de caixa…

Dos oligarcas Vitorino Freire a Jos√© Sarney, ¬†at√© 2014, quando Fl√°vio Dino, prometendo mudar, continuou…

O pior da pol√≠tica √© a baixaria. Por anos o desejo de mudan√ßa deixou a popula√ß√£o maranhense ref√©m de salvadores da p√°tria, que n√£o existem, nosso triste hist√≥rico comprovou isso. Todo grupo que assume o comando do governo faz uso da maquina p√ļblica para se promover e perpetuar-se.

Nada mudou. Abaixo, um bom exemplo do tipo de política baixa praticada na atualidade: Veja na integra no blog do Robert Lobato:

bob

 

Quem “paga o pato” √© o trabalhador…

Fl√°vio Dino nos passos de Lula: quem esperou que o comunismo beneficiasse o povo, enganou-se. Preparem-se para pagar mais caro, nossa carga de impostos aumentou, tudo por conta dos rombos feitos pelos corruptos.roubo

Eleito com apoio dos tucanos, logo que foi eleito governador, Fl√°vio Dino traiu quem o apoiou para anunciar uma rid√≠cula campanha pr√≥-Dilma/Lula. Ferrenho defensor do petismo (ou Lulo petismo), Fl√°vio Dino fez sua pior escolha: se exp√īr em intermin√°veis defesas de quem comprovadamente tinha culpa pelo roubo que culminou com a ‚Äúcrise‚ÄĚ que enfrentamos agora.

Mas, engana-se quem pensa que a trai√ß√£o ficou por a√≠. Os comunistas, traidores, falam de crise mas n√£o explicam que essa ‚Äúcrise‚ÄĚ n√£o caiu do c√©u de paraquedas, ela foi gerada pela corrup√ß√£o. Ou seja, Fl√°vio Dino, que defende a corrup√ß√£o dos petistas quer que “paguemos o pato”. Que trai√ß√£o.

Trilh√Ķes pelos ralos da corrup√ß√£o:

Pasmem, essa ‚Äúcrise‚ÄĚ, que na verdade √© um verdadeiro rombo que por anos foi cavado nas economias do Brasil, rombo feito para nutrir o populismo de Lula, enquanto abria as penas para os esquemas de corrup√ß√£o que lesaram o Brasil, continua no Maranh√£o.

Nosso antigo ‚Äúher√≥i‚ÄĚ, idealizador, que faria diferente, est√° fazendo igual, ou pior, que o Lula. Nos traiu e assumiu outra forma, bastou ser eleito governador com o discurso da “mudan√ßa” para mostrar sua verdadeira face.

Enquanto isso, de olho nas burrices dos comunistas, Roseana Sarney mandou anunciar que est√° de volta. Um detalhe: Roseana n√£o tem hist√≥ricos de trai√ß√Ķes.

 Foto enviada ao blog pelo whatsapp mostra caminhão de mudança lotado de materiais: raspa geral.

‚ÄúEst√£o fazendo o raspa em S√£o¬† Jos√©¬† de Ribamar‚ÄĚ. O flagrante do dia mostra um caminh√£o em frente ao Liceu Ribamarense I, levando arm√°rios, cadeiras mesas e, at√© ar condicionados‚ÄĚ, denuncia morador.

A despedida do prefeito Gil Cutrim (PDT), que passou 8 anos na Prefeitura de S√£o Jos√© de Ribamar, e no final inventou uma propaganda enganosa das “500 obras”.

15820599_10207537126531591_1441699531_o

Avante $…

Outra vez comunistas cometem trai√ß√Ķes, n√£o eram os “leozinhos do pal√°cio” que ficariam sem “comer as carnes do povo”? Que mudan√ßa, ¬†hein, governador? Abaixo, fiquem com informa√ß√Ķes do blog do Daniel Matos:marcio-jerry-e1442876266714-940x540

O governador Flávio Dino (PCdoB) resolveu contemplar o seu secretário de Comunicação e Assuntos Políticos e braço direito, Márcio Jerry, com um recurso extra em pleno fim de ano. Por decreto, o líder do governo da mudança autorizou um crédito suplementar de R$ 672.837,00 para reforçar os cofres da pasta comandada pelo segundo homem na hierarquia comunista no Maranhão.

O decreto que libera a verba a Márcio Jerry foi publicado no Diário Oficial do Estado no dia 19 deste mês. Além da assinatura de Flávio Dino, o ato governamental teve a chancela do secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares; da secretária de Estado do Planejamento e Orçamento, Cynthia Celina de Carvalho Mota Lima; e do secretário de Estado da Fazenda, Marcellus Ribeiro Alves.

Resta saber se o poderoso titular da Secap ter√° tempo de investir com efici√™ncia o recurso p√ļblico que recebeu faltando apenas 12 dias para acabar o ano, em pleno per√≠odo destinado a recessos e festividades.

Abaixo, cópia do decreto:decreto-de-marcio-jerry1

Desse jeito at√© a popularidade de Geraldo Alckmin, em S√£o Paulo, est√° ¬†amea√ßada…

Depois de “poetizar” sobre a estrela do Maranh√£o no letreiro de fim de ano do Espig√£o, o pol√™mico m√©dico, Dr Yglesio, fez uma montagem interessante para ajudar o governador Fl√°vio Dino ter popularidade. A postagem da foto em seu facebook, serviu para mostrar a todos no Maranh√£o que mesmo fora, distante, leva consigo o sentimento de s√ļdito fiel do comunismo.

A postagem está sendo muito curtida nas redes sociais. Parabéns, Yglésio!

dino

O ano de 2016 fechou com protestos dos moradores do bairro Aurora do Anil.

Durante protestos os moradores da Aurora/Anil pediam mais respeito do governador Flávio Dino. Os moradores continuam se manifestando contrários à construção de uma unidade Unidade de Ressocialização  para Adolescentes Infratores РFunac.

ros

Em plen√°ria popular, realizada nos dias 20 e 21/12, que contou com a presen√ßa da Vereadora Rose Sales (PMB), a comunidade da Aurora demonstrou indigna√ß√£o sido bastante desrespeitada pelo Governador Fl√°vio Dino, que n√£o se disp√Ķe a ouvir e a entender os motivos pelos quais os moradores n√£o aceitam a instala√ß√£o de uma Unidade de Ressocializa√ß√£o¬† para Adolescentes Infratores, considerando que h√° mais de 40 anos sofrem com os assombros das fugas da antiga CEREC, hoje CCPJ.

rose

O bairro da Aurora tem car√™ncia √© de equipamentos p√ļblicos, que beneficiem os moradores, sejam na √°rea da educa√ß√£o, da sa√ļde, da qualifica√ß√£o profissional ou da seguran√ßa, uma vez que n√£o tem uma escola de Ensino Fundamental, apenas um Anexo, que funciona na sede da Uni√£o de Moradores. (informa√ß√Ķes e fotos Davi Max)

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) realizou¬† presta√ß√£o de contas sobre o destino de suas emendas parlamentares para 2017, destacando √°reas importantes como sa√ļde e educa√ß√£o.adriane

” Em rela√ß√£o ao destino de nossas emendas parlamentares, n√≥s priorizamos as necessidades de nosso povo e identificamos na sa√ļde e na educa√ß√£o as grandes problem√°ticas sociais que ainda devem ser superadas. Por isso, destinamos R$ 1.200.000,00 (um milh√£o e duzentos mil reais) para a√ß√Ķes na √°rea da sa√ļde do Maranh√£o e, ainda, R$ 1.000.000,00 (um milh√£o de reais) para a educa√ß√£o. O nosso compromisso √© com o povo e esperamos que, diferente do que aconteceu em 2016, dessa vez, as emendas sejam liberadas pelo Executivo. A sa√ļde e a educa√ß√£o precisam de recursos!”, afirmou Wellington.

Ao ser questionado sobre o motivo pelo qual o deputado priorizou sa√ļde e educa√ß√£o, Wellington afirmou ser uma quest√£o de “coer√™ncia social”.

“Se √© para investir, que possamos destinar recursos ao que a sociedade realmente necessita. Eu apresentei,inclusive, propostas de altera√ß√£o na previs√£o or√ßament√°ria de 2017, j√° que n√£o h√° l√≥gica ver, por exemplo, que houve um aumento de mais de R$ 15 milh√Ķes na Secretaria de Comunica√ß√£o enquanto que na Secretaria de Educa√ß√£o houve um corte de mais de R$ 65 milh√Ķes, algo incoerente com a realidade das necessidades do Maranh√£o. Destinei minhas emendas por coer√™ncia social, levando em considera√ß√£o as necessidades da popula√ß√£o.”, disse Wellington.

Al√©m da sa√ļde e educa√ß√£o, Wellington destinou recursos √† cultura, ao esporte e lazer e, ainda, √† agricultura familiar. Essa n√£o √© a primeira vez em que o parlamentar prioriza a sa√ļde e educa√ß√£o. Em 2015, o deputado destinou mais de R$ 3 milh√Ķes em emendas para a educa√ß√£o, al√©m de emenda de valor espec√≠fico destinada √† Universidade Estadual do Maranh√£o (UEMA); secretaria de Sa√ļde do Estado; al√©m da cultura e infraestrutura. No entanto, os recursos n√£o foram liberados pelo Governo do Estado para execu√ß√£o em 2016.

1 2 3 14