Jornal Pequeno detona “patrulhamento” comunista…

1

Valeu, Dr Pêta: Somos livres, não somos súditos dinistas para aplaudir de pé tanta loucura que os comunistas fazem.

 Súditos de Flávio Dino não suportam que o governador seja criticado. Quem criticá-lo será perseguido. E assim, minha luta política se intensificou depois que ajudei a eleger o primeiro governador comunista do Brasil, mas não é como falam, houve mega operação, Dino não tinha votos, nem “maquina”.

Depois de eleito, traição geral, só levou para sua panelinha os petistas, a maioria, escolhidos pelo dedo de Márcio Jerry, alguns deles estavam no governo de Roseana-Washington.Se arrependimento matasse…

Abaixo, uma importante reflexão sobre os riscos de tecer opinião no campo político de São Luís, capital do Maranhão e ser “patrulhado”.

Contra a censura comunista!!!

Contra a censura comunista!!!

Hoje ninguém mais tem opinião própria; tem sempre “alguma coisa” ou “algum interesse por trás” !!! Difícil fazer Jornalismo, hoje, num ambiente tupiniquim desses!!!

Se defende o governador, é ‘alinhado’; se critica, “está a serviço de Sarney, de Zé Reinaldo, de Roberto Rocha ou de algum descontente interessado “mais na frente”!!!

Pqp…, me ‘comprem 2018 bodes”!!

A bem da verdade, mantenho minha linha crítica aos governos quando iniciei no jornalismo tupiniquim, alinhado aos bons críticos do JP. Passa governo, entra governos, prefeitos, deputados, governadores, todos foram alvos de críticas, mas, eis que, o comunismo, na rebarba da falta de nomes (sim, falta de nomes) fez de Flávio Dino governador com ajuda até do PSDB (Aécio foi obrigado a sair de MG-SP para vir ao Maranhão), depois de eleito, Flávio Dino deu banana para Aécio e anunciou apoio para Dilma no segundo turno.

Existe maior traição? Sim, muitos que votaram e apoiaram Flávio Dino foram tratados como “inimigos” por não serem petistas, o pior de tudo, alguns como eu, com vasto histórico contra a oligarquia Sarney, por fazer criticas ao governador comunista ser chamado de “sarneisista”. 

Tem que criticar mesmo, governador, prefeito, secretários, etc… todos que ocupam cargos públicos.

Fiquem com um pouco mais da Coluna do Dr Pêta:

 Meu amigo, a turma da ‘patrulha’ está mais ‘afiada’ do que nunca!!! Ninguém agora pode mais ter ‘opinião própria’; parlamentar, então, nem se fala!!! No recente episódio da aprovação, pela Assembleia Legislativa, de um pedido de empréstimo do governo do Estado, de R$ 444 milhões, junto à Caixa Econômica Federal, quem votou contra não escapou dos ‘patrulheiros de plantão’!!! Pior é que o cara vota a favor do empréstimo e ainda leva ‘sova’ na mídia eletrônica que não pode ver ninguém falando ‘isso’ do governo Flávio Dino!!!

O deputado Eduardo Braide, que acabou de dar um susto na reeleição do prefeito Edivaldo Júnior, por exemplo, votou a favor do empréstimo…, mas como fez algumas considerações críticas à mensagem governamental, já sofreu as consequências na mídia eletrônica defensora do governo!!! Impressionante!!! ‘Diabodidemocracia’ é essa???!!!

 

Uma resposta para “Jornal Pequeno detona “patrulhamento” comunista…”

  1. Pêta Pinguço tem que defender seu whiskynho de cada dia. Pra tira-gosto, lambe as botas do comunista.