O medo: Jerry acusa golpe…

0

O medo no Maranhão comunista: incapazes de admitir suas práticas, novamente tentam culpar o passado pelo presente.

Sarney sabe o que diz; Flávio Dino tenta esconder o que faz; Márcio Jerry, querendo justificar o injustificável, acaba acusando o golpe. jerry

“Pior que o medo é o uso do medo como instrumento do poder”.

Incapaz de “desdizer” Sarney, Jerry acusa novamente o golpe.

Medo é instrumento de opressão, método histórico usado pelos comunistas, por onde o regime ditatorial se instalou. No Maranhão, presente hoje nas organizações governamentais, nos poderes, nas secretarias, constantemente imposto no funcionalismo público.

Os porta-vozes comunistas se embaraçando ao tentarem justificar o injustificável. Era melhor nem ter tentado, ficou pior, Jerry.

Abaixo, um trecho das palavras de Sarney sobre (Dino?) como usar o medo no mandato de governador:

É que o medo é escorregadio, ele se insinua nos espíritos e coloca as pessoas fora de si, capazes de fazer o que não fariam – contra o próximo e contra si mesmo.

Voltando ao que Hobbes colocou no Leviatã, pior que o medo é o uso do medo como instrumento do poder.

Nada fez mais medo, nem a guerra nuclear, que o regime encarnado em Stalin, que matou mais de 30 milhões de pessoas. Será que alguém pensa que o comunismo pode renascer no Maranhão?

 José Sarney. Confira aqui:

Os comentários estão desativados.