Conluio governo/prefeitura já articula nova farsa contra Wellington…

0

Por Marco Aurélio D’Eça

Depois de fracassar com a história do terreno supostamente invadido, aliados de Edivaldo Júnior tentam vincular a imagem do candidato do PP a facções criminosas; ação pode ser mais um tiro no pé da campanha do prefeito.

Wellington conversa com esposas de presidiários que protestam contra maus tratos em frente ao Palácio

Wellington conversa com esposas de presidiários que protestam contra maus tratos em frente ao Palácio

Muita gente pode não ter entendido os sucessivos tweets postados nesta quinta-feira, 29, pelo secretário de Articulação Política do governo Flávio Dino (PCdoB), jornalista Márcio Jerry.

Jerry, que controla do Palácio dos Leões a candidatura do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) tenta vincular Wellington a facções criminosas.

Chega a falar até de um vídeo em que o candidato do PP apareceria, estimulando parentes de presos a rebeliões.

Os twiites de Márcio Jerry: tentativa de criminalizar ação parlamentar legítima pelos direitos humanos

Os twiites de Márcio Jerry: tentativa de criminalizar ação parlamentar legítima pelos direitos humanos

O conluio entre a prefeitura comandada por Edivaldo Júnior e o governo Flávio Dino tentou, há três semanas, vincular Wellington do Curso a uma suposta invasão de um terreno na região do Sítio Santa Eulália. (Relembre aqui)

Usado à exaustão pela mídia controlada pelos dois palácios, o processo manipulado pelo procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia – que também foi secretário de Holandinha – foi extinto pelo juiz da 4ª Vara da Fazenda Pública, Cícero Dias, que constatou a armação para tentar implicar Wellington e prejudicar sua campanha a prefeito. (Releia aqui)

Agora, é o próprio Márcio Jerry, lugar-tenente de Flávio Dino,  quem toma a frente do conluio, na tentativa de garantir a vitória de Edivaldo em primeiro turno.

A ação sorrateira, no entanto, pode acabar virando mais um tiro no pé da campanha do prefeito.

É aguardar e conferir…

Os comentários estão desativados.