Agentes de 83 países combaterão terrorismo em Olimpíada, diz ministro

0

Em visita ao Rio de Janeiro, o ministro interino da Justiça, Alexandre de Moraes, falou sobre o caso de mensagens em português que teriam sido trocadas entre pessoas ligadas ao grupo extremista Estado Islâmico em um encontro que aconteceu no Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem (CBMA). Ele fez questão de destacar que as Olimpíadas terão a segurança garantida por uma parceria entre as policias Civil, Militar, Federal e a Agência Brasileira de Informação, a Abin. Ele também destacou que agentes de 83 países circularão pela cidade e vão contribuir o trabalho de prevenção contra atos terroristas, como mostrou o RJTV.

“Oitenta e três países estão passando informações sobre o assunto e devem chegar um pouco antes da Olimpíada para conhecer o nosso centro integrado que eles vão compor conosco”, explicou o ministro sobre o planejamento de segurança do evento.

A Abin confirmou a existência de um grupo na internet que usa um aplicativo de mensagens para divulgar textos com ideologias extremistas traduzidos para o português. Em nota, a agência afirmou que a abertura de uma nova frente voltada para a doutrinação extremista amplia a necessidade do trabalho de enfrentamento ao extremismo e mostra que pode ser uma via para a radicalização de cidadãos brasileiros.

“Há uma preocupação que temos por causa da realidade mundial. A parte de soberania nacional e segurança pública pensa na situação do terrorismo e há a integração total entre a polícia federal, secretaria de segurança, forças armadas e GSI [Gabinete de Segurança Institucional]. Temos a convicção de que teremos uma Olimpíada segura” , destacou Moraes.

O ministro garantiu ainda que passa pelos acertos finais da liberação de crédito suplementar para garantir o acerto de detalhes relativos aos Jogos, como o pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS). O tema deve ser discutido nesta sexta (17) em reunião no BNDES com o ministro das relações exteriores interino, José Serra.

Alexandre de Moraes também está no Rio para assinar um termo de compromisso para incentivar o uso de medidas alternativas que possam desafogar a fila de processos na justiça do país.

Fonte: G1

Os comentários estão desativados.