Monthly Archives: março, 2016

De forma sorrateira, na véspera de um feriado prolongado, a Prefeitura de São Luís prepara  desproporcional aumento de passagem dos ônibus da capital.20160323164117

O provável reajuste é de 11%. Para quem não utiliza o sistema talvez não signifique nada, mas para as famílias ludovicenses certamente implicará em redução considerável no acesso aos produtos básicos como alimentação e moradia.

Atualmente, a maior tarifa custa R$ 2,60, que passará ao valor de R$ 2,90. Em cálculos simples: 1kg de arroz custa, em média R$ 3,00, ou seja, para usar os ônibus a pessoa precisará economizar praticamente 1kg de arroz, por dia, para ter acesso ao direito de ir e vir.

Outra vez, a população paga pela má gestão e incompetência do governo municipal, que sem qualquer justificativa técnica cede à pressão dos donos das empresas, como se fosse refém desse setor empresarial.

O serviço de transporte público pertence à municipalidade e é concedido aos particulares que devem, por sua conta e risco, explorá-lo, prestando um serviço eficiente a preço módico, econômico. Entretanto, mesmo com um serviço de péssima qualidade, como é público e notório, a Prefeitura, conhecedora dessas mazelas e titular do serviço, autoriza mais arrocho na população.

Já estamos alertando para isso há mais de 02 meses, inclusive solicitando informações ao SET, que, em uma análise superficial, começam a evidenciar concretamente a precariedade do serviço de transporte público. São ônibus não somente velhos, mas sucateados. Há precariedade ainda na quantidade de veículos postos a disposição da população.

A superlotação tornou-se a regra em um cenário marcado pela falta de planejamento de trânsito desaguando nos inúmeros engarrafamentos diários. Como se isso não fosse suficiente, ainda nos deparamos com mais um disparate: um novo aumento. Não há justificativa válida. O serviço como está sendo prestado não reclama tão alta contraprestação como forma de tarifa.

Em 2014, afirmou-se que seria para a aquisição de 250 novos ônibus; posteriormente, se defendeu que o reajuste seria para atenuar o aumento no combustível. No entanto, esqueceram que o risco do negócio é do contratado, não do usuário.

É claro que é devido o reequilíbrio econômico financeiro do contrato. Mas para isso deve, o serviço, ser eficiente, o que nem de longe se tem nessa nossa Capital e região metropolitana.

Mas e agora? Outro reajuste por quê? Pra quê? Seria para atenuar os prejuízos que o Bilhete Único causou.  Porque se for, a Prefeitura assina seu mais nítido atestado de incompetência, já que isso só está acontecendo porque lançou benefício (bilhete único) sem qualquer estudo de impacto econômico financeiro nos contratos com as empresas.

Quanta incoerência!! O Bilhete Único não deveria ser algo que garantiria a economia e a celeridade no deslocamento? Se sim, como garantir a economia quando se aumenta a passagem? Qual a lógica financeira que norteia tal pensamento? Certamente, não é a mesma lógica social predominante na mente do trabalhador ludovicense.

Em São Luís, humilhação tinha preço: R$ 2,60. Agora, desrespeito terá valor: R$ 2,90!

“Os ludovicenses não podem pagar pela incompetência da Prefeitura e, por isso, não admitiremos um outro aumento na tarifa, a população de São Luís não vai aceitar esse aumento”, afirmou o deputado Wellington.

O governador Flávio Dino sancionou nesta terça (22) a Lei que regulamenta a Carcinicultura no Maranhão. Fruto de um projeto de autoria do deputado estadual Júnior Verde (PRB), o texto dispõe sobre o fomento e a proteção da atividade, que passa ser reconhecida como agrossilvipastoril. A carcinicultura é o cultivo do camarão.51ae264e-6a9b-4355-9a1e-f0a062a770c1

“É uma vitória para o setor produtivo do Estado, pois a atividade certamente contribuirá para o desenvolvimento econômico do Maranhão. Temos muitas áreas propícias para o cultivo do camarão, e os produtores agradecem a sensibilidade dos meus colegas que ajudaram a aprovar o projeto, bem como do governador, que prontamente sancionou a Lei”, comemorou o parlamentar.

Quando foi Superintendente da Pesca no Maranhão, Júnior Verde desenvolveu um estudo apoiado pelo Ministério da Pesca e Aquicultura voltado para a atividade, resultando em um Plano de Desenvolvimento da Carcinicultura, atualmente registrado no Ministério da Agricultura.

A Lei reconhece a Carcinicultura como atividade agrossilvipastoril de relevante interesse social e econômico, estabelecendo as condições para o desenvolvimento sustentável. Trata-se de uma atividade aquícola equiparada à agropecuária, nos termos da Lei Federal 11.959/2009, relativo ao cultivo de crustáceos. (Assecom/ Dep. Júnior Verde)

Presente de aniversário:

Um fato curioso marcou o histórico político da pequena cidade de Alto Alegre do Pindaré, populares contam que o vice-prefeito quis presentear um vereador que aniversariava com o cargo de prefeito.

Entenda o caso:

Presidente da Câmara Rivaldo Santos (PRB) empossado prefeito

Presidente da Câmara Rivaldo Santos (PRB) empossado prefeito

A juíza da comarca mandou cassar o prefeito de Alto Legre do Pindaré, Atenir Ribeiro Marques, por Improbidade Administrativa. Em seu lugar, a juíza Marcele Adriane Farias Silva, através de um oficio enviado à Câmara de Vereadores, mandando aquele Poder Legislativo dar posse ao vice-prefeito, o senhor Francisco Gomes da Silva (PDT) imediatamente de acordo com a Lei Orgânica do município.

Porém, Francisco Gomes da Silva, simplesmente não compareceu à posse.

O Presidente da Câmara de Vereadores, Rivaldo Santos (PRB), conforme manda a lei, assumiu a prefeitura nesta quarta-feira, 23, em sessão solene com a presença de vários vereadores. A partir de agora, Rivaldo Santos, conduzirá o Executivo, “um bom presente para a população”, alardeavam os presentes à posse, que acompanharam a vida publica de Rivaldo.

Estiveram presentes à cerimonia de posse, os vereadores: Alan Kardec, Heleno Paixão, Genival do PT, Silvano Carolino, Ramiro, Sr Ray, João Lago.

Alô, Flávio Dino, que tal lembrar Dilma os bilhões da Refinaria eleitoreira de Bacabeira?

Na contramão da sensatez, ex-juiz Flávio Dino, aparece na imprensa nacional estrebuchando palavras contra a Justiça, MP, OAB, contra a população que quer o fim da corrupção do Brasil.

Sua equipe de governo, que tem tratado de plantar noticias (entenda aqui) de todas as formas no sentido de mostrar que a liderança comunista do Maranhão, que hoje se apoderou do “aparelho estatal”, é defensor da justiça, mas, não cobrou, até agora, o retorno de obras que estão paralisadas, como a duplicação da BR 135 (rodovia da morte) e o ressarcimento do dinheiro (quase 2 bilhões) que foram enterrados numa Refinaria da Petrobras, que serviu para eleger a sucessora de Lula, atual presidente, a mesma que Fávio Dino jura de pés juntos que não é golpista.

Enquanto o governador Flávio Dino, ex-juiz paga mico em Brasilia defendendo corruptos, o Maranhão permanece esquecido, com índices alarmantes de violência, mortes, pobreza, desemprego, etc.

Abaixo, outro acidente na BR 135, registrado nesta terça-feira, 22.

PCdoB1

Asfalto sonrisal, continua o descaso com dinheiro público…

Lamentável mostrar através de fotos, que em alguns pontos da cidade, que recentemente ganharam recapeamento asfáltico a chuva está destruindo tudo.

Ainda o antigo problema do asfalto caro, que não resiste às primeiras chuvas. E ai se vai, trabalho, dinheiro, material (ainda que de baixa qualidade) mas, gastam-se rios de dinheiro para isso, veja nas fotos:

No Quintas do Calhau, próximo de dois grandes mercados, Mateus e Maciel , o asfaltamento de ruas pelo programa Interbairros desenvolvido pelo Governo do Maranhão e a Prefeitura de São Luís, poderá ser um grande problema para nossos gestores, que teimam em tapar o sol com a peneira, ou, no caso, tapar buracos com asfalto de péssima qualidade.

quintas 1

quintas 3

quintas 05

02

Essa é boa, depois de matar, roubar, destruir, bandidos vão ter direito a semana santa!!!

A partir desta quarta-feira, 23 até o dia 29 de março, 362 presidiários vão estar nas ruas. Tranque bem as suas portas e não saia de casa, amanhã a rua será toda dos bandidos. Esse tipo de coisa não deveria acontecer, se o bandido está preso, que cumpra sua pena, querem ser flexíveis e acabam facilitando a fuga de bandidos de altíssima periculosidade.

Antes que alguém venha falar que sou desumano ao falar desta forma, veja a imagem mostrada pela TV Difusora desta semana, mostrando um foragido da justiça, que foi solto pela “justiça” e deveria estar usando “tornozeleira eletrônica”, mas, estava nas ruas, livre, leve e solto…

Reportagem do Bandeira2:

bandeira 2

Pode até ser exagero dizer que Zé Reinaldo sorrir de Lula. Mas quem conhece de perto o ex-governador Zé Reinaldo, sabe que seu momento é de comemorar a inevitável queda de Lula e Dilma. Motivos para isso não lhe faltam.

O mundo dá voltas, quem diria, o ex-governador Zé Reinaldo, que foi perseguido por Lula, que fechou as portas em sua cara sem deixar vir recursos para o Maranhão, ajudou cassar seu sucessor, Jackson Lago, entregando de volta o Maranhão ao comando da filha do Sarney.

Sorria, Zé! Acompanhe abaixo, sua leitura.jackson-e-za-reinaldo-22

Contagem regressiva

Vejam como são as coisas. Em dezembro do ano passado quando a Câmara aceitou examinar um pedido de impeachment contra a presidente elaborado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Junior e Janaína Paschoal e em seguida fez a escolha da comissão processante através de voto secreto, a base do governo recorreu ao Supremo que não só anulou a votação realizada como também mudou as regras a um ponto tal que muitos disseram que o impeachment estava morto e sepultado e a presidente livre de ser processada pela Câmara.

Eu cheguei a escrever um artigo e afirmei que não pensava assim pois a Câmara recorreria quando o Supremo publicasse por inteiro o teor de sua decisão e isso levaria tempo e como a presidente inerte e aliviada pela decisão do Supremo não levava a sério a crise, que aliás, nem reconhecia, mas que piorava semana a semana, e a operação Lava Jato sempre tinha novidades muito ruins para o governo as coisas poderiam estar piores para Dilma.

Hoje a situação não poderia estar pior para sua permanência, As seguidas delações premiadas, principalmente a estrondosa do antigo líder do governo no Senado, Delcídio Amaral, na qual responsabilizou Dilma e Lula por tudo o que aconteceu no chamado “petrolão”.

 Logo após, Lula foi levado coercitivamente a depor e a sua reação violenta contra a justiça e os meios de comunicação foi verdadeiro tiro no pé. Sob investigação teve o sigilo telefônico quebrado e ai apareceu um Lula descontrolado, atacando a tudo e a todos, cujo resultado foi o seu isolamento político que o tornou mais frágil para enfrentar os tempos de borrasca que tem pela frente.

Antes das gravações serem conhecidas o clima já era muito hostil contra o governo, contra Dilma, contra Lula e em defesa de Moro que as reações raivosas de Lula estão transformando em herói nacional. Quanto mais Lula e Dilma o atacam mais ele recebe apoio popular. E em 13 de março o povo saiu as ruas gritando fora Dilma, fora Lula e viva Moro. Foram tão gigantescas as manifestações que o clima para o impeachment ficou mais forte do que nunca.

O isolamento do governo já era enorme. O povo nas ruas protestava, os empresários vendo a inercia e os maus números da economia tomarem conta do país engrossaram o coro contra Dilma e na área política teve como consequência o início da debandada. Essa retirada de apoio começou pelo PMDB, sempre pragmático e nesse caso com uma enorme expectativa de poder pela frente. Outros partidos iniciaram a retirada.

Dilma sem saber o que fazer resolve fazer uma temerária jogada política. Vendo-se perdida resolve nomear Lula para a Chefia da Casa Civil, para blindá-lo contra o Juiz Sergio Moro, tentar tirar o governo do isolamento político dar um cavalo de pau na economia, tentando injetar ânimo na sociedade, tentando reavivar o que já não dera certo e que levou o país para a crise econômica. Era uma medida temerária e movida pelo desespero. Já na posse de Lula o fato que mais chamou a atenção dos políticos e dos observadores atentos do quadro atual, foi a ausência gritante dos caciques do PMDB, nem Renan apareceu. Logo depois da posse dezenas de pedidos de liminar para suspender a posse de Lula abarrotaram os tribunais. Essas decisões suspenderam a nomeação até a decisão do ministro Gilmar Mendes do Supremo que não só impediu o exercício do cargo como devolveu o processo ao juiz Moro. Agora só o pleno da corte pode interferir no processo. Concorreu muito para esse clima as gravações de Lula com insultos distribuídos para todos os poderes e para outros protagonistas, amigos ou não.

Com esse clima o Supremo se reúne e confirma as regras para o impeachment, as mesmas da decisão anterior. Agora já não pode haver dúvidas acerca da constitucionalidade do desfecho do processo. As regras foram definidas pela corte constitucional. Assim, o processo chegou a uma Câmara de Deputados sensibilizada pelo novo panorama político brasileiro. E foi rápida a votação e a instalação da comissão que já começou a funcionar. Foram 433 votos a favor da chapa única e 1 contra. E entre os deputados eleitos para os cargos de direção da comissão nenhum do PT e nenhum do PMDB. Estes, porque o partido não quis. Não queria se expor já que pode herdar o governo.

O desfecho se aproxima. Serão quinze sessões, dez para a defesa do governo e cinco para deliberação. Vai ser rápido.

A lição que fica, porém, é um grande alerta da sociedade: quem assumir o governo, seja lá quem for, precisará juntar uma imensa força política para colocar o país no rumo certo. Antes de melhorar irá piorar. Mas o país em seguida voltará a crescer.

Senão as ruas se encherão de novo protestando contra os novos governantes.

Chega do discurso básico de Lula tentando dividir o país entre “nós” e “eles”. Vamos unir o país em uma só causa, o Brasil.

A Grécia passou por tudo isso e está se recuperando. Ninguém mais falou da crise daquele país. Melhor assim.

Que vergonha, Jerry: Defensores de Lula tentam blindar Dilma, mas, só conseguem expô-los ainda mais ao ridículo…

No Maranhão, a tática usada pelos defensores de Lula e Dilma, que tentam a todo custo polarizar nas redes sociais, vem sofrendo revezes. A todo instante o secretário Marcio Jerry, que comanda uma fileira interminável que usa como principal tentáculo para dar boa visibilidade ao governo comunista, também, blindar o governador, defender suas políticas, etc, tem sofrido vexame.

Clic na imagem para ampliar

Clic na imagem para ampliar

Numa dessas tuitadas de Jerry, o assunto foi uma hastag que estava sendo usada para citicar Dilma, numa expressão chula, usada pelo próprio Lula, que ganhou repercussão nas ligações telefônicas interceptadas pela Polícia Federal, mostrando conversas reveladoras, dos apoiadores no poder, entre tantos ministros, secretários, juízes.

Sobre o assunto, entenda como a linguagem chula, do ex-presidente, cheia de palavrões, que ferem de morte a existência das próprias feministas ligadas ao PT.

*LULA BRINCA COM FEMINISTAS E GERA REVOLTA: ‘GRELO DURO’ Ligação telefônica interceptada pela Polícia Federal mostra conversa reveladora. Confira no Jornal Extra:

Abaixo, alguns momentos irreverentes retirados da hastag: https://twitter.com/hashtag/LulaPerdeuODedoNaXotaDaDilma?src=hash

polarização 2

polarização !

polarização 4

 

 

De cidade balneária a monturo de lixo, Ribamar está uma fartura, farta tudo…

Não é de hoje que os blogues de Ribamar têm mostrado a triste realidade a que a cidade foi reduzida, como se diz no linguajar ribamarense, “a cidade virou um monturo de lixo”. E não é difícil diagnosticar seus reais problemas: falta de gestão, falta de interesse, falta de vergonha na cara do prefeito que deixou a cidade numa “fartura”…

Fernando Atalaia

Fernando Atalaia

Já teve um tempo (em Maio de 2010, para ser mais preciso, quando Luis Fernando era prefeito), que São José de Ribamar foi destaque na revista Veja, por desenvolver o melhor programa Nacional para Alimentação Escolar, o que garantiu a maior taxa de crescimento econômico entre todas as cidades que se dedicavam ao crescimento a partir da produção de alimento. Bons tempos!!!

A maior prova de que, quando se quer, se faz. Esse não é o caso do prefeito Cupim, que só “desfez” aquilo que foi feito com muito esforço…

Hoje em dia, São José de Ribamar aparece no Jornal Nacional, por causa de lixo. Triste!

1 2 3 4 5 12