Os sinais do Palácio e as ausências de Márcio Jerry e Edivaldo Holanda…

0

Qual seria o real motivo das desistências de Holandinha e Jerry?

Sobre as ausências de algumas lideranças na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, foram explicadas em poucas palavras, as ausências do prefeito da capital, Edivaldo Holanda Júnior  e do ex-todo-poderoso da Articulação Política, e outros assuntos, Márcio Jerry, que não articulou muita coisa para Flávio Dino, nem nada de bom no ano passado a não ser intrigas entre aliados, ações essas que tiveram reflexos e culminaram com verdadeiros embaraços entre os poderes.jrr

A ausência do prefeito da capital na abertura dos trabalhos no legislativo estadual foi uma sinalização clara da falta de interesse do prefeito Holandinha em se afirmar como liderança.

Alguns chegam a acusar Márcio Jerry de ser o maior entusiasta de sua reeleição, e também,  responsável de muitas dores de cabeça do prefeito e de algumas depressões.

Muitas demandas e poucas sinalizações marcaram o inicio do ano letivo de 2016.

Por outro lado, a ausência do secretário Márcio Jerry, o mais “poderoso” do governo comunista foi até comemorada. Jerry, segundo falam os deputados da Assembleia “não valorizou a classe política que estava disposta a dialogar”.

As cenas de bastidores revelam que nosso governador não se deteve a demostrar simpatia e disposição conversar, mas, segundo os deputados, é preciso muito mais que “arreganhar a boca em sorrisos”, e “falar a linguagem do parlamento, que é abrir as mãos”.

Comenta-se, também, que o governador Flávio Dino, que estaria de mãos fechadas para a capital, talvez queira apostar noutra candidatura e não apoiar  a reeleição de Holandinha…

Os comentários estão desativados.