Monthly Archives: Janeiro, 2016

Deputado José Reinaldo Tavares

O Congresso iniciará os trabalhos de 2016 na tarde dia 2 de fevereiro com uma sessão solene. A presidente da república deverá enviar o Chefe da Casa Civil para ler um relatório do desempenho do governo e das expectativas que espera para o ano que se iniciou. Fico imaginando com que ambiente esse documento está sendo elaborado, já que as notícias do nosso atual cotidiano têm sido sempre ruins e cada vez piores.spon poço dilma temer

Pelo voluntarismo que caracteriza Dilma Rousseff, vale a especulação de que esta afirmará que tudo vai bem e que a culpa do que acontece com o Brasil é externa, que o brasileiro precisa pagar a CPMF, que classifica como um imposto indolor, “gostoso de pagar”. Dirá talvez que já fez o ajuste necessário, embora a bagunça das contas continue, os gastos maiores do que a arrecadação e os indicadores continuem cada vez piores. Enfim, todos sabemos que, se não interrompermos a gastança, não vamos melhorar. Ficaremos, sim, progressivamente piores a cada dia. E, como consequência, teremos mais alguns anos de recessão.

Em janeiro de 2014 a presidente foi a Davos para a reunião com a nata das finanças mundiais, a fim de discutir as perspectivas da economia brasileira. Na ocasião, deu uma aula, mostrando como driblar a recessão e manter a economia pujante e crescente. Agora em 2016 não quis voltar e enfrentar aquela plateia, pois certamente seria cobrada, instada a dar explicações, porque a realidade é exatamente o oposto do que ela falou. Preferiu enviar o ministro da fazenda, que vai ter que se virar para fazer aquela plateia acreditar que o Brasil está bem e é o melhor lugar para colocarem o dinheiro. Pior do que isso é saber que o FMI, fazendo uma análise da economia mundial, elaborou um relatório da deplorável economia do Brasil, com todos os indicadores muito ruins. O mundo cresce, mas o Brasil decresce, se deslocando da elite mundial, que está cada vez mais distante.

Pois bem, depois desse fato, comentou em uma reunião do PDT que estava estarrecida com essa análise feita pelo FMI sobre a economia brasileira. Sim, porque no citado relatório, o órgão se mostrou tão preocupado com a economia brasileira que chegou a concluir que esta colocava em risco a economia mundial. E a presidente – sempre pronta a não reconhecer o que se passa aqui – disse revelou seu estarrecimento, como se o fato não fosse apenas um retrato do que estamos vivendo.

Com um milhão e seiscentos mil desempregados, dados compilados no final do ano passado, é estupefaciente o discurso descompensado e deslocado da realidade adotado pela presidente. Já disse muito e repito: sem aceitar a realidade, nada será feito.

Com efeito, os prenúncios para este ano são muito piores do que os do ano passado. É desanimador.

Parece que Dilma Rousseff só se preocupa com o impeachment quando ele é decorrente da crise econômica, que traz consigo a crise política. Consta que Delfim Netto, procurado pelo ministro Chefe da Casa Civil Jacques Wagner, ao ser perguntado sobre qual recomendação ele daria à presidente, respondeu: pedir demissão. Pedir demissão do Ministério da Fazenda!

Enquanto o prognóstico for esse, o Congresso ficará paralisado. O que muitos temem é que não seja aprovado o impeachment e o ritmo atual seja alongado por toda a duração restante do mandato presidencial. Como nesse governo a presidente age como uma rainha e não parece ouvir ninguém, nem seus aliados, só uma mudança radical do pensamento dela poderia nos salvar de um prolongado período de recessão econômica, para o qual não estamos preparados.

É, meus amigos, se Deus é mesmo brasileiro, como versa o famoso adágio popular, está na hora dele dar uma ajudinha, pois infelizmente o quadro que se desenha para 2016 é sombrio e desanimador.

Tudo nos leva a esperar um ano duro e difícil. Vamos perseverar por dias melhores.

O articulador Weverton Rocha…

Marco D’ Eça

Parlamentar maranhense assume a liderança do PDT na Câmara Federal e se torna responsável também pela retomada política da legenda em âmbito nacionaldilma2

O deputado federal maranhense foi o principal articulador do encontro do PDT nacional, na última sexta-feira. E deixou a reunião na condição de referência da legenda no país.

Além da posse de Rocha na liderança da bancada na Câmara Federal, o partido reforçou sua posição contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e o projeto de lançar Ciro Gomes candidato a presidente em 2018.

Em posição de destaque, o deputado maranhense alcança a mesma visibilidade alcançadas por ouros dois pedetistas ilustres do Maranhão: o ex-governador Jackson Lago e o ex-deputado federal Neiva Moreira.

Responsável por praticamente ressuscitar o PDT maranhense, chegando ao seu comando, Weverton Rocha é também secretário-geral do diretório nacional da legenda.

E mostrou força em sua primeira articulação nacional, no encontro de sexta-feira. Nenhum outro maranhense do PDT tem hoje tanta projeção nacional quanto Weverton, o que pode ser fundamental para seus projetos políticos de curto, médio e longo prazos.

 

Conselho Nacional de Justiça investiga 404 magistrados atualmente no país

Painel, Folha de SPbandido-de-toga

De olho na toga A corregedoria do Conselho Nacional de Justiça tem 404 procedimentos que investigam magistrados em todo o país.

Do total, onze deles têm como alvo ministros de tribunais superiores, como o STJ, e 223 apuram infrações de desembargadores.

Vinte casos já analisados e em que a corregedora Nancy Andrighi viu indícios concretos de faltas graves foram encaminhados ao plenário do CNJ desde agosto de 2014 para a instauração de processos administrativos disciplinares.

Das redes sociais, os flagrantes absurdos praticados pelos comunistas:

Sabe aquele exército virtual criado para blindar Edivaldo Holanda Júnior e Flávio Dino, montado na Secom?

Eles mais atrapalham que ajudam. Tem coisas desnecessárias que falam, no caso, digitam, que seria melhor ficarem quietos, mas, preferem meter as mãos pelos pés. piorando as coisas para a dupla Dino/Holanda. Saiba mais aqui:

patrulha

Um erro grotesco foi tentar tripudiar da situação dos moradores e empresários do Renascença II, que há anos sofrem pela falta de ação da prefeitura e Caema.

Lula no mesmo saco de Sarney: Calou, porque, Flávio Dino?

No Maranhão dos comunistas, José Sarney não presta. Aqui tudo a culpa é dele. O Pior de tudo é ver desses mesmo políticos, cenas hilariantes, como recentemente, num evento do governo, Flávio Dino, que deveria entregar casas do programa Minha Casa Minha Vida, quebrou o protocolo para defender Dilma, o PT e Lula. (Reveja) 

Palanque eleitoral durante entrega de casa virou defesa do indefensável...

Palanque para Dilma/Lula durante entrega de casas virou defesa do indefensável…

No cenário nacional, dificilmente gente ligada aos petistas falarão contra Sarney, nem poderiam, Sarney foi companheiro do governo Lula, os dois são o que existe de pior no quesito corrupção, mas, continuam intocáveis, ninguém quer falar. Enquanto os comunistas estão calados, o resto do país começa a falar…

Lula continua achando que o brasileiro é idiota (Editorial do Estadão)

O asceta de Garanhuns

“Se tem uma coisa que eu me orgulho, neste país, é que não tem uma viva alma mais honesta do que eu. Nem dentro da Polícia Federal, nem dentro do Ministério Público, nem dentro da Igreja Católica, nem dentro da Igreja Evangélica. Pode ter igual, mas mais do que eu, duvido.” Lula continua achando que o brasileiro é idiota. Reuniu ontem blogueiros amigos para um café da manhã em seu instituto e, a pretexto de anunciar que vai participar “ativamente” do próximo pleito municipal, aderiu pessoalmente – já o havia feito por intermédio de seu pau-mandado Rui Falcão – à campanha promovida por prósperos advogados e seus clientes, apavorados empresários e figurões da política, para desmoralizar a Operação Lava Jato, que procura acabar com a impunidade de poderosos corruptos.

Lula conseguiu escapar penalmente ileso do escândalo do mensalão e, por enquanto, não está oficialmente envolvido nas investigações sobre o assalto generalizado aos cofres públicos. Os dois casos juntam-se numa sequência das ações criminosas que levaram dinheiro sujo para os cofres do PT e aliados e “guerreiros” petistas como José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares para a cadeia.

O que é inacreditável é que, como presidente da República e dono do PT, Lula não tivesse conhecimento do mensalão e do petrolão que desfilavam sob seu nariz. Assim, é notável o atrevimento – talvez mais estimulado pelo desespero do que por sua índole de ilusionista – com que o personagem, que ficou rico na política, se apresenta como monopolista das mais prístinas virtudes.

Só mesmo alguém empolgado pelo som da própria voz e pelas reações da plateia amiga cairia no ridículo de se colocar como referência máxima e insuperável em matéria de honestidade. “Pode ter igual, mas mais do que eu, duvido.”

Apesar de inebriado com as próprias virtudes, Lula encontrou espaço para a modéstia – infelizmente de braços dados com a mendacidade, que alguns chamam de exagero retórico – ao se referir ao combate à corrupção. Fez questão de dar crédito a sua sucessora, deixando no ar a pergunta sobre a razão pela qual os petistas esperaram oito anos, até que o chefão deixasse a Presidência, para se preocuparem com os corruptos: “O governo criou mecanismos para que nada fosse jogado embaixo do tapete nesse país. A presidente Dilma ainda será enaltecida pelas condições criadas para punir quem não andar na linha nesse país”. E arrematou, falando sério: “A apuração da corrupção é um bem nesse país”.

Lula não se conforma, no entanto, com a mania que os policiais e procuradores têm de o perseguirem, obstinados pela absurda ideia fixa de que ele tem alguma coisa a ver com a corrupção que anda solta por aí: “Já ouvi que delação premiada tem que ter o nome do Lula, senão não adianta”. Ou seja, os homens da Lava Jato ou da Zelotes não vão sossegar enquanto não obrigarem alguém a apontar o dedo para o impoluto Lula. Mas, confiante, o chefão do PT garante que não tem o que temer: “Duvido que tenha um promotor, delegado, empresário que tenha coragem de afirmar que eu me envolvi em algo ilícito”.

Lula falou também sobre a fase mais financeiramente próspera de sua carreira política, quando, depois de ter deixado o governo, na condição de ex-presidente faturou alto com palestras aqui e no exterior patrocinadas por grandes empresas. Explicou que é comum ex-chefes de governo serem contratados para transmitir suas experiências ao mundo. Quanto a palestrar no exterior para levantar a bola de empreiteiras que para isso lhe pagam regiamente, Lula tem a explicação que só os mal-intencionados se recusam a aceitar: “As pessoas deveriam me agradecer. O papel de qualquer presidente é vender os serviços do seu país. Essa é a coisa mais normal em um país”.

De fato, é muito louvável que um ex-presidente da República se valha de seu prestígio para “vender” os serviços e produtos de grandes empresas brasileiras aptas a competir no mercado internacional. Resta definir quando essa benemerência se transforma em tráfico de influência.

“Nesse país”, porém, qualquer um que manifeste dúvidas em relação à absoluta integridade moral do asceta de Garanhuns é insano ou mal-intencionado.

Maranhão virou mundo virtual na visão de Flávio Dino e Roseana Sarney…

Pareceu contraditório nosso governador aparecer nas mídias falando de segurança pública, diante de tantas tragédias. Dino, como fez Roseana Sarney, mostra nos jornais e redes sociais um Maranhão digno, responsável, bonito. Muito diferente daquilo que vemos.

Peças publiciárias da SECOM inundam as redações da imprensa maranhense criando um Maranhão virtual, bonito e seguro...

Peças publicitárias da SECOM inundam as redações da imprensa maranhense criando um Maranhão virtual, bonito e seguro…

“Segurança é um assunto muito sério, que envolve a vida das pessoas e que não pode ser transformado em território para proselitismo político de baixo nível.

É preciso debater com responsabilidade e, mais que isso, com o verdadeiro interesse de diminuir os índices de violência que cresceram ao longo das últimas décadas em nosso Estado”.  

Essas foram suas palavras, que ilustrarei para mostrar que vive uma realidade diferente do povão. Aliás, nosso governador, que discursa como bom comunista, está mais para um demagogo elitizado. Prova disso foram os novos impostos que criou. Ora, criar novos impostos, além dos que já existem, afugenta investidores, faz empresas fechar suas portas, aumentando desemprego.

Por falar em carga tributária, nosso governador, que disse estar investindo em segurança, parece que vai pagar IPVA das novas viaturas, em Manaus. A Secretaria de Comunicação (Secom), de Márcio Jerry, ainda não explicou, através de notas, sobre as viaturas que foram emplacadas em Manaus, que, provavelmente deixarão seus respectivos impostos (IPVA) lá noutra terra, em vez de deixar em São Luís.

Onde está a parceria com nossa capital? Onde está o respeito pelo ludovicense, justamente pelo governador que criou novos impostos em São Luís?

Enquanto as novas viaturas da PM ficam estáticas, paradas em alguns retornos da cidade, nas portas de alguns shoppings centers, os bairros distantes sofrem com a ação das facções criminosas, que entram nos comércios, hospitais e nas casas, metendo o terror.

Cohatrac, Maiobão, Pindoba, Maracanã, etc, a população ficou refém das facções. Isso, ninguém diz, ninguém mostra, toma providencias…

Elite gosta mesmo de vitrines, shoppings, alguma coisa luxuosa para encher seus olhos, assim como fez o Lula, que virou símbolo máximo da esquerda (socialismo/comunismo), que projetou em si a imagem de um herói no Brasil, mas, para o resto do mundo, não passa de um corrupto que enriqueceu às custas da ignorância de um povo pobre, que votou errado acreditando em publicidades baratas.

Mas, tirando os olhos do Lula o “pai dos pobres” (filho do Brasil), vamos nos localizar na terrinha, São Luís, e deixar o resto do Brasil, que, novamente acorda da ressaca dos pré-carnavais. São Luís, cheia de mortes, assaltos e dessa violência descontrolada, desponta na visão que nosso governador faz questão de esconder, maquiar, mentindo que “mudou para melhor”.

Wellington do Curso desmentiu “defensores” de EDH e Márcio Jerry, através de vídeos…

Olha aí os serviços porcos do governador e prefeito da “mudança”…

Descaso com dinheiro público: Outra chuvinha destrói por completo o Mais Asfalto (Sonrisal) que o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís, tem jogado nas ruas e avenidas da cidade. O asfalto caro, caríssimo, resolve paliativamente, até, que, as primeiras chuvas caem.

Prejuízos:

Pior que o asfalto sonrisal, são as constantes inundações que há anos acontecem no mesmo local, neste caso, numa região nobre da cidade. Confira as gravações feitas pelo deputado Wellington do Curso, que é professor de cursinho, e teve, novamente, seu estabelecimento invadido pelas águas de esgotos e galerias:

Vídeo 1

Vídeo 2

 

Em alguns casos, nem é preciso ter inimigos para lutar contra…

EDH dando sua contribuição para a irmã…

Não foi só a deputada federal que usou as redes sociais para detonar o prefeito de São Luís, EDH, após a inundação de uma quarteirão inteiro no bairro nobre de São Luís.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que passou vários anos e não conseguiu resolver um simples problema de drenagem pluvial, acabou dando espaços para seus opositores.

Pior para ele, e melhor para a prefeitável, Eliziane Gama (Rede).

eliz

A criatura contra o criador

O prefeito Gil Cutrim era figura não conhecida pelos ribamarenses, mas Luis Fernando o transformou em vice-prefeito e prefeito, só que, não satisfeito Gil Cutrim com seus pensamentos sórdido e rasteiro  preparou uma armadilha para seu criador.GIlCutrim

Ele em vez de retribuir o que recebeu, agora quer da um presente de grego para Luis Fernando (PSDB) e para a população de Ribamar, lançando o ex-vereador e ex-deputado estadual e ex-candidato a prefeito de Ribamar, “Alberto Franco” mas, a população está atenta e vai dizer não a tantas sujeiras feitas por Gil Cutrim.

Não é de agora que o desespero politico bate na porta do prefeito de São José de Ribamar-MA Gil Cutrim-PDT.

Dado a muitos fatores de má gestão no município de S.J. de Ribamar, o prefeito perdeu toda credibilidade com a população ribamarense, quando assumiu o município recebendo das mãos do ex-prefeito Luis Fernando, recebeu um município com muitas obras realizadas outras em fase de conclusão e outras em fase de licitação, as secretarias todas funcionando a contento, o município saneado.

O município de Ribamar que serviu de projeto piloto na educação do estado na gestão de Luis Fernando, agora vive dias de amarguras, o prefeito chegou a fechar a maternidade do município por falta de pagamentos para os funcionários e fornecedores. (Por André Gomes, edição do blog).

Os comunistas perdem tempo e demostram que gostam de dar cabeçadas. Abaixo, um trecho retirado do blog do Robert Lobato, mostrando que no governo de Flávio Dino (PCdoB) tem espaço para tudo, menos para humildade.

Deputada diz que secretário de Segurança é desequilibrado…

A deputada estadual Andrea Murad (PMDB) usou sua tribuna virtual no Facebook para reagir à declaração do secretário Jefferson Portela (Segurança), que pela mesma rede social atacou a parlamentar chamando-a de “serpente”. Para a parlamentar, o secretário “é despreparado para o cargo, não apenas tecnicamente como psicologicamente. Seu comportamento desequilibrado segue o mesmo ritmo de seus chefes que só usam as redes sociais para agredir os outros”, escreveu.

Confira a íntegra da resposta de Andrea Murad:

Para a parlamentar, o secretário “é despreparado para o cargo, não apenas tecnicamente como psicologicamente. Seu comportamento desequilibrado segue o mesmo ritmo de seus chefes que só usam as redes sociais para agredir os outros”, escreveu.

andrea_face

1 2 3 4 5 11