Flávio Dino no palanque dos rejeitados!!!

0

Rejeição de políticos será fundamental para o ano de 2016…

Desafio para Flávio Dino & Márcio Jerry, em 2016: Como farão campanha sem meter as mãos nos cofres públicos? O governador Flávio Dino, ordenou aos comunistas para fazerem 100 prefeitos. Isso vale apenas para as principais cidades (polos). Será que vão dar continuidade aos derrames de dinheiro, muitos praticados durante os governos da “oligarquia”?

Créditos da foto: Linhares Jr

Créditos da foto: Linhares Jr

 Não seria novidade falar que o Maranhão inteiro termina o ano de 2015 respirando política, a crise que o PT enfiou nossa economia cuidou muitíssimo bem disso.

Portanto, para quem está pensando em reeleição, todo cuidado será pouco em 2016. O ano terminou sem novidades políticas, a promessa de mudança não aconteceu, e lógico, foi empurrada para 2016, ano de eleições. Quem imaginou que o comunista chegou ao poder querendo fazer mudanças, esqueça: seu pensamento será de perpetuar-se no poder, igual fez o Sarney, que imitou Vitorino Freire.

Comunistas e o palanque dos rejeitados

Os comunistas terão dificuldades de emplacar seus aliados. Pesa contra eles a difícil tarefa de retribuírem todo “apoio” $ que receberam nas eleições de 2014.

Mal saímos de uma eleição, onde o desgaste de Roseana Sarney, aliado ao desejo de mudança dos maranhenses foi fundamental para emplacar qualquer poste que se candidatasse a governador. Eleito, Flávio Dino, passou o ano em cima de um palanque, quando não estava perseguindo, estava emplacando bajulando Dilma (da mesma forma que fez Roseana Sarney), ou beneficiando os seus pretensos candidatos com sementes, tratores, estradas, poços artesianos (igual fazia Roseana).

Sem novidade, será difícil emplacar seus aliados. A pergunta permanece: Como farão os comunistas para emplacar seus candidatos a prefeito, sem usar a ($) máquina?

 Se tiverem sorte, os gestores municipais terão que saber lidar com a crise. Os que tiveram a sorte, poderão ser reeleitos, talvez não seja o caso de Edivaldo Holanda, na capital do Maranhão, que deu inicio a um novo ciclo, que os prefeitos terão apenas uma mandato.

Acompanhe abaixo, a postagem do Diego Emir, sobre a rejeição do prefeito Edivaldo Holanda Júnior:

Diego Emir

Os comentários estão desativados.