Mudança? Flávio Dino mente para o Brasil inteiro…

0

Como podemos acreditar na mudança deste jeito?

Uma forçação de barra sem precedente, nosso idolatrado, salve-salve, governador, Flávio Dino faz pior que Roseana. O pior de tudo, enquanto deixa de investir na Segurança e Saúde, faz campanha antecipada para seus candidatos usando, acreditem, asfalto.

Se não bastasse a politicalha de sempre, desde os tempo do Sarney, ainda vem o comunista querer nos fazer acreditar que o PT é santo, que uma “crise mundial” quebrou nossa economia, afundou a Petrobras, o BNDES, etc…

Deixo a imagem do governador, que foi eleito com apoio e votos dos tucanos. Como acreditar num político que cospe em quem apoia? Sabe aquele político (pior que Sarney) que pede ajuda, depois chuta?

Te cuida, eleitor…

Mentiroso: para ganhar eleição, Flávio Dino chamou o PSDB para palanque, e agora, chuta os tucanos em rede nacional...

Mentiroso: para ganhar eleição, Flávio Dino chamou o PSDB para palanque, e agora, chuta os tucanos em rede nacional…

Governador do Maranhão mente descaradamente em rede nacional

 Blog do Linhares

Coube ao governador do Maranhão, Flávio Dino, o papel mais embaraçoso no horário político nacional do PC do B vinculada em rede nacional na noite deste quinta-feira (26). Apesar do governo Dilma ser reprovado por cerca de 70% da população, o horário político do partido do governador fez parecer que tudo não passa de um “golpe do PSDB. Aliás, Flávio Poderia ter dito que seu vice-governador é do PSDB é que há cerca de um ano atrás andava abraçado com Aécio Neves em uma convenção dos tucanos.

Entre as fantasias criadas para defender o governo, mais uma vez foi lançada a mentira sobre “crise econômica internacional” e coube a Flávio Dino.

É mentira que existe hoje uma grande crise econômica fora do país que afeta o Brasil. A verdade é que a grande maioria dos países conseguiu superar os efeitos da convulsão de 2009. Além disso, estimativas do Fundo Mundial Internacional indicam que o PIB mundial cresceu 3,3% em 2014 e que este ano ele deve crescer 3,8%. Como o mundo pode estar em crise se o PIB mundial cresce? Apenas nos devaneios mentirosos do PC do B que tem em Flávio Dino o porta-voz dessa conversa fiada.

Mas, digamos que o governador não estivesse falando de uma crise global, mas local. Que a situação ruim de nossos vizinhos sul-americanos esteja nos prejudicando. Também é mentira!

O PIB brasileiro cresceu 0,3% em 2014, número maior apenas do que os alcançados por Argentina (-1,7%) e Venezuela (-3,0%). Para o leitor ter uma pequena ideia de como o governador do Maranhão brinca com o eleitor ao defender a tal crise, Suriname e Guiana cresceram 3,3% em 2014. Peru e Paraguai cresceram cerca de 4%. Bolívia e Colômbia alcançaram os 5%. Onde está a crise, Flávio Dino?

Além de ser um dos três que menos cresce, o Brasil também é um dos três países com maior inflação.

Nas últimas semanas ganhou o noticiário o rebaixamento da nota de desempenho do Brasil por agências que classificam a saúde econômica brasileira. Além de levar em conta outros fatores, essas agências calculam como está sendo gasto o dinheiro do contribuinte.

Dados do próprio Governo Federal mostram que nos últimos anos a gastança atingiu níveis elevadíssimos. As despesas do governo somaram R$ 914 bilhões, uma alta de 7,3% acima da inflação sobre o montante de 2012. Enquanto isso, os investimentos que poderiam resultar em crescimento econômico, como obras de infraestrutura e aquisição de equipamentos destinados a elevar a oferta de bens e serviços, cresceram apenas 0,5% na mesma base de comparação e ficaram em R$ 63,2 bilhões.

Essa gastança, assumida pelo próprio governo petista, somada à inflação alta, crescimento baixo e déficit no balanço de pagamentos estão diminuindo a confiança que investidores têm no Brasil. Em consequência disso, diminui o volume de investimento estrangeiro em nosso país.

O fato é que hoje o Brasil passa por uma crise doméstica e os números provam isso. Não vou nem entrar no mérito aqui se é culpa do governo ou não. O que importa nesse caso é que o governador do Maranhão mentiu em rede nacional ao expor essa tese esdrúxula de crise internacional. Resta saber se o fez por ignorância e desconhecimento, ou se por subserviência ao PT.

Os comentários estão desativados.