Politicalha em notas

0

Oba, oba da Famem, vaias para Dino…

Se a Famem (Federação dos Municípios) resolver fazer o mesmo que os encontros dos prefeitos com a presidenta Dilma, em Brasília, nosso governador Flávio Dino, convidado de honra da marcha dos municipalistas, poderá ser, a exemplo de Dilma, recepcionado com vaias.

famem

Flávio Dino, que municipalismo é esse?

Sabem aquelas idas e vindas a Brasília, das “marchas dos prefeitos”, que nada mais são do que oba, oba? Pois é, o evento vai ter uma versão “estadual”, onde os prefeitos vão dar tapinhas nas costas do governador, e sairão de mãos abanando.

Da mesma forma como acontece no Palácio dos Leões.

Oba, oba, esse encontro da Famem, nada além disso.

A Famem, Federação dos Municípios Maranhenses, que só serve apenas de fachada, não resolve nada dos prefeitos, vai promover outra programação para os prefeitos, na tentativa de fazer jus ao nome.

Só que todo mundo nesse Maranhão sabe que nada acontece de fato.

Flávio Dino, que municipalismo é esse? I

Sabem quem será o convidado de honra, para presidir o encontro? O governador comunista.

Ora, até parece que Flávio Dino trata os municipalistas com respeito. Se assim, fosse, os coitados dos prefeitos não estariam de pires nas mãos até hoje, buscando apoio e liberação de emendas, que, por pura birra dos comunistas, até hoje, nada foi liberado. Os coitados dos prefeitos, que chegam de pires nas mãos, retornam para suas cidades de mãos abanando…

Flávio Dino, que municipalismo é esse? II 

A atuação da Famem é pífia, tem a cara do prefeito filhinho de papai, Gil Cutrim, agora no PDT.

Basta ver que a administração da cidade balneária, São José de Ribamar, que depois dos desastrosos 7 anos de sua gestão, a cidade está ôca, parece que foi comida por cupins.

Flávio Dino, que municipalismo é esse? III

Até agora, apenas os prefeitos que rezam na cartilha comunista foram agraciados com o Mais Asfalto. É que na visão dos comunistas, a única coisa que nossos municipalistas precisam é de asfalto…

As constantes incursões dos comunistas aos municípios continuam a todo vapor, filiando novos comunistas para as eleições de 2016. Assim, o partido do governador segue, pretendendo se fortalecer para dominar a política estadual.

Cadê a mudança, Flávio Dino?

As desculpas dos comunistas nas rádios e blogues marrons, amarelos: Tudo que presta é desse governo, tudo que não presta, de Roseana…

Uma observação a fundo no “governo da mudança” podemos notar que: só tirou o nome do governo anterior e colocou o dele, não tem nada de novo, só mais do mesmo, literalmente.

“Mais” asfalto, mais água, mais luz, etc…

Assim como está criando mais impostos, mais falta de liberdade de expressão, mais perseguição política, e ainda tem caso de blogueiro que não rezar na cartilha comunista, pode ficar até sem blog, como no meu caso…

Se for colocar na balança, até agora, em 10 meses de governo, os comunistas estão agindo superficialmente, de forma paliativa, em alguns casos, até se apossando de obras passadas e levando os créditos. Mudança de verdade, até agora, nada.

Governo da mudança dos comunistas virou mesmo foi “o governo da desculpa esfarrapada”.

Uma cortina de fumaça vermelha…

Para despistar a realidade do que acontece nas contas públicas, as farras de amilhados e parentes em cargos do governo, tentam criar factoides de perseguição, como se os Sarneys ainda mandassem em alguma coisa. Ora, nem mandato Sarney tem mais.

Quem é a ameaça de Flávio Dino, hoje?

Não Existe ameaça politica para o “governo da mudança”. Flávio Dino está numa imensa avenida sem obstáculos políticos, seus únicos obstáculos são seus próprios erros, aliás, erros gritantes, que estão sendo mostrados todos os dias pela imprensa.

Quem é ameaça para Flávio Dino, o Sarney?

Ora, um velhote sem mandato, que já vestiu até pijamas. Para com isso, Márcio Jerry. Parece querer forçar a barra em alguns momentos, quem manda hoje no Maranhão são os comunistas, fazem e acontecem. Assumam suas mentiras e falem a verdade.

Mais eleição

Mais eleição, mais politicalha: Abaixo, duas fotos que mostram o único programa do “governo da mudança” que está sendo cumprido até agora, chama-se o mais eleição. Veja abaixo e entenda como:

Usando a máquina do governo, os comunistas querem ganhar as duas principais cidades do estado…

mais politicalha

Os comentários estão desativados.